Portas: conheça os tipos e saiba como usar

portas

As portas são itens essenciais em qualquer projeto, afinal, elas fazem parte da segurança e da privacidade de quem usa os imóveis.

Em um projeto de construção e reforma, tudo deve ser pensado de modo a atender às necessidades das pessoas, sendo importante que cada peça tenha qualidade e seja resistente ao tempo.

Nós sabemos que alguns materiais são essenciais, como janelas, pias, tijolos e afins, mas não pensamos muito bem na hora de escolher as portas.

Apesar de ser algo muito comum, ela tem papel fundamental em nosso dia a dia. Imagina, por exemplo, um banheiro sem porta, ou não ter porta na frente da casa. Simplesmente torna o imóvel impróprio para uso.

Quando pensamos por esse lado, entendemos o peso que ela tem para o projeto, independentemente de qual seja a finalidade dele.

Pode ser uma empresa ou uma residência, a porta vai proteger o patrimônio e ainda colaborar para a decoração. Só que é necessário saber escolher de acordo com o local, principalmente quando o assunto são as áreas externas.

Pensando nisso, neste artigo, vamos dar algumas dicas para você escolher esse produto, principalmente para ambientes internos, quais são os tipos de portas e a importância de avaliar o material. Acompanhe a leitura!

Dicas para escolher uma porta para seu lar

Pode parecer que não, mas para quem está construindo ou reformando, o momento de escolher uma porta pode gerar muitas dúvidas.

Isso acontece por diversas razões. Primeiro por conta das opções, que são muitas, e segundo porque vamos conviver com esse item por muito tempo, afinal, ninguém quer trocar as portas de casa o tempo todo.

Além de ser financeiramente inviável, é um desperdício de material e uma atitude nada sustentável. O fato é que, assim como a persiana vertical para porta, podemos encontrar vários modelos diferentes.

Ademais, você pode mandar fazer sob medida ou comprar as opções já prontas. Tanto para o lado interno quanto externo da casa, é necessário escolher com cuidado, pois o resultado pode fazer muita diferença, seja estetica ou funcionalmente.

Quando podemos contar com alguma ajuda, tudo fica mais fácil, por isso, vamos te ajudar a pensar nas portas da sua casa e fazer uma boa escolha.

O primeiro ponto é saber quais características precisamos observar nesse produto, sendo que o primeiro é analisar se ele conta com certificação.

Trata-se do selo do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro), dentre outras garantias que atendem às normas técnicas nacionais.

Outro tópico importante é saber se o produto é qualificado pelo Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade do Habitat, pertencente ao Ministério das Cidades.

Feito isso, na hora de comprar a sua porta de aço reforçada ou qualquer outro tipo, pense no que atende mais às suas necessidades, entre porta sob medida ou produtos prontos.

Tudo isso será determinado pelo orçamento e pela especificação do projeto. Tanto as internas quanto as externas sob medida demandam um investimento financeiro um pouco mais expressivo.

Além disso, modelos sob medida muito fora do padrão ficam ainda mais caros, então, antes de fazer essa escolha, é importante avaliar suas possibilidades financeiras e como está o orçamento disponível.

Quando o cliente escolhe um desenho exclusivo, o profissional responsável precisa entender o detalhamento dos caixilhos e em quanto tempo o material será entregue.

Outro ponto a ser analisado antes de escolher a sua porta é saber o tamanho do vão de instalação. Ao fazer reformas de casas e trocar as portas de casa, devemos considerar que o vão deve ser maior do que 1 cm de altura e 2 cm de largura.

Assim, o cliente consegue movimentar a folha sem nenhum problema, e ainda conseguir barrar a entrada de luz e ar.

Se o vão for menor, não é possível encaixar a porta, mas se ele for muito maior, o produto fica desproporcional. Aí teremos a entrada de luz por cima e por baixo, e até mesmo problemas para fechar a porta adequadamente.

A mesma situação se aplica às janelas, portanto, considerar o tamanho dos vãos de cada cômodo é essencial para escolher a porta ideal.

A instalação das portas é feita após as paredes serem pintadas, assim, você evita que respingos de tinta caiam sobre ela. Além disso, também impossibilita prejudicar a pintura dos batentes.

No entanto, se houver necessidade de instalá-las antes, é fundamental manter os caixilhos, principalmente os feitos de alumínio, armazenados dentro das embalagens originais.

