Saiba como se planejar para fazer uma mudança

mudança

Há vários motivos para que, em alguns momentos da vida, as pessoas mudem de endereço. No entanto, nada diminui a importância de planejar mudança, de maneira que se programar para essa necessidade pode trazer muito mais tranquilidade. 

 

Alguns fatores que fazem com que seja preciso mudar para um novo imóvel incluem a mudança de cidade por motivos profissionais, a compra de uma casa, o aumento da família ou mesmo a aposentadoria. 

 

De fato, são várias as razões pelas quais chega o momento de encaixotar todos os itens domésticos e levá-los para um novo local. 

 

No entanto, como é sabido, nem sempre fazer uma mudança é uma ação agradável. Diversas situações podem acontecer nesse processo, o que pode gerar estresse e incômodos que poderiam ser evitados. 

 

É muito comum acontecer alguns inconvenientes quando é preciso fazer uma mudança às pressas. Justamente por isso, ter cuidado e se planejar para desmontar e embalar corretamente um gaveteiro de madeira pode fazer toda a diferença nesse processo. 

 

Garantir que uma mudança seja mais tranquila é perfeitamente possível. Para tanto, é preciso se organizar previamente, desenvolvendo estratégias que façam com que cada etapa ocorra conforme o esperado. 

 

Sendo assim, se você já está se planejando para fazer uma mudança, mas já estava sofrendo só de pensar no estresse que ela causaria, saiba que é possível evitar esse tipo de desconforto. 

 

Para entender como, siga na leitura deste conteúdo e compreenda por que as mudanças podem ser estressantes, a importância da organização e também algumas dicas para otimizar o processo. 

O que pode gerar estresse durante uma mudança

É verdade que todo tipo de mudança pode ser estressante para as pessoas. Mudar de emprego, alterar documentos, modificar os planos de férias e até a mudança de endereço pode ser um processo cansativo. 

 

Nesse sentido, até mesmo uma empresa de locação de ônibus que esteja modificando os seus processos internos precisa ter paciência para que eles sejam implementados com maior sucesso, obtendo os retornos esperados.

 

Uma mudança de casa é uma situação que nem sempre é agradável, mesmo quando se sabe que o destino é uma residência maior e mais confortável. 

Afinal, para chegar até o novo imóvel o caminho pode ser longo e cansativo. 

 

Uma forma de evitar esse tipo de transtorno é entender os motivos pelos quais ele é causado. Alguns deles podem ser:

 

  • Prazos curtos de mudança;
  • Falta de cuidado ao embalar os itens;
  • Danos nos móveis;
  • Perda de objetos.

 

Quem tem pouco tempo disponível para se mudar pode acabar encontrando um novo imóvel que não atenda as necessidades da família, o que pode gerar estresse no processo de mudança. 

 

Além disso, itens que foram embalados de maneira errada também trazem transtornos, principalmente, quando eles chegam em situações diferentes da que estavam anteriormente. 

 

Também é comum que os móveis sofram danos no processo de mudança, o que faz com que as pessoas busquem cada vez mais por residências que já tenham moveis planejados quarto casal, na cozinha, na sala de estar e nos demais cômodos. 

 

Outra possibilidade é a de perder objetos importantes no caminho. Uma determinada peça de um armário, por exemplo, pode comprometer a sua estrutura e o seu uso no novo endereço. 

 

De fato, são vários os motivos que podem trazer prejuízos nesse momento, e saber como preveni-los e lidar com eles é a melhor maneira de ter uma mudança tranquila e satisfatória. 

 

Para tanto, ter um planejamento é de suma importância, sendo inclusive o meio mais eficaz de garantir que todo o processo seja concluído com sucesso e traga maior tranquilidade. 

Como planejar uma mudança?

Apesar de parecer uma tarefa impossível, é possível se organizar e conseguir alinhar a mudança para o novo endereço de forma prática e positiva, tendo a certeza de que a sua geladeira industrial e a sua cristaleira chegarão intactas no novo endereço. 

 

Com ações simples e um planejamento eficaz, cada etapa do processo poderá ser feita da maneira idealizada, o que vai promover o transporte e a instalação de todos os seus objetos sem grandes sobressaltos. 

1. Se desfaça do que não será mais usado

Em vez de se desgastar encaixotando peças que não tem mais utilidade na sua casa, e conseguindo ao mesmo tempo diminuir o número de caixas para serem transportadas, é interessante começar se desfazendo do que não será mais usado pela família. 

