Calhas: O que é e para que serve?

calhas

Uma das maiores preocupações de moradores de casas é garantir que esteja tudo certo com suas calhas

 

Com manutenção simples, porém muito importante para o bom conservamento da casa, esses artigos precisam, assim, de certa atenção.

 

O maior prejuízo de não realizar a manutenção adequada ou não optar por calhas de boa qualidade é que a longo prazo o telhado acaba sofrendo algumas avarias.

 

Dessa forma, há o surgimento de goteiras, apodrecimento de estruturas, até mesmo a queda dele ou do forro. 

 

Quando isso acontece, além do prejuízo financeiro, há risco para a vida dos moradores. 

 

Por isso, entender como é o funcionamento da calha para telhado, sua serventia e como realizar a manutenção adequada é fundamental para sua segurança e de sua família. 

Entenda tudo sobre as calhas 

As calhas são canais que são instalados nas beiradas dos telhados para que haja o melhor escoamento de água de chuva, garantindo que não haja acúmulo no telhado. Isso levaria a infiltrações e pioraria a vedação do telhado. 

 

Muitas pessoas confundem calhas e rufos. Enquanto estes são instalados em muros para evitar que a água bata de forma direta, causando danos e prejudicando a pintura, além da possibilidade de infiltrar pela parede dos muros. 

 

Os rufos são fundamentais para fazer com que os gastos com pintura predial externa diminuam, pois protege o local escolhido de água direta, fazendo com que a vida útil da pintura seja muito mais longa. 

 

O que ambos têm em comum é o objetivo de facilitar o escoamento de água para proteger estruturas, fazendo com que a vida útil aumente, o que no caso de telhados que é uma parte cara de uma construção, é extremamente importante. 

Escolhendo suas calhas

As calhas aparecem em diversos formatos, materiais e estilos, devendo ser escolhidas com cautela dentro do que é mais adequado para o tipo de telhado, bem como o estilo da casa e a arquitetura do local, antes de instalar a calha central telhado

 

Outros pontos que devem ser analisados são: o espaço que há no local para a instalação, bem como o tipo de demanda que será imposta na calha, como maior quantidade de folhas e galhos, local com chuvas mais fortes por maiores períodos do ano, entre outros. 

 

Entre as opções presentes, há diversas variações tanto em material, como em formato e maneira de escoar, garantindo que haja uma consonância entre o estilo do imóvel e a calha escolhida, bem como que a escolhida caiba no bolso. 

 

Os tipos de calhas mais comuns para serem compradas prontas são:

 

  • Calha americana;
  • Calha quadrada;
  • Calha platibanda;
  • Calha moldura;
  • Calhas metálicas;
  • Calhas em PVC;
  • Disponíveis em 6 cortes diferentes. 

 

Sempre há a opção de mandar fazer com a medida exata do local, bem como com formato que seja mais adequado, mas essa é uma versão mais cara.

 

Os chamados cortes são os valores que determinarão o tamanho da calha em profundidade e largura, devendo ser escolhidas com muito cuidado de acordo com a necessidade do imóvel, bem como a demanda. 

 

Outro ponto a ser considerado é que as calhas também poderão ser encomendadas em diversas cores, estando presentes de forma galvanizada, galvalume, marrom, branca, além da possibilidade de serem pintadas após a instalação. 

 

Isso tudo deve ser levado em consideração no momento de instalar uma calha em um telhado de vidro com madeira, uma vez que se trata de uma estrutura bonita e delicada, que deve ter uma calha compatível e que combine com o estilo. 

Manutenção: melhor ter em dia

O ponto que diferencia calhas que dão resultados e que auxiliam no cuidado com o telhado, das que estão danificadas e não terão vida útil longa, é apenas a frequência da manutenção a ser realizada. 

 

Isso faz toda diferença porque a limpeza e o cuidado farão com que as calhas se mantenham em dia e que possam ficar livres para realizar o escoamento adequado da água, não correndo risco de empoçar. 

 

Deve-se contratar equipe especializada para realizar o serviço, garantindo que haja a limpeza total das canaletas e dos canos que levarão água para baixo, tornando assim o serviço completo. 

 

Já há possibilidade de instalação de tela de proteção nesse tipo de equipamento, para garantir que não haja um acúmulo de galhos e folhas, fazendo com que a limpeza possa ser mais espaçada e que as calhas sirvam melhor a seu propósito. 

