Decoração retrô: saiba como fazer

retro

A decoração retrô é uma tendência que está presente no design de interiores, pois ela visa reviver os conceitos de décadas passadas, porém em conjunto com elementos modernos, dando um toque ousado e versátil ao ambiente.

 

O problema é que esse estilo envolve o uso de peças antigas, muitas vezes originais de anos passados - e nem sempre é fácil encontrar algo que esteja em boas condições.

 

Então, você precisa garimpar. Claro que, hoje em dia, dá para encontrar muitos móveis que são réplicas de objetos antigos, principalmente das décadas de 1960 e 1970. Mas, se você quer dar um toque realmente retrô, vale a pena buscar pelas peças originais.

 

Imagine, por exemplo, encontrar aquele lustre para sala pequena, de décadas atrás, mas que ainda está perfeito? Além de contribuir com o estilo, você pode ter uma relíquia em casa extremamente diferenciada.

 

No artigo de hoje, saiba como fazer a decoração retrô e como aproveitar ao máximo esse estilo. Acompanhe a leitura!

O que é a decoração retrô?

O retrô nada mais é que um estilo que explora os conceitos passados, tendo como base o uso de elementos que marcaram história. Ao contrário do vintage, esse tipo de decoração permite o uso de objetos que são apenas releituras, não apenas a presença de peças originais.

 

Assim, você pode encontrar um papel de parede para sala pequena que imita a decoração da década de 1960, por exemplo.

 

Além do mais, outra coisa que chama bastante atenção no estilo retrô é a presença de cores vivas e vibrantes. No vintage, nem sempre é possível utilizar as tonalidades fortes, justamente por conta da manutenção de originalidade das peças.

 

Fora que, ao optar por elementos modernos que imitam objetos de época, você terá móveis e eletrodomésticos com melhor desempenho, devido ao avanço da tecnologia.

 

Por esse motivo, muitas pessoas preferem muito mais ter uma decoração retrô, com alguns elementos pontuais vintage.

5 dicas para aplicar a decoração retrô na sua casa

Diante da popularidade do estilo retrô, muitas pessoas estão buscando aplicar a decoração em suas casas. Mas, há certas dúvidas sobre o que realmente fica bonito nos ambientes.

 

Por isso, separamos algumas dicas que vão te ajudar a escolher os elementos certos, desde a tinta para cozinha, até os pequenos ornamentos. Confira!

1. Invista no equilíbrio de cores

A decoração retrô permite a combinação de tonalidades fortes e discretas, sendo possível imprimir um toque pessoal ao estilo. Contudo, é necessário ter um pouco de cuidado, para  não deixar o ambiente pesado e desarmonioso.

 

O segredo é ter equilíbrio. Sendo assim, se você escolheu um piso laminado escuro para a sala, o melhor é pintar o cômodo com uma tonalidade mais neutra.

 

Os tons pastel, com nuances suaves, são excelentes alternativas para grandes superfícies, incluindo as paredes e forros. Algumas opções de cores são:

 

  • Bege;
  • Salmão;
  • Verde-água;
  • Branco.

 

Isso ajuda a dar um toque de delicadeza, criando um fundo perfeito para aplicação de estampas, cores vibrantes ou escuras.

 

Além disso, os tons neutros não disputam atenção com alguns revestimentos comuns na decoração retrô, como as paredes de tijolos à vista, revestimentos em madeira e estampas que parecem tecidos.

 

Já as cores mais alegres criam a sensação de movimento. A dica é usá-las em pontos focais, colocadas em alguns detalhes e mantidas em superfícies menores.

 

Lembre-se de escolher um material de pintura apropriado, uma vez que as cores mais fortes não podem se misturar com outras tonalidades.

 

Algumas opções na decoração retrô são: verde, azul, roxo, laranja, vermelho e amarelo. Elas combinam bem com estofados, cortinas, tapetes, capas de almofada, entre outros ornamentos. Essas cores também ficam ótimas em eletrodomésticos.

2. Uso de revestimentos em madeira

A madeira assume verdadeiro protagonismo na decoração retrô. Tanto que é possível encontrar piso de madeira vinilico que combina super bem com o estilo, inclusive em equilíbrio com as tonalidades fortes.

 

Os móveis também são representados pela madeira, com entalhes e ângulos bem marcados (algo que era muito comum nas peças antigas).

 

Diante disso, mesmo que você tenha algum guarda-roupa de família mais antigo, veja se não é possível renová-lo para usar na decoração. Além de economizar dinheiro, é uma boa forma de manter peças clássicas em sua decoração.

