Elevadores residenciais: os custos mensais

elevador

Tem dificuldades no acesso à sua moradia ou prédio, mas receia o peso do investimento num elevador no seu orçamento mensal? Este é um problema comum, mas que queremos desmitificar. Nos dias de hoje, a grande maioria dos elevadores para casas têm gastos muito reduzidos, podendo até ser semelhantes a um eletrodoméstico.

 

Se optar por uma solução com certificação energética classe A – o caso do elevador doméstico homelift da Liftech – consegue garantir a instalação de um equipamento económico e eficiente no uso quotidiano.  Com esta certificação energética o consumo reduzido está garantido, bem como uma forte preocupação com o meio-ambiente.

 

Se estiverem ligados às redes elétricas domésticas, estes elevadores residenciais não requerem nenhuma adaptação de energia e da sua potência em particular para o seu certo funcionamento.

 

Desta forma, podemos comparar os gastos mensais de um elevador residencial ao de um pequeno eletrodoméstico, tal como uma máquina de lavar a roupa. No caso do elevador doméstico Homelift da Liftech, o consumo só é efetuado em subida, pois a descida é efetuada pelo meio da gravidade. E mesmo no momento em que está em standby, o consumo do equipamento é praticamente nulo, semelhante aos pequenos eletrodomésticos do mesmo nível energético.

 

Mas é importante salientar que os gastos reais do mês dependerão, sempre, do tipo de uso realizado e número de viagens diárias a serem efetuadas.

 

Partilhamos consigo o consumo de um elevador doméstico num exemplo de consumo mensal numa habitação com cerca de 10 viagens diárias. O gasto estimado do elevador é de 2,40€ e o consumo mensal em standby de cerca de 11€. Um total de 15€ aos quais acresce o IVA legal em vigor.

 

No final do mês, o preço que paga para ter segurança, conforto e boa mobilidade é reduzido na sua fatura familiar.

 

https://www.liftech.pt/pt/ 

Actualizado el