Rodapé: saiba para que serve

rodape

O rodapé é um dos itens queridinhos entre as pessoas para a decoração e estrutura de um imóvel. Esse acabamento é importante para conferir mais beleza e até organização dos cômodos.

Quando estamos construindo ou reformando um imóvel, pensamos em muitos itens essenciais, como tipos de piso, revestimentos, cor da tinta, qualidade do material, entre outros similares.

Mas, entre tantas escolhas e decisões, também é importante pensar no rodapé, afinal, ele vai dar o toque que faltava no seu imóvel.

Existem várias possibilidades no que diz respeito ao material utilizado, tamanho do rodapé, cor, dentre diversos aspectos. Independentemente de qual seja a sua escolha ou o tipo de decoração que vai fazer, ele não pode ficar de fora.

Quem não é arquiteto, decorador ou engenheiro, costuma não entender muito sobre o assunto, e isso dificulta um pouco a escolha. 

Se este é o seu caso, não tem problema. Leia este artigo até o final porque trazemos informações significativas a respeito do rodapé.

Vamos explicar o seu conceito, a finalidade que ele tem em um projeto e quais são os tipos que você pode encontrar no mercado. Acompanhe!

Afinal, o que é rodapé?

O rodapé nada mais é do que uma faixa de proteção instalada ao longo das paredes e junto ao piso. Ele pode ser feito de vários materiais, como:

  • Madeira;
  • Cerâmica;
  • Pedra;
  • Mármore.

Esses são apenas alguns exemplos que podem ser utilizados na fabricação deste elemento, mas ele é um complemento necessário, principalmente em imóveis com pisos de madeira.

Você pode encontrar rodapé mdf branco 7cm, pois em geral, ele possui de 5 a 10 cm de altura. Hoje em dia, o modelo conjugado de 7 cm tem sido o mais usado, uma vez que este possui um cordão acoplado, o que dá um acabamento muito melhor ao piso.

Do mesmo modo, o rodapé ajuda a proteger contra choques e água, além de preservar a parede de impactos da mobília, aspirador e outros objetos.

Ou seja, a instalação de rodapé não serve apenas para deixar o imóvel mais bonito, pelo contrário: ele possui algumas finalidades, que serão abordadas mais adiante.

Finalidades deste item de decoração

O rodapé tem diferentes funções, e uma delas é proteger o revestimento das paredes contra problemas de umidade, como quando derramamos água, além de limpeza de piso com água corrente ou pano úmido.

Esse item ainda ajuda a proteger a parede contra impactos de objetos, como rodo, vassoura e aspirador de pó. Ademais, é uma forma de evitar que a parede seja prejudicada quando arrastamos uma cadeira ou até mesmo pelo contato do calçado.

O rodapé de madeira, por exemplo, também tem a função de melhorar o acabamento e harmonizar o encontro da parede com o piso, pois neste ponto, costumamos encontrar falhas que prejudicam a estética do imóvel.

Por essa razão, ele é conhecido como um arremate, que traz um melhor acabamento e esconde pequenos vamos entre o piso e a parede, que acumulam poeira.

Existem modelos de rodapé fabricados exclusivamente para esconder fiação elétrica, que fica embutida nos sulcos do material.

Obviamente, ele também tem função estética, moldurando melhor o espaço, além de dar um destaque maior ao piso e valorizando a estética do projeto.

Nenhuma construção é obrigada a utilizar rodapé, mas, de fato, sem eles, as paredes estão muito mais vulneráveis aos problemas que podem aparecer no dia a dia.

Uma infiltração, por exemplo, pode exigir manutenção frequente por conta de batidas e manchas que danificam a pintura e até mesmo a estrutura.

Além de ser um item muito útil para o imóvel, é possível encontrar diferentes tipos de rodapés, como os que serão mostrados no próximo tópico.

Tipos de rodapé encontrados no mercado

Existem três tipos de rodapé que podem ser facilmente encontrados no mercado. Acompanhe o que vamos falar sobre cada um deles, para que você possa escolher o melhor:

Rodapé embutido

Esse tipo fica nivelado com a parede, por isso, não notamos nenhuma saliência. Ele é muito vantajoso, uma vez que não acumula poeira.

Se você está investindo em um projeto mais prático, com estrutura para forro de pvc, esse tipo de rodapé é mais indicado, pois ele facilita muito durante a limpeza do imóvel.