 

Mas, se você não tem nenhum móvel com essa estética, dá para comprar mobílias que são releituras, em MDP ou MDF. Inclusive, muitas empresas trabalham com esse design específico. 

 

Ou seja, não há impeditivos para você não incluir a decoração retrô na sua casa.

 

No caso específico dos móveis em madeira, dê preferência para os exemplares com pés palito e alguns detalhes esculpidos, pois eles ficam bem com o estilo.

3. Dê uma chance para as estampas

Se você quer algo bastante tradicional, uma dica é dar uma chance para as estampas, como parte do papel de parede. Além da facilidade de aplicação, esse revestimento pode mudar completamente a aparência de um local.

 

Na decoração retrô, uma estampa famosa é a floral. Mas há outras opções como os desenhos orgânicos, figuras abstratas, arabescos e padrões geométricos.

 

Dá para combinar a estampa com um espelho decorativo sala de jantar e ter um espaço diferenciado, que remete aos anos de ouro, ou décadas marcantes. 

 

Você também pode acrescentar detalhes com flores, ramos de trigo e suculentas.

 

No entanto, tente não exagerar nos objetos decorativos, pois as estampas já chamam muita atenção no ambiente.

4. Tenha objetos com detalhes do passado

Mesmo que a decoração retrô não exija peças originais, nada impede que você procure por alguns objetos e relíquias em antiquários, bazares e brechós. 

 

Esse estilo de decoração aceita ornamentos variados para enfeitar os cômodos, como itens em porcelanas, cristais, além de alguns objetos mais antigos, como uma geladeira industrial, luminárias e quadros.

 

Ao procurar por esses elementos, a dica é dar preferência para os itens com acabamento prateado, acobreado ou dourado. O brilho desses revestimentos dá um toque de sofisticação ao ambiente.

 

Caso queira melhorar a aparência dos móveis, uma alternativa é restaurá-los. Assim, eles irão parecer novos, mas sem perder a característica vintage.

5. Tenha uma iluminação aconchegante

A iluminação também faz toda diferença na decoração retrô. O estilo está geralmente associado a luzes acolhedoras e convidativas, por isso é importante usar luminárias que dão vida e movimento ao espaço.

 

Quando a iluminação é bem trabalhada, é possível construir ambientes mais aconchegantes e bonitos. A dica é dar preferência ao aproveitamento da luz natural, já que é uma forma de ampliar a sensação de conforto, além de contribuir com a economia de energia.

 

Em relação à iluminação artificial, a recomendação é investir em lâmpadas com tons amarelados de preferência em LED. Elas “aquecem” o ambiente, devido à sua tonalidade mais quente,fazendo com que ele se torne muito mais atrativo e acolhedor.

 

Vale a pena distribuir bem essa luz. O ideal é colocar diferentes luminárias no espaço, como lustres, pendentes, spots, entre outros. Novamente, tenha atenção com um acabamento desses itens priorizando as luminárias com brilho e com revestimento metálico.

Exemplos decoração retrô para diferentes cômodos

Como vimos, não é tão difícil assim incorporar o estilo retrô na sua casa. Entretanto, é comum termos dúvidas sobre a decoração em cada um dos cômodos. Abaixo confira alguns exemplos de como aplicar o conceito em cada um dos ambientes.

Decoração para o quarto

O estilo retrô no quarto combina muito bem com a aplicação de papel de parede, tanto nas paredes quanto nos móveis. 

 

Além disso, outra tendência bastante comum é o uso de espelhos com molduras características de épocas passadas, que combinam bem com qualquer dormitório.

Decoração para cozinha

Cozinha, o destaque são os eletrodomésticos. Eles dão um charme a mais no ambiente, ainda mais quando são reproduções fiéis às peças originais.

 

A dica é escolher eletrodomésticos com cores vibrantes e fortes, pois essas tonalidades combinam bem com a cozinha formando pontos focais.

Decoração para sala 

Aqui, a dica é escolher uma peça-chave para montar uma composição de estilo retrô. Não há uma regra específica, sendo indicado escolher móveis de época ou reproduções, bem como cores que também reflitam a personalidade dos moradores.

 

As estantes com pés palito são preferência no mercado. Mas você pode também escolher luminárias e painéis de TV que se assemelham aos móveis de décadas passadas. 

Conclusão

O que você achou do estilo retrô? Sem dúvida, é algo que não irá sair de moda, pois ela traz o melhor das décadas passadas para dentro da sua casa.

 

Então, se você quer um ambiente divertido e acolhedor, vale a pena investir nesse estilo de decoração.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Actualizado el