Sousplat: o que é e como usar?

Sousplat

Encantador e bem refinado, o sousplat vem tomando conta de eventos e chama atenção com seu visual decorativo bastante bonito, principalmente, em datas importantes como festas de debutantes e casamentos.

 

Antes de mais nada, devemos entender o que significa o sousplat. O nome tem origem francesa e sua tradução seria “sob o prato”, onde a pronúncia correta é “Suplá”. Muito comum atualmente em ambientes norte-americanos.

 

Embora não seja utilizado diretamente para servir comida para as pessoas, o sousplat é a base para que outros pratos fiquem por cima dele. 

 

São bastante diversos na decoração, alguns inclusive com uma fita de cetim personalizada.

 

Antes de prosseguirmos, é bom entender a origem do sousplat. Embora, hoje em dia, o foco não seja diretamente esse, o conceito desse objeto sempre esteve ligado à etiqueta.

 

Existem pessoas que acreditam que o termo se origina do conceito de etiqueta, sempre com o intuito de evidenciar a nobreza e as classes altas. 

 

Já outras acreditam que etiqueta é o símbolo do respeito e reflexão diária por meio de pequenos atos.

 

Os sousplats podem variar de tamanho, porém o seu padrão é em média de 35 cm, já que as bordas precisam ser maiores do que o prato sobre ele, podendo ser criado ou comprado em diversos tipos de materiais, como porcelana ou crochê.

 

No entanto, a etiqueta, hoje em dia, não é mais uma obrigação, algo imposto a todo e qualquer lugar novo que você vá. Está mais ligada a uma prática utilizada em alguns eventos ou lugares que a adotam.

 

Isso significa que nada impede de servir um bolo simples de fubá em um sousplat, desde que o ambiente seja o ideal para esse tipo de prática. 

 

Por exemplo, você pode usar ele como uma base para a louça, atente-se a forma de servir e lembre-se que deve-se ter etiqueta na hora de comer e não o utilize para sobremesas.

01 – Como utilizar o sousplat 

Primeiramente, lembre-se que essas orientações são utilizadas para lugares onde a prática e o uso de etiqueta prevalecem. Pode usar da forma que achar melhor caso esteja em ambientes externos, como uma barraquinha de festa infantil.

 

Na hora de servir, o ideal é que a distância entre o sousplat e a borda da mesa seja de aproximadamente 2,5 cm e 3 cm. O motivo é porque a borda do sousplat é maior do que o prato que ficará ao centro.

 

Dessa forma, o alcance entre os braços, talheres e pratos continua confortável e consistente, além da borda do sousplat impedir que farelos de comida e até alguns resquícios de outros elementos caiam na toalha.

 

Utilize o jogo americano para facilitar a composição da mesa. Muitos utilizam ambos para fazer uma combinação perfeita. Buffet festa de 15 anos utiliza muito desse recurso, visto a quantidade de pessoas que se reúnem.

 

O jogo americano também é bastante utilizado quando o sousplat é de madeira ou metal, já que a retirada do mesmo pode causar ruídos incômodos ou até mesmo arranhar a mesa.

 

Pense nele como uma forma de precaução nesse caso. Nunca servir aperitivos e petiscos no sousplat, para tal, utilize pratos exclusivos para a função. 

 

Normalmente, esses tira gostos são consumidos em porções menores, não combinando com todo o arquétipo do sousplat.

 

Os talheres não devem nunca ser apoiados no sousplat, nesse caso, o lugar deles é na mesa junto ao conjunto de jogo americano.

 

Por fim, após encerrar a refeição, retirar o sousplat pois o mesmo não deve ser utilizado para servir sobremesa. Tais regras devem ser seguidas para que a etiqueta do local seja respeitada. 

02 – Lugares onde usar sousplat

Locais um pouco mais requintados são pratos cheios para a utilização do sousplat. 

 

Prata, glamour e espelho decorativo sala de jantar encantam o local, trazendo a impressão (ou realidade) de um evento grande para o local.

 

Muitos desses pratos são não apenas comprados, mas produzidos especialmente para o evento, criando uma variedade de estilos que normalmente combinam com o tema da reunião.

 

Como já dito anteriormente, porém é importante relembrar, festas de 15 anos são um dos lugares ideais para utilizar o sousplat por ter toda uma tradição formal no início, mesmo que depois aborde um estilo de festa mais jovem.

