¡Únete!

¡Inscríbete gratis y recibe las mejores ofertas a través de "Territorio Ahorro"!

¡Suscríbete!

Ambientes integrados: saiba como fazer!

ambientes

Os projetos arquitetônicos passaram por inovações ao longo dos anos, tal fato se dá pelo aumento da modernização nas construções e também o surgimento de novas tendências, como desenvolver ambientes integrados nos imóveis.

Quando se trata de arquitetura e demais áreas que carregam a arte no geral, é importante enfatizar que novas tendências surgem diariamente. Além disso, as tendências antigas são incrementadas com aplicações distintas.

O que significa que os fabricantes de móveis para casa, como bancada de granito para cozinha, precisam estar atentos para a demanda do público, buscando desenvolver cores e móveis que supram as expectativas.

No escopo de ambientes integrados, dois pontos são cruciais para quem deseja renovar a aparência do imóvel: usar objetos funcionais e dar atenção na paleta de cores. Essas são as principais características, conforme observam os especialistas no tema.

Com isso, cabe destacar o efetivo significado conceitual dos ambientes integrados e propor algumas dicas para que as pessoas possam ter um melhor aproveitamento do espaço nos imóveis.

Afinal, o que são ambientes integrados?

Os ambientes integrados devem ser entendidos por cômodos em casas que não possuem divisórias, dispondo apenas da decoração para indicar aos moradores e frequentadores de que há uma separação de espaços.

Essa funcionalidade da arquitetura surge paralelamente ao aumento dos desafios na vida urbana, principalmente, nas grandes cidades.

Com o êxodo rural, isto é, a vinda de trabalhadores do campo para a cidade, houveram grandes mudanças na arquitetura. Em São Paulo, por exemplo, a formação de comunidades foi um dos principais resultados disto.

Mais recentemente, os órgãos responsáveis por coletar e analisar dados referentes ao desenvolvimento e qualidade de vida observaram que nas principais cidades do Brasil e do mundo existem problemáticas cercando a pauta de moradia.

Com a explosão demográfica e o êxodo rural, as metrópoles estão repletas de moradores, tornando a questão do espaço cada vez mais disputada.

Para propor soluções referente ao tema, os especialistas vêm trabalhando em projetos de moradias menores, dando opções para que os indivíduos utilizem móveis funcionais e decorações para uma melhor otimização.

Os ambientes integrados são um meio para que as pessoas possam usufruir do espaço disponível em casa, sem direcionar muito investimento para obter um lar confortável e aconchegante.

Conheça as vantagens em integrar ambientes

A integração de ambientes é uma solução em arquitetura que engloba a decoração e a personalização de móveis.

Aliás, a decoração tem o poder de transformar completamente a aparência de um local, podendo ampliar ou diminuir, transmitir sensações e ainda transpassar a personalidade dos moradores e proprietários.

Se antes as pessoas não tinham tanta preocupação acerca da decoração em casa, atualmente tem demanda para reformas nos mais variados tipos, incluindo a aquisição de piso emborrachado para cozinha colorida. 

Em conformidade com a análise dos especialistas em arquitetura, a decoração pode acrescentar uma série de benefícios aos imóveis, como:

  • Ampliar espaços;
  • Personalizar o ambiente;
  • Propor funcionalidade;
  • Tornar o dia a dia mais leve.

Essas são as principais vantagens vistas com as decorações de modo geral, mas é preciso enfatizar as vantagens de integração de ambientes.

Por ser uma solução relativamente recente, poucas pessoas entendem efetivamente como elaborar e quais as vantagens que encontrarão.

Melhorar a circulação do ar

O primeiro ponto observado em ambientes integrados é a melhoria na circulação do ar, o que é gerado em decorrência da ausência de divisórias. 

Para construir paredes e divisórias, são adicionados revestimentos e muitas outras etapas como o reforço estrutural em vigas, para garantir a sustentação das divisórias e tornar o ambiente sobremodo seguro.

No entanto, tantas etapas acabam se tornando uma barreira para a circulação do ar, inclusive nas grandes cidades onde os moradores já precisam lidar com essa pauta devido ao clima habitual do local.

Contar com ambientes integrados proporciona aos indivíduos uma melhor circulação de ar, somando positivamente na qualidade de vida, saúde e bem-estar.

Otimizar o espaço

O espaço é uma preocupação nos imóveis em geral, isso porque além das etapas de circulação, outros pontos precisam ser considerados como o espaço a ser destinado para a instalação de toldo fixo para janela.

Contextualizando com as moradias comuns nas cidades, é normal que os espaços sejam calculados para funcionalidade.

Entretanto, no cotidiano esse cálculo pode ser dificultado com a gestão de muitos ambientes e divisórias.

