Porque investir no ramo imobiliário em Portugal?

Lidar com a compra de propriedades pode parecer a primeiro modo desafiador especialmente quando há barreira linguística ou até diferença na moeda.

Por isso, é necessário ficar atento para que não haja surpresas desagradáveis durante o processo. Documentos como o contrato de promessa de compra e venda, documentações relativas a propriedade e confirmação da existência de impostos são essenciais para não deixar passar nada.

 

Uma das soluções é contratar uma agência para se proteger contra irregularidades, e, a outra é se aventurar nas papeladas. Seja qual for a escolha, o importante é adquirir a propriedade desejada e o estilo de vida dos sonhos.

Quais são os processos para adquirir uma propriedade em Portugal?

Após a revisão das documentações, a transação da propriedade normalmente é dividida em três etapas.

A primeira é a assinatura do Contrato Promessa de Compra e Venda, assinado pelo comprador e vendedor, ou seus representantes legais, que é uma garantia legal em que se procederá o pagamento de um sinal.

O próximo passo é a escritura pública título de propriedade é conferido apenas com a assinatura da Escritura Pública, levada a cabo no Cartório Notarial. Todos os documentos do processo são verificados pelo notário antes do contrato final ser lido em voz alta e finalmente, assinado pelas partes intervenientes.

Por último é feito o Registo, em nome do novo proprietário, na Conservatória do Registo Predial da área.

Durante todo o processo, o acompanhamento de uma agência imobiliária pode ser fundamental para te ajudar na indicação do caminho a recorrer para a realização da compra.

Por que Portugal?

Clima ameno, qualidade de vida, gastronomia de qualidade só quem já conhece o País sabe a diversidade cultural que há.

Além disso, Portugal está entre os 10 melhores locais para se reformar ou ainda para investir já que o preço das casas no País teve um crescimento nos últimos três anos de quase 22%, segundo um levantamento feito pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), nele foi possível identificar um crescimento em ritmo moderado dos preços dos imóveis.

O fato é que, investir em imobiliário afigura-se como uma boa aposta seja para férias ou investimento em alojamento local (AL).

Actualizado el