 

Para tanto, separe livros e roupas que podem ser doadas, faça uma limpeza nos documentos e excesso de papéis e venda ou dê os móveis que você não quer mais ou não terá espaço para posicionar na nova casa. 

2. Separe itens de acordo com a fragilidade

Uma maneira prática de evitar que itens se quebrem durante a mudança é separá-los em pacotes diferentes e sinalizá-los adequadamente, para que os encarregados do transporte saibam que ali estão vidros e outros tipos de materiais quebráveis. 

 

Dessa forma, é possível evitar danos e prejuízos que certamente trariam estresse durante a mudança.

3. Identifique as caixas

A organização dos itens no novo endereço também é uma tarefa cansativa, que pode ser otimizada com uma organização eficiente. 

 

Para isso, uma dica bastante interessante é a de escrever na parte externa da caixa para qual cômodo ela deve ir e também os itens que estão presentes dentro dela. 

 

Assim, ao chegar na casa nova, é possível distribuir os volumes conforme os ambientes, e ter a tranquilidade de saber que as almofadas e a cortina persiana para sala estão dentro de uma determinada caixa. 

4. Tire fotos das instalações dos eletrônicos

Quem tem pouco domínio na área de eletrônicos pode sofrer ao ter que religar o computador ou o aparelho televisor com o modem de internet em um local novo. 

 

Para ajudar nessa etapa, uma ideia prática é tirar fotos antes de desligar os equipamentos, de maneira que ao posicionar esses itens na mesa grande para escritório da nova casa, seja possível conectá-los com facilidade. 

5. Peça cancelamento ou transferência dos serviços com antecedência

Quem possui plano de internet ou de tv a cabo ativo ou que recebe assinatura de revistas e outros serviços em casa, precisa fazer a alteração ou o cancelamento com antecedência, evitando cobranças indevidas ou desnecessárias. 

 

Também é fundamental pedir a ligação desse tipo de serviço no novo endereço o quanto antes, para poder desfrutar deles ao chegar com a mudança no local. 

6. Contrate instaladores 

Uma das atividades que costuma ser mais trabalhosa durante uma mudança de endereço é justamente a de ter que desmontar e remontar os móveis.

 

Além disso, saber de onde cada parafuso foi tirado e como ele deve ser recolocado pode gerar certo estresse. 

 

Por isso, uma solução eficaz para montar o armário de aço para escritório sem dificuldades é contratar o serviço de instaladores para a mudança, uma vez que eles possuem técnicas e habilidades para esse tipo de atividade. 

 

Esse cuidado garante maior rapidez na montagem dos móveis, tornando a finalização da mudança muito mais simples e confortável. 

7. Organize com prioridade o que for mais urgente

A conclusão de uma mudança ocorre após a organização total da nova residência. Sendo assim, é importante se planejar também para terminar essa fase com maior agilidade. 

 

Uma sugestão eficaz para isso é a de dar prioridade para arrumar os cômodos mais importantes e mais utilizados na casa, como a cozinha, o banheiro e os dormitórios. 

 

Com a organização dessas áreas, a família já pode desfrutar da casa com maior tranquilidade, conseguindo realizar as suas necessidades básicas sem dificuldades. 

 

Posteriormente, é possível cuidar da decoração, e ir encontrando o melhor local para colocar o ferro de passar profissional, os quadros de fotos da família, os vasos e outros itens usados na casa. 

 

Todo esse planejamento vai influenciar positivamente na nova casa, permitindo que ela possa ser organizada com maior facilidade e não traga problemas na adaptação ao novo endereço da família. 

Considerações finais

É verdade que a mudança para um novo imóvel implica em algumas demandas extras, mas isso não significa que o processo precise ser transtornante e exaustivo. 

 

Ao seguir dicas práticas, como a remoção de itens que não serão mais usados, com a separação de objetos frágeis, com a identificação das caixas, com a contratação de instaladores e com a solicitação dos serviços usados na casa, tudo fica mais simples. 

 

Dessa maneira, a mudança de residência se torna um processo eficaz e ágil, diminuindo níveis de ansiedade e estresse, que são comuns nesse tipo de situação. 

 

Por isso, se você está para se mudar, não deixe de seguir as sugestões presentes neste artigo, tendo a tranquilidade de chegar no seu novo endereço e desfrutar dele da maneira desejada. 

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Actualizado el