O porquê de investir em uma boa calha

Ao falar em calha, o mais certo a dizer é que se trata de proteção e uma necessidade para aumentar a vida útil de seu telhado. 

 

Realizar a troca de telhado é um investimento muito alto e ter calhas de qualidade podem adiar esse processo. 

 

As calhas devem ser escolhidas levando em consideração o tamanho necessário, o orçamento disponível e o estilo do imóvel, fazendo com que telhados mais modernos, por exemplo, recebam calhas mais quadradas. 

 

Um telhado de uma casa que tenha um estilo mais antigo e clássico poderá ficar mais certo com o uso de calha redonda, que possa funcionar como uma continuação do estilo de telhas escolhidas e utilizadas, desde que o modelo funcione para a demanda do local. 

 

Quando há algum problema com as calhas, a água passa a ficar acumulada no telhado, sem que haja o escoamento necessário. Com isso, dois problemas são gerados. 

 

Primeiro, essa água pode entrar por espaços entre as telhas e danificar a estrutura interna do telhado.

 

Com isso, o forro passa a ser avariado, fazendo com que água entre pela casa e danifique esta e demais estruturas, podendo até mesmo gerar goteiras e infiltrações em paredes e demais partes do imóvel. 

 

Em segundo lugar, é possível que o peso da água somado a folhas cause o desmoronamento do telhado, fazendo com que a parte interna da casa fique exposta e seus moradores corram risco. 

 

Para evitar esse tipo de situação, muitas pessoas optam por cobrir o telhado com manta aluminizada para telhado, o que pode proteger a estrutura e fazer com que a água não entre no imóvel, gerando danos na estrutura interna. 

 

No entanto, o uso desse tipo de material pode ser evitado ou adiado se houver boa instalação de calhas, e até mesmo a troca periódica para que o equipamento mantenha sua função e continue protegendo as estruturas. 

Benefícios de usar calhas

O principal benefício é proteger as estruturas presentes na propriedade e não estamos falando somente do telhado. 

 

Quando há bom uso delas, podemos falar também em preservação das estruturas internas e dos beirais. 

 

Uma das vantagens de utilizar a calha é garantir que não haja o apodrecimento dos beirais, fazendo com que a vida útil dessa parte da construção aumente, garantindo não somente a estética da casa, mas também sua segurança. 

 

Muitas vezes, há opção por serralheria grades para instalação de estacas e outros tipos de impedimentos para que aves não pousem no telhado.

 

Quando não há o uso de calhas, esse tipo de instalação sofre e não consegue se manter, ficando exposto a um acúmulo de água. 

 

Outro ponto que deve ser considerado é que a água que cai do telhado, quando vai pelas calhas, terá um direcionamento claro, geralmente já em direção a um ralo próximo ou um jardim que possa receber essa vazão. 

 

Quando não há o uso de calhas, é possível que a água pingue do telhado sempre em um mesmo lugar, podendo causar a longo prazo danos a essa estrutura do quintal ou do jardim, uma vez que poderá formar buracos. 

 

Deve-se ter em mente também que quando não há uma estrutura de escoamento, todos os pontos externos da casa tornam-se vulneráveis porque a chuva não terá um impedimento para escoar por paredes, telhados, entre outros. 

 

Assim, se houver, por exemplo, instalação kit cameras de segurança logo abaixo do telhado, se não existir calha que possa fazer com que a água fique distante do equipamento, as câmeras dificilmente terão vida útil. 

 

Por fim, deve-se levar em consideração também que a pintura da casa sempre está sujeita a intempéries, devendo sua vida útil muito mais a qualidade da tinta do que a garantia de que não será exposta a chuva. 

 

No entanto, quando não se opta por calhas, a pintura pode adquirir manchas e faixas com outra coloração onde a água bater mais, fazendo com a manutenção da pintura externa tenha que ser menos espaçada. 

 

Isso, como se sabe, gera um custo muito maior, especialmente se considerarmos imóveis maiores, mais altos e que demandam mão de obra especializada para esse serviço. 

 

Portanto, o uso de calhas traz segurança, maior durabilidade e proteção do telhado e demais estruturas externas, evita danos à estrutura interna e pode adiar a realização de pinturas externas. 

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Actualizado el