¡Únete!

¡Inscríbete gratis y recibe las mejores ofertas a través de "Territorio Ahorro"!

¡Suscríbete!

Saiba tudo sobre jardim vertical

jardim vertical

O avanço do êxodo rural em combinação com o aumento da qualidade de vida urbana trouxe uma realidade diferente para as propriedades brasileiras, a invenção do jardim vertical é uma consequência de tal realidade.

Se antes era muito comum vermos residências com um vasto jardim, quintais amplos ou até mesmo a presença de hortas.

Hoje contamos com uma realidade muito distinta. A falta de espaço nas metrópoles exigiu uma habitação dos amantes do paisagismo.

Os jardins verticais são a saída para aqueles que querem contar com o paisagismo mas que dispõe de pouco espaço ou então não podem fazer um investimento tão grande.

O que é jardim vertical?

Jardim vertical se caracteriza por uma estrutura pequena projetada para comportar vegetações fáceis de serem cultivadas, contando com fácil manuseio e manutenção. 

Podendo ser aplicada em sacadas, salas de estar, quartos e muitas diversas áreas do lar, o jardim vertical é uma opção versátil de investimento em paisagismo, mas além do que isso, é uma opção de investimento em bem estar e qualidade de vida.

Quando iniciou a tendência, parte da estrutura era idealizada e realizada por fãs de paisagismo, no processo viral de internet chamado DIY, traduzido do inglês como “faça você mesmo”. 

No entanto, a tendência viralizou e chamou atenção de especialistas, sendo realizada também atualmente por qualquer empresa jardinagem e paisagismo

A quantidade de referências de projetos é bem ampla na internet e abrange os mais variados gostos. 

As variações contam com simples paredes verdes, jardins mais elaborados com musgos e envolvendo tecnologia com as plantas permanentes. 

As plantas permanentes são a opção ideal, envolvendo toda a beleza que compõe um jardim e sem necessidade de manutenção constante. 

Portanto, se tornando ótima opção de decoração para restaurantes, dadas as suas características.

Adaptando aos espaços

Assim como qualquer nova tendência que surge no mercado, o processo de criação da estrutura desperta a curiosidade de muitos. 

Isto pode gerar uma empolgação que é boa, mas se não parar para pensar com calma pode acabar atrapalhando.

E devido a sua versatilidade, ao contratar um serviço de reforma, o importante é que o idealizador do projeto expresse bem o que almeja transmitir na implementação do jardim. 

Caso queira um efeito mais sofisticado, mais harmonioso ou quem sabe queira sugerir um ambiente mais despojado sem dúvidas deve compartilhar com o paisagista responsável, pois sem dúvidas o objetivo do projeto conta muito na sua elaboração.

Uma maneira muito usada da estrutura, é harmonizar o jardim com vegetação mais sofisticada e combinando-o com uma janela grande de vidro

Valorizando a transparência da janela e toda a iluminação que agrega a um determinado espaço. 

Manejar o jardim juntamente com grandes estruturas gerando um choque entre si, é um efeito de contraste que veio junto com a tendência. 

Corriqueiramente, inclusive na internet, vemos muitas referências de jardim aplicados em espaços como cozinhas e salas de jantar, ressaltando assim o contraste no ambiente e servindo como projeto de interiores completo

Por isso, cabe enfatizar que, ao contrário do pensamento socialmente construído, jardins podem harmonizar diferentes ambientes, incluindo ambientes internos.

Qualidade de vida como prioridade

O cotidiano das grandes cidades pode ser intenso para a maioria de seus moradores frequentemente, logo não é incomum se deparar com moradores buscando por alternativas em prol do aumento da qualidade de vida.

Estudos idealizados por especialistas em saúde e bem-estar em geral afirmam que o convívio com plantas e vegetações é benéfico, pois:

  • Ajudam na redução de estresse e ansiedade;
  • Apoiam na purificação do ar;
  • Apoiam na umidificação de ambientes;
  • Reduzem crises alérgicas.

Exatamente por isso, é corriqueiro que durante consultas em clínicas médicas, quando solicitam sugestões de aumentar a qualidade de vida, os pacientes obtenham como respostas a sugestão de investir em um jardim. 

O contato com a natureza promove além da sensação de bem-estar, maior tranquilidade. 

Esses dois fatores têm sido altamente procurados na sociedade atual, afinal a constante correria da rotina requer medidas assertivas de descanso. 

Manutenção do jardim vertical

Quando envolvemos plantas e vegetação em um tema, é comum pessoas se esquivarem do assunto pois não é lá muito atrativo ter um jardim inteiro sob sua responsabilidade e disposição. 