 

Ele fica incrivelmente bonito em festas assim, embora a luminária LED grande e as músicas sejam o foco depois de um tempo de festa, esse tom formal dá um certo charme ao evento.

 

Agora, caso prefira usar o sousplat apenas para servir algo em uma festa de família ou de amigos, obviamente você pode. Ainda sim, é um decorativo bonito, podendo ser usado para refeições coletivas comuns.

 

Caso seja necessário seguir os padrões e estilos de serviço americano ou até mesmo buffet, o sousplat serve de apoio para o prato independentemente de como for servido, desde cadeiras comuns até bancos e poltronas.

 

No entanto, um cuidado extra deve ser tomado caso ele seja feito de vidro, que é um dos materiais que ainda não havia sido comentado anteriormente. Mas, o que importa é escolher o mais adequado à sua decoração.

 

Portanto, se prepare, tire o rótulo de vinho personalizado de sua garrafa e venha aprender como fazer um sousplat de MDF. 

03 – Criando o seu sousplat

Um sousplat pode ser criado de forma artesanal caso tenha boas novas ideias e queira inovar ou fazer tudo do seu jeitinho.

 

Em uma conta aproximada, os materiais utilizados serão aproximadamente:

 

  • 50 cm de tecido, que construirá em média 3 sousplat; 
  • 60 cm de elástico;
  • Tesoura;
  • Passador de elástico e 1,40 m de fita viés.

 

Além de alguma estrutura que será o “prato” e uma máquina de costura. Aqui utilizaremos uma placa de MDF de 35 cm de diâmetro.

Passo 1:

Nesse primeiro momento, corte o tecido nas dimensões de 50 cm de diâmetro.

Passo 2:

Divida a fita viés em dois, tomando o cuidado para dobrar a sua ponta, pois utilizaremos futuramente.

Passo 3:

Costure a fita viés na borda do tecido, fazendo a volta completa na circunferência. É importante que as fitas se encontrem ao final da costura.

Passo 4:

Dobre o lado da fita viés ao contrário e rebata-o, fazendo o mesmo processo e costurando novamente a fita viés.

Passo 5:

Pegue o elástico e passe por dentro da fita viés através da pequena dobra que foi realizada no começo do processo. 

 

Utilize o passador de elástico para facilitar o seu trabalho, sendo mais eficiente e rápido.

 

Observação: tome cuidado para não furar o pano com o passador de elástico, sempre segure a outra ponta do elástico para não correr o risco de o elástico sumir dentro da fita. 

 

Ao final do processo, de 3 nós para manter o elástico preso.

Passo 6:

Agora com a capa pronta, é só cobrir o MDF e terá um sousplat artesanal para utilizar em casa ou em uma comemoração com amigos.

 

É importante entender que esse sousplat é feito apenas para pequenas reuniões, no caso de grandes eventos onde a etiqueta prevalece, esta placa de MDF não é considerada um sousplat, e sim, um jogo americano.

04 - Divulgação

Assim como todo trabalho bem feito, a divulgação e o reconhecimento são extremamente válidos e bem vindos.

 

Utilize das redes sociais para mostrar os passos de etiqueta para diversas situações, como criar um sousplat,entre outros.

 

Use bastante do Instagram e seus stories, para que o alcance do seu trabalho chegue ainda mais longe. Você não precisa parar em apenas assuntos de etiqueta, mas talvez em conteúdo artesanal caseiro também.

 

Criei postagens com fotos do seu trabalho e caso saiba ou esteja disposto a pagar por um design, elabore imagens chamativas e interessantes para atrair mais público para o seu tipo de negócio.

 

Outra plataforma interessante é o YouTube, onde você pode criar passo a passo de como se portar perante a prática de etiqueta em determinadas situações ou até mesmo um exemplo que já tivemos nesse artigo: como construir determinado objeto.

 

Não esqueça de sempre conectar todas as suas redes sociais umas às outras, aumentando o público e atingindo pessoas completamente diferentes ao mesmo tempo.

 

Isso significa que é provável que alguém conheça seu Instagram, mas não o seu canal no YouTube, então, se em todo o vídeo for divulgado todas as redes sociais, a facilidade de te encontrar e ter mais visualizações é potencialmente maior.

 

Espero que tenha gostado desse artigo e que ele tenha sido útil e valioso. Lembre-se de ser criativo e usar seus pontos fortes para trazer algo novo para o cenário.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Actualizado el