Saiba como otimizar espaços pequenos da sua casa

otimizar espaços

Muitas pessoas se encontram frustradas com o ambiente onde moram, mesmo que não tenham planos de mudança no local. No entanto, otimizar espaços pequenos quase sempre é a solução à altura desses problemas, transformando os lares.

Moradias em pequenos espaços

Sempre que procuramos um local para morar, seja alugando ou comprando uma residência, damos preferência para dois itens de escolha: o preço e o espaço do lugar. 

 

Encontrar essas duas condições juntas quase sempre é difícil, deixando espaço e optando assim pelos menores e baratos.

 

Morar em um espaço menor, em comparação com outros ou até por conta da própria sensação de quem vive ali pode trazer inúmeras vantagens relacionadas à limpeza ou para investimento de alguns itens, como papel de parede para sala pequena.

 

Mesmo com esses e outros pontos positivos, grande parte das casas com pequenos espaços terminam trazendo estresses e outras problemáticas, algo que muitas vezes acaba não sendo calculado ou pensado previamente pelo morador da referida casa.

 

Em imóveis com tamanhos reduzidos, quase sempre são enfrentados problemas para guardar itens pessoais, organizar móveis e outros objetos de decoração e até mesmo encontrar o que se deseja, já que muitas vezes a disposição se torna um desafio.

 

Por exemplo, é muito comum que dentro de uma casa pequena com piso de madeira vinílico uma pessoa não consiga ter dentro do quarto um guarda roupa, uma cômoda e uma mesa de estudos, itens esses que fazem falta quando não estão perto.

 

Em locais assim, muitas vezes pessoas acabam não se sentindo à vontade para investir em cuidados com a casa, justamente porque aquele lugar não transmite o desejo de melhoria para seus moradores, que estão, muitas vezes, totalmente desgastados.

 

No entanto, esse problema pode ser resolvido com o investimento em algumas mudanças, que podem modificar a aparência do lugar enquanto ampliam rapidamente seu espaço, trazendo para o lar um ar revigorado, e para o morador, mais curtição com sua casa.

Otimização desse lugares

Otimizar lugares pequenos é uma ótima forma de adaptar esses espaços às suas necessidades, evitando uma demolição de casa, mudança ou até mesmo obras caras que podem durar longos períodos de tempo, estressando os moradores.

 

Essas modificações podem sim ser estruturais, mas a força da otimização está naquilo que você já possui ou em pequenas e inteligentes mudanças, que fazem total diferença em um apartamento sem muita necessidade de mexer drasticamente na composição inicial.

 

O principal foco para quem quer fazer uma otimização em uma moradia é seguir algumas ideias de aproveitamento, utilizando ao máximo ambientes e partes da casa à favor da sua organização e disposição, sem que um local roube o espaço do outro.

 

Por exemplo, é muito comum que em algumas casas os corredores acabem sendo utilizados para guardar brinquedos de crianças, cestos de roupas, instrumentos de esportes ou academia e até mesmo servem como moradia para animais de estimação.

 

Cada organização de casa é uma, já que cada família tem seu tamanho, suas prioridades e sua preferência para guardar seus objetos pessoais. Mesmo assim, é importante entender que a função de algumas partes da casa devem ser exercidas, como no caso do corredor.

 

Entretanto, a otimização vai além de disposições de móveis ou objetos, podendo se estender até insatisfações com itens planejados, como um gaveteiro baixo comprado pela internet, local que muitas vezes não paramos para verificar as medidas do que compramos.

Dificuldades enfrentadas

Ao iniciar as primeiras mudanças rumo à otimização do lugar onde se vive, muitas pessoas acabam não sabendo que atitudes tomar, algo que pode atrapalhar o plano de melhorias da disposição dos objetos, acarretando em problemas ainda maiores.

 

Por exemplo, muitas pessoas acham que se livrar de muitos objetos, cortar móveis e ou se desfazer de todas as decorações são boas maneiras de otimizar espaços para os itens restantes, assim como jogar um galão de tinta branca em tudo.

 

A questão principal não é a exclusão de tudo, mas sim o entendimento daquilo que pode se tornar uma mudança útil ou não para o local. Muitas vezes retirar grande parte dos itens de um espaço pode se tornar uma ideia muito diferente da otimização.

 

Além de itens, como objetos e móveis, a otimização tem também a ver com o entendimento do dia a dia dos moradores, que acaba impulsionando ideias de disposições dentro de um lugar, privilegiando alguns cantos em detrimento de outros.

