¡Únete!

¡Inscríbete gratis y recibe las mejores ofertas a través de "Territorio Ahorro"!

¡Suscríbete!

Dicas para piscina de alvenaria

piscina

Ter uma piscina de alvenaria é o sonho de qualquer pessoa, principalmente no verão, que é a estação mais quente no Brasil. Mas, para que o projeto fique bonito, não basta apenas construir o projeto, como também pensar sobre a sua decoração.

De qualquer forma, este espaço é perfeito para os momentos de lazer com a família e os amigos, para confraternizações e para se refrescar no final do dia e durante os fins de semana.

Além da decoração, é necessário investir em alguns cuidados durante a construção e após seu término. Afinal, a limpeza e a manutenção não podem faltar, caso contrário, a piscina se transforma em um grande problema.

Quem nunca teve uma piscina em casa talvez não compreenda o que é necessário para mantê-la sempre limpa e com uma água saudável para aproveitá-la. Se este é o seu caso, fique atento

Seguindo algumas dicas simples, é perfeitamente possível fazer deste espaço o local perfeito para toda a família e valorizar o investimento.

Pensando nisso, neste artigo, vamos explicar o que é uma piscina de alvenaria, como construí-la e dar algumas dicas para cuidar bem dela. Confira!

O que é piscina de alvenaria?

Uma piscina de alvenaria nada mais é do que uma piscina estruturada por meio de vigas e colunas e pelo preenchimento com blocos de cimento.

Sua construção segue um processo semelhante às edificações de pequeno porte, o que possibilita a construí-la em diversos tamanhos, formatos e profundidade, desde que respeite as características do terreno.

Ao final da construção, assim como em qualquer outro projeto, é muito importante providenciar a limpeza de obras.

De qualquer forma, a piscina de alvenaria é o tipo mais desejado por aqueles que desejam ter esse espaço em casa, sem falar no fato de que ela é mais acessível financeiramente do que as piscinas de concreto.

Este último modelo depende de mão de obra especializada e do uso de materiais com ferragens. Mas a piscina de alvenaria também precisa de profissionais capacitados para que o projeto seja bem planejado e durável.

Como construir uma piscina de alvenaria?

Uma piscina é basicamente um reservatório de água e, por essa razão, demanda alguns esforços, tanto no que diz respeito às laterais, quanto às condições do solo.

Por essa razão, é imprescindível garantir que todas as etapas do processo de construção sejam realizadas por profissionais. Caso contrário, é de se esperar que o proprietário tenha prejuízos no futuro.

Tendo isso em mente, chegou o momento de saber como construir uma piscina de alvenaria. Algumas das principais dicas são:

1 - Definir as características do projeto

O primeiro passo a ser dado é definir o tamanho e o formato da sua piscina, levando em consideração o espaço do terreno, além de averiguar se existem instalações e canos que não podem ser prejudicados durante a escavação.

Para aproveitar o local e todos os acessórios para piscinas, é necessário que ela seja construída em um espaço com boa incidência de sol, além de possibilitar a circulação em suas laterais.

A profundidade depende do perfil dos usuários, uma vez que as crianças pequenas precisam de piscinas mais rasas, para garantir a segurança de todos.

2 - Escavar o espaço correspondente

A escavação depende muito das condições do solo, principalmente no que diz respeito aos esforços e aos materiais que devem ser utilizados.

Se o solo for mais saturado, é necessário providenciar escoras para evitar desmoronamentos.

Além de escavar o local onde a piscina será construída, é preciso escavar os espaços para a casa de máquinas, pontos de drenagem e ligações hidráulicas.

3 - Fazer a fundação

Durante qualquer projeto de construção, a fundação é imprescindível para otimizar a qualidade e o tempo de uso da piscina. Sua ausência pode danificar a estrutura das colunas, vigas e preenchimentos, além de provocar trincas e fissuras.

Assim como no caso de uma pintura residencial externa, esteja atento a alguns detalhes. Na hora de construir a fundação e as paredes, é muito importante deixar uma passagem para as demais instalações.

O espaço deve contar com uma queda no piso para o escoamento da água pelo ralo, o que também permite esvaziar a piscina sem maiores dificuldades.

4 - Impermeabilizar o local

Mesmo que a piscina seja de alvenaria, ela não é completamente impermeável. Por essa razão, o projeto deve incluir a impermeabilização do caixote.

Existem maneiras diferentes de fazer isso, mas a principal é por meio da aplicação de massa asfáltica ou então argamassa impermeabilizante.

