Dicas para economizar energia no seu consultório

energia

Se tem uma coisa que sempre chega, são as contas! Não tem como fugir, então ter um controle de redução de custos é uma boa estratégia para o melhor funcionamento e rendimento do seu negócio.

Quando se tem uma clínica odontológica, existem muitos gastos, desde água, luz, aluguel do espaço quando, impostos até pagamento de funcionários e compra e manutenção dos equipamentos.

Isso compromete grande parte do lucro que você ganha com seu trabalho, você pode investir em divulgação por meio das mídias sociais e do Google em anúncios e palavras chave, como "quanto custa um implante dentário", "implante dentário preço", "clareamento consultório" para alcançar mais clientes para sua especialidade, mas mesmo conseguindo um bom retorno, é um valor que precisa investir.

Mas existem algumas formas de auxiliar você na diminuição dos gastos mensais, principalmente quando se trata dos gastos de energia.

Conheça os gastos do seu consultório

O primeiro passo para economizar nos gastos é ter sabedoria e controle sobre ele, por isso uma estratégia muito válida para qualquer negócio é implementar o fluxo de caixa.

Com ele você consegue ter o controle de todos os valores que entram e saem do seu caixa e para que finalidade, sendo possível assim identificar de onde vem sua maior despesa.

Você pode contar também com auxílio de software de gestão, esse é um grande aliado de um fluxo de caixa mais preciso e que garante maior controle.

Controle de gastos com energia elétrica

Sem perceber o uso da energia elétrica, literalmente, faz parte do dia-a-dia de todo mundo e em grande proporção, tanto que muitas vezes não vemos uma forma de economizar e diminuir seu consumo.

Mas mesmo que pareça não ter solução para diminuir seus gastos referente a isso, existem muitas de atitudes simples que podem fazer uma grande diferença no valor a se pagar ao fim do mês.

110 V versus 220 V

O consumo em ambos os casos é o mesmo, o que varia é o valor de corrente que circula pela instalação e aparelho, que no caso de 220V é menor. Ou seja, é possível usar fios e cabos elétricos com seção nominal menor dos que os ligados em 110V.

Mas lembre-se, que para isso, você precisa seguir as normas indicadas de instalação elétrica da sua região.

Equipamentos eletroeletrônicos

Quando o assunto é residencial os vencedores em consumo de energia elétrica são os chuveiros e ar condicionado, mas quando se trata de comércio, os campeões são os motores elétricos e iluminação.

São coisas simples, porém também são essenciais. Por isso, sempre opte por equipamentos com alta eficiência energética e que contenha o Selo do Procel.

Mesmo que não seja uma qualificação obrigatória, os equipamentos que possuem classificação A do Procel economizam mais energia.

Lâmpadas

Não existe forma de falar de economia elétrica sem falar das lâmpadas. Elas são fundamentais para o bom funcionamento de um consultório e para a qualidade de serviços.

Afinal, como realizar qualquer procedimento, por exemplo de um prótese sobre implante dentário se não tiver uma boa iluminação?

Por isso, a dica para economizar mesmo com o uso constante de luz, é optar por lâmpadas de LED.

Mesmo que no primeiro momento seu valor seja maior, essa é a melhor opção considerando seu baixo consumo e maior durabilidade. Então colocando na ponta do lápis, no fim do mês o gasto vai ser menor.

Além disso, uma grande aliada na economia de energia são os sensores de luminosidade e de presença.

Com a instalação de sensores posicionados corretamente você garante maior conforto e redução de custos de forma rápida.

Existem ainda dicas pontuais, que podem ser levadas em consideração tanto no seu consultório, quanto na sua casa:

  • Apague a luz dos ambientes que não estiverem sendo utilizados;
  • Quando estiver com ar-condicionado ligado, deixe o ambiente com a porta fechada;
  • Evite manter equipamentos no modo de stand-by, quando não estiver utilizando opte por tirá-los da tomada, isso pode reduzir até 15% no gasto mensal;
  • Evite o uso de benjamins e réguas de tomada, devido ao acúmulo de ligações aumentam o consumo de energia;
  • Prefira manter os chuveiros e torneiras elétricas no modo "verão" pois assim economiza energia e se possível escolha energia solar ou gás para aquecimento de água.

Ainda vale ressaltar que aparelhos mais novos tendem a consumir menos energia, devido suas versões serem mais modernas e com maior tecnologia.

Com a adaptação de novos hábitos, mesmo que sejam simples, pode impactar positivamente e muito no valor da sua conta ao fim do mês.

Então mesmo que seja uma tarefa difícil vendo de forma ampla, com um fluxo de caixa bem programado e adaptando seu consultório com alguns detalhes, é possível diminuir os gastos e conquistar uma rentabilidade financeira maior.

Sem contar que com a economia de energia, você irá ajudar no aumento dos seus rendimento, mas muito mais que isso, você pode ajudar também na prevenção do meio ambiente.

Conteúdo produzido por Giulia Vaz, redatora na empresa Vue Odonto

Actualizado el