Rodapé invertido

Também conhecido como rodapé com bunha, esse modelo exige um pouco mais de investimento, além de instalação cuidadosa e especializada.

É necessário instalar uma cantoneira metálica, embutida na parede, para criar o efeito bunha entre o piso e a parede.

Se você quer criar o efeito de parede flutuante pelo piso, o rodapé invertido é a melhor opção para o seu projeto de construção ou reforma.

Rodapé convencional

Esse é um modelo mais utilizado, visto que possui fácil instalação e diminui os custos do projeto. Ele fica sobreposto à parede e é mais saliente.

Apesar de ser o tipo mais simples e comum, ele ainda ajuda a embelezar os espaços e a proteger a parede. Você pode encontrá-lo como rodapé de poliestireno e muitos outros materiais.

Materiais mais comuns de rodapé

Como vimos no tópico acima, existem diferentes tipos de rodapés, por conta disso, também existem diferentes materiais usados em sua fabricação. Dentre os principais, estão:

1 - De madeira

Esse tipo é o mais tradicional, e vem sendo usado no Brasil desde o período colonial. Sua instalação é um pouco mais difícil, o que fez com que a madeira fosse substituída por outros materiais.

Para evitar todo o trabalho de sua instalação, sem perder a beleza da madeira, é possível encontrar rodapés que imitam esse material.

2 - De gesso

Além do rodapé de poliestireno 10cm, do mesmo modo, pode-se encontrar esse item fabricado em gesso.

Trata-se de um modelo mais delicado, mas que vem caindo em desuso por conta de sua fragilidade e por não poder ter contato direto com a água.

O gesso tem sido usado muito mais na reunião entre o teto e a parede, sendo um local que não apresenta tantos riscos para o material.

3 - De MDF

Esse tipo tem sido bastante usado atualmente, que pode receber lucro, pintado ou revestido de laca. As cores da pintura são padrão, como branco, tons amadeirados e preto.

Se você quer um ambiente mais moderno e que combine com o piso cimento queimado polido, pode optar por pintar o rodapé durante a execução da obra.

De qualquer forma, é importante lembrar que esse tipo de material é mais indicado em locais secos, pois em ambientes úmidos, como banheiros e cozinhas, sua durabilidade pode ser menor.

4 - De PVC

Esse é um material muito moderno e que apresenta o melhor custo-benefício para as obras. O modelo possui uma cavidade interna que possibilita a passagem de fios.

Por conta disso, ele é muito indicado em ambientes úmidos ou que frequentemente entram em contato com a água, o que faz dele adequado para todos os cantos do imóvel.

5 - De granito ou mármore

Ao contrário dos móveis para quarto, esses tipos de material são mais recomendáveis para as áreas externas, além de serem ideais para ambientes mais sofisticados.

A boa notícia é que os rodapés de granito ou mármore são mais baratos do que o piso, portanto, você pode garantir um acabamento mais refinado para os cômodos. Ademais, é possível encontrar modelos polidos, escovados ou jateados.

6 - De cimento

Esse tipo de rodapé é vendido em barra, assim como no caso daquele feito com madeira, o que é ideal para locais com piso de cimento.

Ele é cortado no local da instalação e colocado com auxílio de argamassa, portanto, sua colocação é mais cuidadosa.

É indicado para pessoas que pretendem fazer uma decoração industrial, que está em voga por conta da popularidade cada vez maior do cimento queimado.

7 - De cerâmica ou porcelanato

Esse tipo de rodapé acompanha o piso do ambiente, trazendo sensação de amplitude para o local, sendo bastante indicado para cozinhas e banheiros.

É feito junto com a instalação de pisos, portanto, é mais prático, rápido, simples e objetivo. Para utilizar essa opção, você só precisa se atentar à quantidade de porcelanato adquirido, visto que o rodapé aumenta o consumo.

Conclusão

Precisamos prezar pela durabilidade e qualidade de uma construção ou reforma, mas isso não significa se desapegar dos detalhes e do acabamento.

Como vimos ao longo deste artigo, o rodapé tem um papel importante no encontro entre piso e parede para proteger a sua pintura e as características de cada cômodo.

Você pode encontrar tipos diferentes, também feitos com materiais distintos para combinar perfeitamente com a sua decoração e atender às expectativas do projeto.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Actualizado el