Projeto de Pintura de interiores

Deseja realizar uma pintura de interiores? Pois bem, comecemos. Quando quiseremos levar a cabo um projecto de pintura de interiores, teremos de levar em conta três factores: as cores, a tinta a aplicar e ainda como pintar. A equipa VINTAGE REMODELAÇÕES está pronta para qualquer desafio e ajudá-lo a obter aquilo que pretende.

A escolha das cores

Ter em atenção a este ponto já que muitas vezes uma pintura pode mudar por completo o aspecto da divisão.

Habitualmente, escolhemos cores claras para divisões pequenas, de forma a que pareçam mais espaçosas. Por outro lado, as cores mais escuras e pesadas podem absorver a luz, criando compartimentos aparentemente mais pequenos e escuros.

No entanto, quando falamos em “cores escuras” e “cores claras” não pense que estamos a referir-nos exclusivamente ao preto e ao branco respetivamente. Graças a sistemas de afinação de cores bastante sofisticados, é agora possível obter tintas em cores quase únicas. Neste momento, cores claras como os pastéis, o laranja pêssego, o rosa quartzo, o azul-bebé e o cinzento lilás são uma das grandes tendências.

As cores que escolhemos para a pintura de casas podem ainda tornar-se um meio de estabelecer um contraste com a mobília. Por exemplo, na pintura de um apartamento moderno decorado com móveis de linhas retas e simples, podemos optar por cores mais arriscadas e improváveis, como o vermelho e o laranja. Ter uma parede em vermelho vivo num espaço decorado a branco, ao estilo nórdico, altera completamente o espaço e dá-lhe uma personalidade própria. Outras pessoas preferem escolher cores diferentes para cada compartimento, de modo a que a pintura do apartamento reflita as diferentes personalidades de cada membro da família.

Escolha a tinta

Cores à parte, as tintas podem parecer semelhantes. Contudo, as aparências enganam! Hoje em dia há vários tipos de tinta, cada um com as suas capacidades técnicas.

Para pinturas de interiores em paredes, as tintas mais recomendadas são de base aquosa. Deve ainda ter em consideração o brilho da tinta, o aspeto mate ou semi-mate, a facilidade de limpeza (existem tintas superlaváveis) e a resistência a fungos (tintas hidrófugas). Os mais atrevidos podem ainda optar por tintas de toque suave, toque acetinado, camurça, seda ou veludo e tintas com efeito de ardósia ou íman.

Em cozinhas e casas de banho, é conveniente procurar tintas com elevada resistência a fungos, humidade de temperaturas quentes. No caso de querer pintar os seus azulejos, escolha tintas apropriadas para superfícies cerâmicas.

Se pretende fazer uma pintura de interiores mais completa, deverá ainda procurar tintas com características específicas para tetos, madeiras, metais e pavimentos. Tal como as tintas de parede, estão disponíveis em diversas cores e permitem uma variedade de acabamentos.

Nos tetos, prefira tintas com acabamento em mate, pois disfarçam melhor as irregularidades e não salpicam. Nas madeiras, os esmaltes acrílicos são os protagonistas por excelência – e também aqui deve ter em atenção o brilho que pretende, brilhante, saturado ou fosco. Para metais e pavimentos deve informar-se sobre produtos específicos, adequados aos materiais que pretende pintar, que sejam resistentes à abrasão.

Conte com equipa da VINTAGE que estará sempre disponível para o ajudar a perceber qual a melhor solução para a sua casa e qual a quantidade que deve comprar.

Como pintar

Uma vez que já tenha decidido quais as cores e o tipo de tinta a aplicar, poderemos passar à última fase do processo: pintar a sua casa.

A nossa equipa irá visitar o local para perceber se será necessário um primário, efetuar qualquer reparação ou tratar de manchas de humidade e fungos. Uma má preparação pode, por vezes, por em causa todo o trabalho.

Com tudo preparado, esvazie a divisão o máximo possível. Protegemos cuidadosamente os rodapés e as caixilharias utilizando fita adesiva apropriada, desmontamos as tomadas e os interruptores e cobrimos o chão.

Embora pintar a sua casa possa parecer uma tarefa simples, só um bom pintor saberá como pintar uma parede ou teto que nunca foi pintado e como pintar por cima de outras cores. Além disso, um bom pintor saberá que não deve pintar em linhas retas, mas sim em W. Confie nos profissionais experientes da VINTAGE para deixar a sua casa de “cara lavada”!

Actualizado el