Conheça as vantagens de paineis de energia solar para imóveis

energia solar

Os painéis de energia solar estão em alta por diversas razões, dentre elas por esse tipo de energia elétrica ser sustentável e trazer muita economia para os usuários.

Em países como Alemanha e China eles são amplamente usados, e no Brasil, estão ganhando mais espaço.

Nos últimos anos, temos ouvido falar frequentemente sobre as ameaças ambientais que a energia elétrica tradicional pode trazer. Por conta dos impactos gerados por ela, os preços também subiram.

Os seres humanos precisam da eletricidade durante todo o dia, sem ela, não podemos trabalhar, estudar, cultivar nossos hábitos alimentares e de higiene, é muito menos teríamos evoluído para onde estamos hoje.

O uso da internet, por exemplo, também depende da eletricidade, isso significa que ela é base para muitas coisas que fazemos no dia a dia.

Só que ao mesmo tempo que é necessária, também pode trazer uma série de problemas para o meio ambiente. É aqui que surge a energia solar como uma alternativa importante para a humanidade.

Pensando nisso, neste artigo, vamos explicar o que são painéis de energia solar, quais são os tipos mais comuns e as vantagens deles para os imóveis. Acompanhe a leitura.

O que são painéis de energia solar

Os painéis solares, também conhecidos como placas fotovoltaicas, são equipamentos utilizados para gerar energia, sendo compostos por células fotovoltaicas fabricadas por meio de materiais semicondutores, como o silício.

Eles absorvem a luz do Sol e geram energia elétrica por meio do efeito fotovoltaico. A placa funciona quando os fótons atingem essas células.

Depois da instalação de placa solar fotovoltaica, os elétrons migram para a parte da célula de Silício que não possui elétrons, e com isso cria uma corrente elétrica que chamamos de energia solar.

Existem diferentes tipos de painéis solares que podem ser instalados, e dentre eles temos.

Tela de Silício monocristalino

Esse foi o primeiro tipo de painel solar que surgiu e possui uma eficiência mais alta. Sua cor é uniforme e o equipamento possui cantos arredondados.

Entre as vantagens do uso desse tipo de painel estão:

  • Maior eficiência;
  • Ocupa menos espaço;
  • Vida útil mais longa;
  • Funciona bem mesmo com pouca luz.

Sua fabricação se dá por meio de um único cristal de Silício ultrapuro, fatiado de forma a criar lâminas individuais que são transformadas em células fotovoltaicas. 

Painel policristalino

Esse tipo também é conhecido como Polisilício e chegou ao mercado no ano de 1981. Sua principal diferença com o monocristalino é a maneira como o cristal é fundido.

Os cristais são fundidos em um bloco para preservar a formação de múltiplos cristais, e ao ser cortado, conseguimos observar essa formação.

Esse tipo é vantajoso porque a quantidade de Silício residual é menor em comparação ao monocristalino. Esses painéis também são mais baratos e sua vida útil chega a 30 anos.

Painel amorfo (a-Si)

Essa tecnologia só havia sido aplicada na fabricação de calculadoras de bolso, mas com o avanço e as inovações, também pode ser aproveitada na fabricação de painéis solares.

A combinação de várias camadas de células solares resulta em taxas mais elevadas de eficiência, apesar de possuir um custo mais elevado.

Painel de telureto de cádmio

Um fabricante de gerador de energia portátil também pode utilizar esse tipo de painel, que possui uma tecnologia que utiliza película fina, superando a eficiência e custo dos painéis de Silício cristalino.

Para resumir suas características, podemos dizer que a instalação desse tipo de painel é feita por meio de grandes campos solares, portanto, vencendo utilizado em grandes usinas de energia solar.

Painel de seleneto de cobre, índio e gálio

Também conhecidos como células solares CIGS, esse tipo de painel tem mais potencial e é mais eficiente. Sua produção começou na Alemanha no ano de 2011.

É um tipo muito mais potente e já podemos encontrá-lo no Brasil. Entretanto, diferentes tipos de células solares com película fina estão sendo pesquisados e desenvolvidos, portanto, no futuro teremos boas novidades.

Painel híbrido

Também conhecida como HJT, essa nova tecnologia chamada de heterojunção é a mais potente do mercado, e pode ser utilizada por uma empresa de locação de grupo gerador.

Seu processo de fabricação é similar a dos painéis fotovoltaicos monocristalinos, entretanto, é utilizada uma técnica de passivação com camada de Silício amorfo.

