Quais cuidados devo tomar para construir uma piscina em casa?

piscina

É sonho de diversas pessoas ter piscina em casa para que possam utilizar em um dia de calor ou para chamar os amigos e fazer aquela festa. Mas nem todas as pessoas sabem os cuidados necessários para manter uma piscina ou construir a sua própria.

Mas, caso escolha a segunda opção, é necessário saber quais cuidados de manutenção, o que deve ser feito e quais passos para construir a sua própria piscina. Já parou para pensar o que deve ser evitado e como otimizar o tempo e o espaço?

Não é de hoje que casas com piscinas chamam bastante atenção, e não é à toa que a grande maioria das pessoas sonham em ter uma em sua própria residência, mesmo que a área precise de alguns equipamentos especiais como um deck de piscina.

Não somente as casas, mas são muitos os condomínios e hotéis que utilizam dela para criar todo um processo para atrair mais clientes e, consequentemente, futuros  visitantes e moradores.

Esses ambientes de lazer podem estar próximos a áreas de churrascos ou próprias para as festas, podendo ter muitas pessoas se divertindo ao mesmo tempo, além de serem diferentes de festas mais convencionais.

Os cuidados para mantê-la segura vão muito além de uma rede de proteção para piscina. Podemos pensar na manutenção da mesma, o tempo e energia gasta para limpá-la, sem mencionar no tratamento da água.

Mas esses são cuidados que devem ser planejados desde muito antes, em outras palavras, desde o momento de construção de uma piscina. Afinal, muitos pensam em fazê-la do zero e da forma que acharem adequado para a sua residência.

Logo, os cuidados são um pouco diferentes mas igualmente importantes para que nada dê errado e você evite o máximo de dificuldades e obstáculos no caminho, independentemente se utilizará a tinta para azulejo de banheiro nas paredes da sua piscina.

Ao longo deste artigo, acompanhe quais são os cuidados necessários a serem estabelecidos desde o planejamento da construção da piscina, bem como o que esses esforços podem evitar. Acompanhe!

Construção de piscina: o que é necessário saber?

Antes de mais nada, a maior dica e orientação quando se tem como objetivo construir a sua própria piscina é: faça um planejamento. É necessário ter muita disciplina, organização e planejamento para que tudo saia conforme o desejo dos moradores.

Para que tudo saia dentro dos conformes e você não precise refazer sua restauração em deck de madeira, o acompanhamento de um profissional durante a fase de obras é recomendado ou, no mínimo, que ele realize o projeto conhecendo o espaço disponível.

Lembre-se de que estamos falando sobre um projeto do qual as pessoas ficarão dentro e que, o menor erro de projeto pode resultar em problemas que coloquem a segurança de seus amigos, familiares ou conhecidos em risco. Não é algo que deve ser deixado de lado.

Então, para facilitar o seu trabalho e o do profissional que irá projetar a piscina, comece desde já a pensar em alguns elementos que farão parte da área, como:

  • O espaço que irá ocupar;
  • Qual tipo de piscina será escolhida;
  • Profundidade;
  • Como será a área em volta.

Diferente de uma manutenção de jardim, onde é mais fácil alterar algumas plantas do lugar, a piscina ficará fixa e, mesmo que você decida mudar a posição da mesma, será necessário toda uma obra, além de que o dinheiro e tempo gastos será enorme.

Pensando por esse lado, é importante que você saiba sobre algumas peculiaridades das piscinas que abordaremos a seguir:

1 - Equipamentos necessários

Se uma piscina fosse apenas colocar água em um espaço no chão de sua residência, com toda certeza seria muito mais fácil e muitas outras pessoas já teriam as suas. Como sabemos, equipamentos específicos são essenciais para o desempenho da mesma.

Independentemente se você usará uma mangueira hidráulica industrial ou um caminhão pipa para preencher o espaço com água, ainda será importante comprar os filtros, escova de cerdas macia, aspirador, vassoura, peneira e até mesmo flutuadores.

É verdade que todos eles são para, em sua grande maioria, realizar manutenção. 

Mas ainda assim é algo que você deve pensar desde o momento do planejamento para que não utilize a piscina uma única vez e, depois, tenha que comprar os equipamentos para manutenção.