Isso evita que eles tenham contato com outros produtos no dia a dia de trabalho na obra. Caso você não tenha mais as embalagens, pode guardá-los dentro de sacos plásticos, papelão e até em painéis de compensado.

Assim como precisamos de um chaveiro mais próximo quando temos algum problema para abrir a porta, o ideal é também contar com um profissional especializado na hora de instalar o produto.

Agora que você já sabe como escolher, no próximo tópico, vamos mostrar quais são os principais tipos para que não restem mais dúvidas de qual porta interna instalar. 

Tipos de porta

Existem diferentes tipos de porta, e cada um atende a uma necessidade. Sendo assim, conhecer alguns deles é importante para fazer uma boa escolha. Dentre os modelos mais procurados, estão:

  • Porta de abrir;
  • Porta de correr;
  • Porta basculante;
  • Porta pivotante;
  • Porta sanfonada.

A porta de abrir é o tipo mais comum, e nela você pode fazer instalação fechadura eletrônica. Suas dobradiças são verticais e é preciso de um espaço livre para que se possa abri-la. Além disso, é necessário um espaço na parede para instalar o batente.

Quanto à porta de correr, este é o modelo mais prático que temos no mercado hoje. Ela corre sobre trilhos e pode ter uma ou duas folhas.

Os trilhos podem ser aparentes ou embutidos na parede. É muito vantajosa porque ocupa pouco espaço, portanto, ideal para imóveis menores.

Só não se esqueça de que essa porta precisa do mesmo tamanho de vão de abertura para correr. Se ela tem 90 cm, então precisa de 90 cm para correr.

O modelo basculante costuma ser usado em armários, portões de garagem e é comum também em janelas.

Há ainda a porta pivotante, que além de poder ser atendida por um chaveiro 24hs, é uma das mais bonitas e elegantes.

Não necessita de dobradiças, ficando fixa no batente com 2 pivôs que permitem o movimento giratório.

Seu uso mais comum é na entrada e possui larguras superiores ao padrão, trazendo um ar mais sofisticado ao espaço. É uma porta indicada para projetos de alto padrão, como casas e apartamentos de luxo.

Por fim, temos a porta sanfonada, que tem um formato que lembra uma sanfona. É um modelo simples e econômico, tanto em relação ao espaço quanto ao investimento necessário.

Além dos tipos que mencionamos aqui, existem muitos outros, como a porta fórmica, porta de rolo, veneziana, porta camarão, entre outras, que também variam quanto ao material.

Importância de avaliar o material

Dentre os materiais mais usados nas portas estão madeira, PVC, aço, ferro e alumínio. Mas, dependendo de onde você vai instalá-las, é importante se atentar aos materiais.

A madeira é mais recomendada para os espaços internos e são boas para quem deseja mais isolamento térmico e sonoro. Esse tipo de porta pode ser usada nos quartos, cozinha e banheiro.

Mesmo assim, em lojas e fabricantes especializados é possível encontrar porta de madeira para área externa, que recebem um tratamento que as protege contra umidade e mudanças climáticas.

As portas de aço e ferro são muito semelhantes e uma de suas maiores vantagens é a alta durabilidade e baixa necessidade de manutenção. Por isso, podem ser um pouco mais caras do que os demais tipos.

Por outro lado, as portas feitas de alumínio são mais modernas, possuem ótima duração e manutenção simples e barata.

Agora, se você procura um material mais moderno, uma boa opção é o PVC. Não é o tipo de porta mais sofisticado, contudo, é bem versátil.

Podemos usá-la em diferentes ambientes, tem isolamento térmico e acústico e são mais resistentes ao fogo. O PVC também tem a capacidade de imitar outros materiais, como a madeira.

Conclusão

Como vimos, existem diferentes tipos de porta e cada uma oferece um design e atende às suas necessidades de uma maneira.

Antes de escolher, leve em consideração o estilo do projeto, o seu orçamento e aquilo que você e sua família precisam.

Muitas vezes, a porta mais bonita não serve para o seu dia a dia, então, não leve em consideração apenas o aspecto físico.

Para dar um toque final ainda mais legal ao seu projeto de construção e reforma, escolha maçanetas e fechaduras que combinem com o estilo de porta que você comprou, e não se esqueça de priorizar a segurança da sua casa.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Actualizado el