 

Por exemplo, é possível que em uma residência, um casal se sinta mais confortável em encaixar espaços de trabalho próximos a cobertura de vidro retrátil do que em lugares mais fechados ou mais próximos de cozinha e corredores de passagem.

Principais dicas

 

Otimizar está altamente relacionado com a análise pessoal de cada morador, incorporando tanto desejos pessoais, identidades próprias e necessidades dessas pessoas que precisam ser solucionadas por meio de um estudo de lugar.

 

Dessa maneira, cada otimização segue uma linha própria, não mantendo regras ou até mesmo apresentando uma sequência didática sobre o que fazer.

 

 Entretanto, algumas dicas se tornam essenciais para serem um start na procura pela adequação de ambiente.

 

Móveis planejados

 

Móveis planejados são os melhores amigos de profissionais que trabalham com construção de ambientes, justamente por ser uma maneira fácil de adequar aquele item ao local, que pode ser de tamanhos variados, nem sempre padronizado como as peças de uma loja.

 

Sempre que puder, invista em um escritório de mobiliários que faça móveis próprios para sua casa, porque além de ser mais fácil criar um item adequado, por exemplo, para debaixo de uma escada, também é possível escolher suas cores ou estilo preferido.

Itens multiuso

 

Uma das melhores formas de otimizar espaços, criando opções que podem variar a partir do gosto do morador, é o investimento em itens multiuso, por exemplo, uma prateleira que sirva como divisória de dois ambientes, permitindo televisores nos dois lugares.

 

Outra opção é utilizar mesas que possam ser transformadas em bancos, escadas ou até mesmo cadeiras. Dessa forma, você poderá ter um objetivo utilizado para inúmeras funções ocupando apenas o espaço mínimo em sua casa.

Espelhos

 

Espelhos são os aliados de uma casa ampla, mesmo que seja uma moradia pequena. Com a instalação feita em lugares estratégicos, é possível criar um aumento no ambiente, que à princípio pode ser apenas uma situação óptica, mas traz grande conforto para moradores.

 

Comprar móveis de vidro ou até mesmo peças de decoração também aparece como uma ideia interessante, visto que podem complementar o ambiente de maneira mais sutil, ainda sim agregando um conforto visual e estético.

Cores claras

 

Assim como no caso dos espelhos, cores claras dentro de uma casa auxiliam a ampliação do local, facilitando o entendimento de que aquele é um lugar maior, mesmo que nas medidas ele não seja. 

 

O seguintes tons são os mais optados em lojas do gênero:

 

  • Areia;
  • Cinza;
  • Bege;
  • Branco;
  • Amarelo.

 

Por exemplo, se você tem uma sala de TV planejada e possui aparelhos, televisores e quadros, é possível que as vezes o local fique sobrecarregado de elementos. Em lugares menores, essa ideia pode não ser uma boa escolha.

 

Por isso, sempre que puder, opte por cores claras, que deixam aparente apenas os itens do local. 

 

Aliar paredes, tetos ou até mesmo pisos mais claros com cortinas ou persianas em tons similares pode trazer ainda mais um ar de conforto.

Ambientes integrados

Se você está insatisfeito com uma sala pequena, e quase nem usa sua varanda, essa é uma boa hora para integrar as duas partes, transformando tudo em um único espaço, seja quebrando paredes ou removendo divisória de ambiente de gesso.

 

Essa junção de dois lugares, embora faça os moradores perderem uma área restrita, acaba solucionando problemas relacionados à espaço, justamente por conseguir aproveitar melhor todos os cantos e comprimentos disponíveis.

 

Uma boa ideia também é juntar dois cômodos, por exemplo, dois quartos, transformando-os em um único espaço, seja uma brinquedoteca, um closet ou banheiro suíte, itens quase sempre necessários dentro de um quarto de casal.

 

No entanto, tenha sempre em mente que profissionais adequados devem ser convocados para essas mudanças, já que separações de espaços quase sempre mexem na estrutura de um lugar inteiro.

Benefícios da otimização

 

Os benefícios da otimização completa de uma casa podem ser inúmeros, tendo como principais a satisfação do morador que ali reside e também o aproveitamento maior de cantos da casa, que muitas vezes se tornam esquecidos por não serem utilizados.

 

Para além de uma questão de decoração ou arquitetura, a otimização de espaços é uma forma de melhorar a vivência em lares, ainda mais em épocas onde muitas pessoas trabalham em casa, e passam mais tempo com a família.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos

E se está pensando fazer algum tipo de reforma ou otimizar algum espaço em sua casa, saiba que pode contar o vários Arquitetos em Joinville que o podem ajudar a encontrar a melhor solução para o seu conforto e lar.

Actualizado el