Isso é essencial, uma vez que o revestimento final não garante a impermeabilidade, o que pode prejudicar a estrutura, desestabilizá-la futuramente e provocar infiltrações.

5 - Escolher o revestimento

Você pode se inspirar nos hotéis românticos para escolher o revestimento, tendo em vista que o mercado oferece uma grande variedade de opções.

Atualmente, as pastilhas costumam ser as mais usadas, além dos cerâmicos, mas para não errar, escolha o tipo de revestimento que seja mais fácil para você limpar e cuidar da manutenção. Assim, evita-se o acúmulo de fungos.

Quanto à borda, as melhores opções são os revestimentos porosos e antiderrapantes, afinal, é necessário impedir possíveis acidentes e utilizar revestimentos que esquentam muito em dias de sol.

Além de pensar nesses aspectos durante a construção da sua piscina, depois que ela estiver pronta, existem outros pontos a serem considerados.

Principais cuidados com a sua piscina

Uma piscina pronta requer muitos cuidados no dia a dia, o que pode comprometer a qualidade da água e a estrutura do projeto ao longo do tempo. Para evitar esses problemas, as principais dicas são:

Evitar a proliferação de algas

Nos projetos de construção de piscinas, os proprietários precisam tomar alguns cuidados para evitar o surgimento de algas. É comum que elas apareçam, mas não se pode permitir o acúmulo.

As algas não são nocivas para a saúde, mas elas colaboram para o surgimento de outras bactérias mais perigosas. As algas são provenientes da ação do tempo, trazidas pelo vento, pela chuva e pela roupa dos usuários.

São elementos muito pequenos, mas que se reproduzem rapidamente. Existem 20 mil espécies de algas no mundo, mas nas piscinas elas podem ser divididas por cores, sendo as mais comuns verdes, pretas, rosas e amarelas.

Para lidar com esse problema, a primeira coisa a se fazer é uma limpeza geral, escovando os locais onde elas costumam se acumular.

Enquanto a impermeabilização de pisos evita danos provocados pela umidade, o algicida ajuda a evitar as algas. Utilize 10 ml do produto a cada 1.000 litros, pois isso já é o suficiente para garantir a qualidade da água.

Atenção com os acabamentos

O acabamento das piscinas de alvenaria também pode ser prejudicado com o tempo, independentemente de ser vidro, vinil, pastilha ou azulejo.

Quem prefere usar azulejo deve ter atenção redobrada, pois esse material precisa de manutenção constante, por meio de escovação e limpeza, o que evita o acúmulo de sujeira no rejunte.

As pastilhas também precisam desse cuidado, por isso, na hora de comprar os materiais, certifique-se quanto à sua qualidade, tendo em vista que existem diferentes marcas.

Para manter os acabamentos sempre limpos, utilize um bom limpa bordas e clarificante. Agora, se eles já estiverem bem danificados, talvez seja melhor providenciar uma reforma.

Os projetos de arquitetura com piscina podem ser mais econômicos se você optar por revestimento de vinil, pois ele cobre vazamentos e é uma solução simples, rápida e barata.

Esse material funciona como um impermeabilizante, garantindo a integridade de toda a estrutura, mas lembre-se de checar o projeto de ponta a ponta, para evitar o surgimento de bolhas.

Evitar o excesso de produtos

Os produtos para limpeza de piscina devem ser utilizados, mas siga as instruções do fabricante na hora de aplicá-los.

Por exemplo, o excesso de cloro pode corroer o rejunte e desprender os azulejos e pastilhas. Assim sendo, é vital evitar os excessos, pois além de prejudicarem a estrutura da piscina, estes produtos também podem se tornar nocivos à saúde.

Mesmo que a intenção seja fazer a supercloração, por conta de problemas mais sérios, como no caso de odores, é necessário ter atenção e cuidado.

O ideal é fazer manutenções semanais, principalmente se a piscina não for de uso exclusivo, como no caso dos condomínios e clubes.

Considerações finais

Todos esses cuidados, juntamente com um bom serviço de jardinagem e paisagismo, vão transformar a sua piscina em um local incrível e perfeito para vivenciar bons momentos de lazer.

Prezar por um projeto de construção bem elaborado e tomar os devidos cuidados são etapas essenciais para ter uma piscina de alvenaria.

Neste artigo, você aprendeu um pouco mais sobre essa construção e agora está pronto para ter este local à sua disposição, todos os dias.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

 

Actualizado el