Ao citar a implementação de um jardim o termo passa a ser associado aos antigos jardins que estavam em alta, os quais exigiam uma disponibilidade de tempo para cultivo, manutenção e amplo espaço para a saúde da vegetação. 

O que acontece na verdade, é que a estrutura desenvolvida proporciona facilidade.

Hoje é possível encontrar estruturas que contam com o próprio sistema de rega e fertilização.

Isto é, o processo ocorre de forma automatizada, garantindo a independência e praticidade para a cultivação. 

Isso acontece devido ao alto investimento de especialistas em prol da melhoria da estrutura do jardim, tornando-o mais abrangente para os mais diversificados tipos de público e adaptando-o para diferentes rotinas. 

A melhoria proporcionou para a população que vive uma rotina corrida e não dispõe de tempo para se dedicar com o cultivo de plantas, mas que também deseja ter uma decoração mais natural. 

A tendência que veio para ficar

A boa aceitação do público revela boas notícias, o jardim vertical é uma tendência que veio para ficar.

Além dos investimentos para tornar a tendência mais acessível em termos de cultivo, foram feitos investimentos para tornar a estrutura acessível financeiramente. 

Isso, pois, o jardim vertical pode ser projetado de maneira mais simples, usufruindo de um menor espaço no ambiente em que será implantado. 

A estrutura também pode ser feita em madeira ou em pallets, ao invés de utilizada diretamente na parede. 

É comum vermos a aplicação de uma estrutura mais simplificada na fachada de hotéis românticos, contando com plantas e flores mais sofisticadas, com o objetivo de transmitir uma sensação de conforto e aconchego. 

Porquanto, os investimentos realizados por parte de especialistas em paisagismo revelam que há uma expectativa do segmento como um todo na nova tendência. O aumento dos projetos de jardim e suas variações são parte da nova realidade.

Realidade essa que tem desafiado os padrões da antiga geração, apresentando soluções mais sustentáveis, abrangentes, inclusivas e acessíveis.

A nova geração de tendências em arquitetura e urbanismo representam conceitos anteriormente criados.

Porém, quando combinados às tecnologias e inovações conferem maior espontaneidade à maneira de decorar. 

Anteriormente, a decoração se resumia a tão somente planejamento de móveis e serviço de pintura residencial, tornando as decorações mais monótonas e com pouca abertura para expressar características do idealizador ou proprietário do imóvel. 

Sendo assim, podemos considerar o jardim vertical como uma das formas desenvolvidas e aprimoradas da nova geração de arquitetura e urbanismo.

Por quê investir?

Uma pergunta que pode estar passando em sua cabeça é o motivo para investir na implementação de um jardim vertical?

Ao se posicionar como uma alternativa e moderna solução de estar mais próximo da natureza, o jardim vertical é uma maneira de aprimorar novas habilidades, incluindo por intermédio do paisagismo. 

Certamente não é necessário que todos se tornem especialistas em paisagismo, basta apenas ser apto para analisar características básicas de rega e fertilização, que podem ser extremamente simplistas. 

O jardim vertical também é uma maneira de trazer a determinados ambientes suas características, vegetação favorita e cores que remetem à você. Trata-se de uma oportunidade de externalizar a sua essência. 

E afinal, não é exatamente isso o que deve ser considerado ao projetar um ambiente?

Os objetivos ao projetar um ambiente devem estar o mais esclarecidos possíveis, a fim de se obter os resultados à altura. 

É importante ter em mente quais sensações se quer transmitir no espaço em que habita, entender se o seu espaço está em conformidade com quem verdadeiramente você é, e mais importante, entender se você se sente bem nesse local. 

Esses são questionamentos primordiais a serem feitos num projeto de decoração e planejamento. 

Somente com todas essas respostas é possível elaborar o verdadeiro plano personalizado. 

Ainda que contem com tendências, ocorre a personalização dessa tendência única e exclusivamente para o idealizador. 

Ao se ter essas respostas, é chegado o momento de estabelecer os investimentos. Considerando a realidade individual, não só financeira como de tempo, e assim projetar o jardim. 

É necessário compreender quais são as coisas mais priorizadas, se é o contato com a natureza ou então a praticidade. É preciso compreender a disponibilidade de tempo para se dedicar ao cultivo e manutenção. 

Portanto, o apoio de especialistas pode vir a ser indispensável. Seja na contratação de uma assessoria em arquitetura e urbanismo ou estudando sobre o tema de forma independente na internet, especialistas trarão o toque especial ao projeto.

O toque especial serão as características pessoais do idealizador, as sensações planejadas sendo transmitidas exitosamente e por último mas sem baixa relevância, a beleza de um jardim vertical bem estruturado. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Actualizado el