TOP 10 ecommerce em Portugal

Demos o salto! O ecommerce em Portugal entre 2019 e 2020 deu o salto para a frente e estamos um pouco mais perto da média europeia. Apesar do mundo ainda estar de luto com os efeitos devastadores trazidos pela pandemia é o momento de começar a olhar para as coisas boas que podemos retirar daqui e para Portugal foi o crescimento e educação, forçados por esta situação, pelos quais temos passados nestes últimos tempos, e que ainda teremos que passar para nos aproximar-mos cada vez mais dos nossos parceiros europeus.

Hoje, na Ecommerce News Portugal, trazemos-te o TOP 10 de ecommerce em Portugal, ou seja, com dominio .pt!

Fnac.pt (€57.7m)

E o grande prémio vai para a fnac.pt! As vendas líquidas de eCommerce são geradas quase inteiramente em Portugal, o que correspondeu a 57.7 milhões de euros em 2019. A categoria principal do gigante é a Electrónica & Media (€43.3m), sendo ultrapassado unicamente pela apple.com (€66.7m)


Worten.pt (€53.4m)

Em relação às vendas na categoria da eletrónica & media a worten.pt vem em 3º , precedida da apple.com e da fnac.pt, mas em 2º quando se fala de ecommerce em Portugal. A receita deverá apresentar uma taxa de crescimento anual (2019-2023) de 7,1%.

Laredoute.pt (€39.0m)

A Laredoute.pt ainda sobe ao pódio! Ocupa a 3ª posição dos top 10 de ecommerce em Portugal. No mercado da Moda no nosso país, a laredoute.pt ocupa o segundo lugar com 21,5 milhões de euros em 2019. Assim, a laredoute.pt representa 2,5% das vendas líquidas de comércio electrónico nesta categoria. Na moda a laredoute.pt encontra-se entre a zara.com (€71.0m) e a stradivarius.com (€20.5m).

Continente.pt (€37.8m)

No mercado da alimentação e cuidados pessoais a loja online do Continente é a #1 com vendas na ordem dos €29.1m em 2019. Na sua globalidade as vendas líquidas atingiram os €37.8m. As outras categorias onde a loja online do continente se destacam são Alimentação e Cuidados Pessoais Brinquedos, Hobby e bricolage, e Mobiliário e Electrodomésticos.

Leroymerlin.pt (€28.8m)

Em 5º lugar vem o aki.pt. O ano passado o grupo Adeo concluiu o processo de convergência entre o AKI e a Leroy Merlin, tendo agregado as duas marcas, com o objetivo de dar resposta aos desafios do mercado português. Os planos para 2020 eram de abrir mais lojas sendo que com o aparecimento do COVID-19 tiveram que se voltar mais para o digital.

Elcorteingles.pt (€25.8m)

Apesar da moda ser a categoria com mais vendas (35%) no elcorteingles.pt, o Mobiliário e Electrodomésticos (23%), a Electrónica e Meios de Comunicação (16%), a Alimentação e Cuidados Pessoais (13%) e os Brinquedos, Hobby & Bricolage (13%) têm relevância para os €25.8m atingidos em 2019.


Decathlon.pt (€24.3m)

A decathlon é uma conhecida marca em Portugal para aqueles que são amantes de desporto ou que precisam de algo relacionado. Recentemente tiveram que fechar temporariamente a loja online devido à crise do coronavírus que fez com que houvesse um pico numa antes visto e inesperado nas compras online. Em 2019 as vendas atingiram os 24.3 milhões de euros e as previsões do ecommerceDB para as vendas de 2020 da decathlon.pt são de 30.1 milhões de euros.

Pccomponentes.pt (€21.7m)

A PcComponentes é uma marca que nasceu em Espanha e entrou com domínio .pt no segundo semestre de 2016. Atualmente a loja online portuguesa faz parte do TOP 10 de lojas online portuguesas que mais vendem. Na Ecommerce News Portugal tivemos a oportunidade de conversar duas vezes com o Alexandre Santos, country manager da pcComponentes. Vem conhecer um pouco melhor o backstage desta loja online!

Jumbo.pt

Foi o ano passado que começou o rebranding da marca Jumbo, que passou a chamar-se Auchan em Portugal. Atualmente a loja online também se denomina auchan.pt. A marca é a número 2 na categoria da Alimentação e Cuidados Pessoais em Portugal (€11.2m), sendo ultrapassada pelo continente.pt.

Showroomprive.pt (€19.6m)

O grupo entrou no mercado português em 2012 e trouxe cerca de dois mil artigos de diferentes categorias e marcas como a Moschino, Balenciaga, Kenzo, Cacharel, Diesel, Calvin Klein, Blackberry, Pierre Cardin para o nosso país. A showrooprive.pt obteve o ano passado 19.6 milhões de euros.

Ecommerce News

Actualizado el