Isso significa que esse painel é capaz de produzir mais energia por metro quadrado e funciona bem com temperaturas mais altas, sendo ideal para países quentes como o Brasil.

Ela ainda está indisponível no mercado, mas em breve poderíamos contar com essa facilidade na geração de energia solar.

Painel orgânico

A célula orgânica é um tipo de célula solar de polímero, que utiliza a eletrônica orgânica para lidar com polímeros orgânicos condutores, que ajudam a absorver a luz e transportar a carga necessária para a produção de eletricidade.

Essa tecnologia também é conhecida como OPV e foi criada há muitos anos como uma tecnologia fotovoltaica flexível, concursos reduzidos, sendo recomendada para processos de impressão máquinas mais simples.

Um fabricante de régua de energia para rack precisa utilizar um tipo mais potente, tendo em vista que poucas empresas conseguem utilizar esse tipo de célula fotovoltaica em produções de grande escala.

Agora que você já sabe quais são os principais tipos de placas solares, no próximo tópico, vamos mostrar as vantagens de utilizar esse tipo de energia.

Vantagens do uso de painéis solares

A utilização desse tipo de energia para as muitas vantagens para os usuários, e dentre as principais estão:

Excelente aplicação para o futuro

Tanto uma empresa fabricante de placa de gesso quanto uma residência, ao utilizarem esse tipo de energia estão fazendo um excelente investimento para o futuro.

Isso se deve ao fato de que os painéis duram cerca de 20 anos, enquanto o inversor pode durar 10 anos e ainda possuir 7 anos de garantia.

São equipamentos pensados para gerar eletricidade limpa, por pelo menos duas décadas, contando com manutenções periódicas que podem aumentar ainda mais sua vida útil.

Mesmo que seja necessário fazer um considerável investimento inicial, você vai poupar mais de 20 anos de conta de energia elétrica, que pelo preço atual, significa uma economia muito grande.

Reduza o consumo na conta de energia

Se você faz um conserto de placa de ar condicionado, imediatamente nota uma redução considerável na conta de energia elétrica. Entretanto, essa redução é ainda maior ao utilizar energia fotovoltaica.

Isso acontece porque você vai gerar eletricidade gratuita e limpa o dia todo, e ela vai cobrir as necessidades energéticas dentro do imóvel, e esse consumo vai amortizar a necessidade de uso da rede.

Minimiza os impactos ambientais

O uso desse tipo de eletricidade reduz os impactos ambientais, pois não emite carbono. 

A poluição acontece porque a energia produzida na rede é proveniente da queima de combustíveis fósseis, que emite gás na atmosfera.

Portanto, ao optar pelos painéis fotovoltaicos, você está colaborando com a geração de energia limpa e com a manutenção do meio ambiente.

Valorização do imóvel

A venda de imóveis com placas fotovoltaicas é muito mais lucrativa. A partir do momento em que você instala um painel solar fotovoltaico, o imóvel passa a ser mais valorizado pelo mercado imobiliário.

As pessoas estão cada vez mais conscientes da importância desse tipo de energia, além do mais, ninguém quer gastar um absurdo com eletricidade.

Portanto, os imóveis que produzem sua própria energia elétrica são mais procurados no mercado e podem ser vendidos ou alugados por um preço mais alto.

Geração de energia limpa

Atualmente, as pessoas procuram fazer tudo o que é possível para colaborar com a preservação do meio ambiente, por exemplo, ao utilizar bateria estacionária 100ah.

A partir do momento em que você escolhe gerar sua própria energia por meio dos painéis fotovoltaicos, passa a produzir uma eletricidade limpa e renovável.

Ela é proveniente da luz solar, uma fonte inesgotável de energia capaz de sustentar todo o planeta Terra. 

Além dela, outra opção é a produção de eletricidade por meio do vento, conhecida como energia eólica.

Conclusão

Em resumo, o Sol é uma potente fonte de energia elétrica para a humanidade e só precisa ser explorado do jeito certo para que com isso possamos reduzir os impactos ambientais, provocados pelas hidrelétricas.

As placas solares surgiram como uma verdadeira revolução no modo como produzimos energia elétrica, e apesar de exigirem um investimento no início, se pagam rapidamente e trazem muitos benefícios para os usuários.

A natureza agradece a sua utilização e você nunca mais vai precisar se preocupar com a conta de energia. Uma maneira sustentável e inteligente de usufruir da eletricidade.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Actualizado el