Aprenda a dar destaque em sua decoração com persianas

persianas

As persianas são peças clássicas de decoração que podem trazer muita sofisticação para qualquer ambiente, combinando praticidade e beleza. 

Além disso, existe uma enorme variedade de tipos, cores e materiais, disponíveis no mercado, fazendo com que surjam dúvidas de qual a melhor opção para ser instalada em cada cômodo de um lar.

Pensando nisso, se você concorda que uma cortina faz toda a diferença na decoração de um ambiente, leia esse artigo até o final.

Afinal, o que é uma persiana?

A persiana é uma espécie de cortina que se caracteriza pela presença de placas fixas ou móveis. São utilizadas para proteger os cômodos do sol direto, ao mesmo tempo em que garantem a ventilação do ambiente, sem desnudá-lo. 

Ademais, elas podem ter um acionamento manual ou automático, de forma que você pode optar pela automação residencial de persianas e abrir ou fechá-las por meio de controle remoto, aplicativos ou sensores de movimento e som.

São adequadas para qualquer tipo de ambiente, desde quartos, cozinhas, banheiros e até mesmo áreas externas.

Portanto, ao escolher um modelo, considere:

  • Finalidade;
  • Cor;
  • Textura;
  • Material;
  • Tamanho;
  • Instalação e manutenção.

A persiana é uma peça coringa na decoração, uma vez que são utilizados diferentes materiais para a sua confecção, entre lâminas de PVC, metais, fibras naturais e tecidos. 

Isso garante sua grande versatilidade, visto que você pode escolher materiais translúcidos chamados de tela solar, ou materiais que bloqueiam totalmente a passagem de luz, como os blackouts (ou blecaute).

Permitindo grande personalização, as persianas podem ir até o chão ou somente cobrir a janela. Para um ambiente mais refinado, recomendamos as maiores. 

Se a intenção for criar um cômodo mais descontraído, as peças mais localizadas são as mais indicadas. Nesse caso, o ideal é que tenha em torno de 15 centímetros a mais que a janela, considerando todas as laterais. 

O uso de uma bela persiana vertical para porta também é uma boa ideia para valorizar um ambiente, trazendo mais aconchego.

Existem diversos tamanhos prontos, mas você também pode encomendar persianas sob medida em lojas especializadas.

Para sua instalação, existem duas possibilidades. Pode-se colocá-las no vão das janelas, que deve ter uma medida adequada para diminuir frestas, ou instalar por fora.

Quanto à limpeza, o recomendado é que seja feita semanalmente, com um pano ou espanador de pó. Apesar da manutenção ser simples, é preciso tomar cuidado no momento da higienização para não danificar o material. 

Evite panos úmidos em persiana de tecido, por exemplo. Já materiais como madeira, PVC, bambu ou alumínio, precisam de um pano úmido ou esponja. 

Além disso, tome cuidado com o produto de limpeza escolhido, pois pode não ser adequado ao material e jamais use materiais ou produtos abrasivos. O mais indicado para qualquer caso é o detergente neutro diluído em água.

Uma vez ao mês, aconselhamos o uso de aspirador de pó e uma lavagem completa em uma empresa especializada em manutenção de persianas, semestralmente ou anualmente, dependendo do nível de poeira da sua região.

Ainda, sugerimos sempre contratar esse tipo de serviço para as higienizações pesadas, pois é preciso habilidade para fazê-lo sem danificar a persiana. Em muitos casos, é necessário remover as lâminas, uma a uma, para uma limpeza adequada.

Por fim, um ponto que merece atenção é manter as persianas recolhidas ao deixar janelas e portas abertas, principalmente em regiões de ventos mais fortes. 

A ventania vai fazer com que as lâminas batam umas nas outras, o que pode entortá-las e estragar sua persiana.

Principais modelos de persianas

Antes de mais nada, vale lembrar que esse tipo de cortina é indicado tanto para uso residencial quanto comercial. 

A única restrição é que você deve considerar sempre o tipo de janela ou porta que será coberta. Persianas são ideais para estruturas corrediças ou de abertura fixa, nunca devendo ser instaladas do lado para o qual ela abre.

Modelos horizontais, nos quais as lâminas se acomodam na parte superior quando abertos, são os mais comuns na decoração, mas as persianas verticais ficam muito bem nos mais variados ambientes. 

Nesses modelos, as lâminas se abrem lateralmente e dão sensação de um pé direito maior, ou seja, mais amplitude no ambiente. 

Isso é muito adequado, especialmente, para cômodos menores. Portanto, sempre considere com atenção o cômodo e a finalidade da cortina. 

Por exemplo, se tratando de cozinhas, áreas de serviço, banheiros e churrasqueiras, não utilize persianas de tecido, devido a umidade e acúmulo de gordura e sujeira. Uma persiana aluminio combina muito com esses tipos de ambientes.