Ao contar com a integração de ambientes, os indivíduos podem ter mais espaço útil para adotar novas funcionalidades, como trabalhar em jardins verticais ou separar um local para realizar hobbies.

Logo, é correto afirmar que a integração de ambientes é a solução que proporciona aos indivíduos maior tranquilidade para com as instalações e decorações necessárias em um imóvel. 

Economizar com reformas

Fazer a gestão de imóveis é uma atividade que desperta algumas dúvidas dos proprietários, isso porque muitos gastos são envolvidos como a compra de materiais, e a mão de obra dos prestadores de serviço.

Na separação de cômodos, por exemplo, é preciso considerar que a depender do tipo de moradia trabalhada, será necessária a contratação do serviço de aluguel de andaimes, para uma melhor execução das atividades de construção. 

Tendo em vista os desafios enfrentados pela população em geral, no que tange ao controle das finanças, é ideal poder contar com soluções econômicas para os imóveis, como os ambientes integrados.

Por excluírem a necessidade de reformas para inclusão de paredes, portas e divisórias, os ambientes integrados são uma boa alternativa para quem quer economizar com os investimentos em reformas. 

Design renovado

Os ambientes integrados são soluções que permitem a ausência de paredes e divisórias, mas para isso é preciso que a decoração seja o suficiente para sinalizar a separação dos espaços.

Nos principais meios de comunicação, como as redes sociais, pode-se notar que a decoração possui papel fundamental para os proprietários e moradores. A todo momento novas tendências vem surgindo como a inclusão de tetos de vidro em quartos. 

Devido ao fato dos ambientes integrados excluírem a necessidade de maiores preocupações referente às reformas, é possível afirmar que focar na construção destes permite que os imóveis sejam aprimorados com design renovado.

Como montar um ambiente integrado?

Após conhecer o significado do conceito de ambientes integrados e saber os benefícios gerados para quem decide investir nesse tipo de separação de locais nos imóveis, é preciso saber efetivamente como montar um ambiente integrado.

Para isso, é crucial atentar-se para alguns pontos essenciais, garantindo que o projeto seja exitoso e seguro, isso dentro dos períodos de médio e longo prazo.

  1. Busque avaliação de profissionais

Qualquer tipo de reforma exige atenção especial para a situação da estrutura do imóvel, aliás, é imprescindível buscar o apoio profissional para que este faça uma análise minuciosa sobre a real condição e identifique possíveis riscos.

Muitos projetos de ambientes integrados carregam a interligação entre salas, cozinhas e quartos, levando a construção de escada residencial de madeira para a separação, permitindo o melhor aproveitamento nos vãos para delimitar. 

No entanto, para instalar novos modelos de casa ou ainda derrubar algum tipo de divisória ou parede é crucial avaliar os riscos que serão gerados com essa ação.

Porquanto, buscar o apoio de profissionais em construção civil é algo fundamental no início de projetos de ambientes integrados.

  1. Foco na decoração funcional

A decoração é o ponto chave na integração de ambientes, mas para que a pauta do espaço seja atendida corretamente, o ideal é que os objetos e móveis para decoração sejam incluídos pensando principalmente na funcionalidade.

Os móveis e objetos nos lares devem ser adquiridos a partir do grau de funcionalidade que irão gerar no cotidiano. 

Do mesmo modo que as empresas buscam padronizar a produção com equipamentos como o decantador lamelar, deve ser feito nas casas.

Em outras palavras, isso quer dizer que a decoração das casas e de ambientes integrados deve ser funcional, proporcionando melhor possibilidade dos proprietários e moradores se organizarem no dia a dia, auxiliando no ganho de produtividade.

  1. Use cores para harmonia

As cores têm o poder de transmitir sensações e ainda personalizar os ambientes de acordo com as preferências particulares de cada indivíduo.

Para otimizar um ambiente integrado, o recomendado é que a utilização da paleta de cores siga de maneira harmônica, corroborando para uma melhor delimitação dos espaços.

  1. Tapetes para delimitar

Além dos itens de decoração mais visíveis como estantes e prateleiras, pode-se fazer o uso de tapetes para delimitar os ambientes integrados.

Para isso, é indicado seguir em conformidade com uma paleta de cores, corroborando para a construção de harmonia no espaço. 

Considerações finais

Os projetos arquitetônicos vem sendo inovados a cada dia, um resultado direto das oscilações no comportamento dos consumidores e também do alcance das mídias digitais nas relações de oferta e demanda.

Por fim, os ambientes integrados apresentam-se como as soluções para resolver problemáticas urbanas de moradia e espaço, sendo projetos cujo principal foco é a decoração e a funcionalidade.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Actualizado el