Existem lojas especializadas apenas nesse tipo de equipamentos e, com uma pesquisa rápida, é possível encontrar algumas bastante confiáveis. 

Pode ser que encontrem também alguns chuveiros elétricos mais econômicos que ajudem os banhistas a tirarem o cloro do corpo do lado de fora da piscina.

2 - Sobre o cloro e demais produtos

Sim, o cloro é um dos químicos que são utilizados para o tratamento da água de sua piscina, mas diferente do que muitos pensam, ele não é o único, afinal, não é só o cloro que é utilizado para possibilitar uma água sanitizada.

Outros produtos como limpa bordas, algicida e clarificantes são de extrema importância para que a água esteja sempre o mais limpa possível, ajudando a retirar as pequenas partículas de sujeiras que acabam caindo e transitam pela água.

Assim como uma reforma de varandas demanda de um tratamento físico para manter a manutenção, a sua piscina também precisa. 

Aliás, tudo o que conversamos até o momento neste tópico está diretamente relacionado à manutenção química da água.

Isso se refere tanto ao simples fato de limpar a piscina com as redes quanto mantê-la com a lona de proteção. Dessa forma, a área sempre estará bastante limpa e bem tratada, não sendo necessário realizar a limpeza diária, mas com intervalos mais espaçados.

3 - A segurança deve ser prioridade

Uma piscina é sinônimo de diversão e lazer, mas você deve sempre priorizar a segurança das pessoas que a utilizarão. Portanto, pensar em como os equipamentos estarão disponibilizados e na área ao redor dela deve ser uma das prioridades.

Utilizar pisos antiderrapantes, por exemplo, pode evitar que alguém escorregue por conta da água, causando um acidente que pode variar de algo leve até bastante sério, dependendo da gravidade e da forma como a pessoa cair.

Também é indicado ter de uma a duas escadas para que os banhistas possam entrar na água através dela e que consigam, depois, sair com segurança. Placas orientando a profundidade também são indicadas para evitar possíveis afogamentos.

É normal que, em um momento de distração ou lazer, alguém acabe pulando na piscina e, essas placas, podem indicar que em tal espaço a profundidade é menor que 1,5m, portanto, não é indicado o mergulho para evitar que ocorram batidas de cabeça no piso da piscina.

4 - Lembre-se de construir uma casa de máquinas

Até agora, abordamos os equipamentos necessários para a manutenção, projeto de construção e segurança de uma piscina, mas um elemento que é extremamente necessário e que deve estar em seu planejamento é o local onde será construído a casa de máquinas.

De forma direta, a casa de máquinas é o espaço onde é realizada a instalação das tubulações, equipamento e acabamentos da piscina, precisando estar sempre limpa, bem arejada e seca. Lembre-se que os produtos químicos devem ser mantidos distantes.

Ao entrarem em contato com o cloro, podem causar incêndio e, por ser uma área seca, será muito mais fácil do fogo se alastrar, isso sem mencionar os fios e a rede elétrica que estará em contato com o gerador, filtro e outros dispositivos.

Após seguir todos os passos orientados até este momento, sua piscina estará pronta para ser utilizada. 

Porém, lembre-se que pode ser necessária a opinião de um profissional especialista para garantir ainda mais a segurança do lugar. Não se esqueça do que foi descrito em um tópico anterior: segurança em primeiro lugar.

Considerações finais

O artigo de hoje abordou os cuidados necessários a serem tomados ao construir a sua própria piscina, além de explicar o quão importante é o planejamento da mesma e como pode ser prejudicial não se atentar às orientações descritas anteriormente.

Levar a construção da sua piscina a sério e se atentar a todas as medidas de segurança possíveis é fundamental, além de comprar equipamentos e produtos de qualidade para que tudo esteja muito bem alinhado na hora da utilização.

A área da piscina deve ser algo para lazer, descontração e divertimento e, com toda certeza, você não quer se preocupar ou ter uma surpresa desagradável por falta de investimento ou descuido. Por isso, é necessário o acompanhamento de um especialista.

Por fim, já pode começar a planejar a construção do seu espaço. Faça no formato que achar que combine mais com a sua residência e que será realmente uma tração tanto para você, quanto para os seus convidados.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Actualizado el