Confira, a seguir, a diversidade de opções:

1 - Persiana romana

O modelo horizontal, que abre de baixo para cima, é o que conhecemos como persiana romana. 

Elas possuem um design interessante com visual clássico, se dobrando à medida em que são suspensas. 

Os modelos mais modernos formam gomos bem delicados, que inclusive podem fazer parte da decoração, dispensando a necessidade de um espaço estratégico entre o teto e a janela.

Uma bela persiana de madeira é muito indicada para as salas, dormitórios e escritórios, garantindo conforto e sofisticação.

2 - Painel

Os modelos em painel são soluções perfeitas para vãos de passagem e grandes espaços. São persianas verticais, com várias opções de recolhimento e abertura. 

O trilho superior quase não pode ser notado, o que proporciona um visual diferenciado ao ambiente, isto é, mais clean. Combinam muito com uma decoração mais minimalista.

3 - Rolô

O modelo rolô é considerado uma persiana, mas tecnicamente é uma cortina, pois não existe abertura entre lâminas. São painéis únicos que, ao serem recolhidos, formam um rolo. 

Os materiais mais comuns são as telas solares, que filtram os raios UV sem impedir a entrada da luz natural, e o vinil, resultando em uma linda persiana horizontal blecaute, que veda muito bem a luz exterior, sendo uma ótima opção para dormitórios.

Outros materiais diferenciados são a juta, celulose ou fibras naturais, além de tecidos como o poliéster.

4 - Persiana celular

Essa é uma novidade tecnológica desenvolvida em 1985 em resposta à crise energética da época. É uma opção mais cara, mas a qualidade torna o investimento válido.

O modelo conta com um design inspirado nas células de uma colmeia de abelhas, possuindo bolsões entre as divisões que otimizam a regulação da temperatura, mantendo o ambiente quente no inverno e fresco no verão, além da proteção acústica.

Também é uma boa opção de persiana para escritório, havendo modelos em material translúcido ou blackout.

Entre os diferenciais, ainda podemos citar a proteção contra radiação UV e propriedade antiestática, o que reduz o acúmulo de pó. 

Perfeitas para a decoração de residências onde habitam pessoas com alergias ou até mesmo para ambientes comerciais, como clínicas ou salões de beleza.

5 - Double vision

Traduzindo double vision para o português, temos ”visão dupla”, e essa é a sensação fornecida por esses modelos de persiana que alternam entre faixas opacas e translúcidas.

Trazem elegância ao ambiente, além do diferencial de manter a privacidade e bloquear a luz, sem perder a visão externa. É uma ótima pedida de persiana varanda gourmet, por exemplo.

Qual escolher: cortina ou persiana?

As cortinas são itens decorativos clássicos e bastante tradicionais. No entanto, sua higienização e manutenção pode ser bem mais complicada.

As persianas vêm ganhando espaço e caindo no gosto de decoradores devido ao visual mais moderno, além de garantir versatilidade e praticidade. 

As persianas são extremamente versáteis, ajudam no conforto acústico e térmico do cômodo, protegem da luminosidade e trazem privacidade.

A sofisticação vai depender do material e da integração com a decoração do ambiente. Esse item vem ganhando novo design, tecnologias e materiais diferenciados, o que o democratizam ainda mais.

São a melhor escolha para pessoas que sofrem com problemas respiratórios ou algum tipo de alergia, principalmente aquelas de materiais alternativos ao tecido. 

As persianas são de simples higienização e, dessa forma, não acumulam poeira. Além disso, por serem maleáveis, garantem certa ventilação ao ambiente.

Isso tudo sem falarmos das cores que podem transformar ambientes. Com a grande variedade de materiais, existem persianas das mais diversas cores, tons e texturas. 

Considerações finais

Quando pensamos em persianas, o mais comum são os tons sóbrios como branco, cinza ou bege, mas você não precisa se restringir ao tradicional. Se combinar com seu estilo, não tenha receio de ousar. 

Existem opções em cores vibrantes, estampadas, translúcidas e até com acabamentos bem diferenciados, como o glitter. A decoração de um ambiente tem que combinar com quem o utiliza, e não faltam opções de personalização.

Uma boa dica é combinar persianas e cortinas. Isso cria um visual muito diferenciado e personalizado.

No entanto, é válido lembrar que não é ideal para qualquer espaço e a abertura de portas e janelas tem que ser considerada. Indicamos um bom arquiteto ou designer de interiores para orientar na escolha do modelo ideal para sua nova decoração. 

Afinal, quanto mais bom gosto e exigência, mais sofisticação e requinte para o ambiente.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Actualizado el