Decoração monocromática: como aderir a essa tendência?

Decoração monocromática

Quem pensa que um processo decorativo deve envolver muitas cores e tons para ser bonita e agradável pode estar bastante enganado. A decoração monocromática vem conquistando o seu espaço e se mostrando como uma forte tendência no setor. 

 

Para conquistar uma ornamentação interessante dentro de casa, é fundamental ter, pelo menos, alguns conhecimentos da área, para que o projeto possa ser um sucesso e ofereça aquilo o que se espera dele. 

 

Nesse sentido, quem vê um ambiente monocromático pode achar que ali não há uma harmonização e um cuidado com a decoração, o que é um erro. 

 

Esse estilo está ganhando novos adeptos, que apostam na sua beleza única para compor um visual exclusivo. 

 

Assim como as reformas de casas, em geral, são aplicadas para devolver as mesmas funcionalidades para o local que foi restaurado, a decoração monocromática utiliza uma mesma cor para a função de aperfeiçoar o espaço.

 

Ao contrário do que se imagina, isso não quer dizer que o ambiente ficará com uma única cor chapada em todos os seus elementos, desde a pintura das paredes até o estofado do sofá, por exemplo. 

 

Nesse processo decorativo há uma variação de tons, que é justamente o aspecto que auxilia na montagem dos ambientes seguindo o estilo monocromático, sem deixar de garantir um toque especial no local. 

 

No entanto, como não poderia deixar de ser, para fazer uma decoração monocromática é preciso ter conhecimentos suficientes para colocá-la em prática e evitar erros que podem deixar a ornamentação muito carregada ou pouco atrativa. 

 

Se a decoração monocromática é o estilo que você busca para o seu imóvel, mas você deseja entender mais sobre ela antes de aplicá-la, este artigo é para você. 

 

Por isso, siga na leitura dele e aprofunde os seus conhecimentos sobre o assunto. 

O que é a decoração monocromática?

Quando se decide instalar uma parede de gesso divisória, já se espera que a cor dessa superfície seja branca, dado o seu tipo de material. 

No entanto, ela pode ser inserida em um ambiente que possui como decoração outros tons coloridos, e por isso ela é pintada. 

 

Se essa parede for inserida em um ambiente monocromático, ela receberá uma pintura para que possa harmonizar com o restante do cômodo, ou seja, um tom mais claro ou escuro da cor presente ali. 

 

Para aprofundar um pouco mais no assunto, é interessante definir o conceito: decoração monocromática é aquela que apresenta uma cor predominante em qualquer um dos elementos utilizados no espaço. 

 

Quando se decide investir na decoração monocromática, seja ela aplicada em um processo de retrofit arquitetura ou na ornamentação de um dormitório, o que se faz é apostar na técnica de tom sobre tom.

 

Isso significa que a mesma cor será usada no ambiente com tonalidades diferentes, criando um estilo degradê nos diferentes objetos colocados ali. 

 

Outro ponto importante da aplicação da decoração monocromática é que cores neutras podem ser aplicadas para dar uma leveza ao ambiente, são elas: 

 

  • Branco;
  • Cinza;
  • Bege;
  • E preto. 

 

Cores além dessas, como o amarelo aplicado em um ambiente predominantemente azul, significam harmonização de cores, e não a tendência da decoração monocromática. 

 

Por isso, quem deseja investir nesse estilo decorativo precisa ter essas informações bem esclarecidas, de forma que saiba aplicar com maior eficiência todo o projeto de modo adequado e coerente.

As cores da decoração monocromática

Seja na escolha dos moveis planejados quarto casal ou nos artigos decorativos para embelezar a sala, selecionar a cor da decoração do espaço é uma das etapas mais importantes desse processo de ornamentação. 

 

Vale dizer que não há restrições em relação à cor escolhida. Ela pode ser selecionada no círculo cromático, que apresenta três cores primárias, três secundárias e seis terciárias. 

 

Sendo assim, entre as principais possibilidades, é possível citar:

 

  • Azul;
  • Vermelho;
  • Amarelo;
  • Verde;
  • Laranja;
  • Roxo;
  • Rosa.

 

A partir de cores como essas, qualquer outra pode ser criada, mostrando que o céu é o limite no que diz respeito ao uso de um tom ou outro.

 

Para entender qual cor escolher dentro do círculo cromático, uma das dicas principais é optar por aquela com a qual haja maior identificação pessoal. Em um segundo momento, é necessário escolher a cor neutra que vai balancear a decoração. 

 

Assim, a escolha de um papel de parede para escritório vai depender da cor principal escolhida para a decoração monocromática e depois outros detalhes podem ser aplicados tendo como coloração o tom neutro selecionado no projeto. 

 

Há características nas cores que devem ser consideradas: a intensidade e a profundidade. 

 

Na intensidade vemos o quão viva ela é, e uma adição de cor neutra nesse tom traria opções mais suaves e opacas, se aproximando dessa colocação menos pesada. 

 

A profundidade diz respeito à adição de uma cor mais escura como o preto ou mais clara como o branco, deixando a cor principal mais profunda ou menos, de acordo com a escolha. 

 

Outro ponto que merece atenção na escolha da cor dentro deste estilo decorativo é que as que são mais fortes ou vibrantes podem ser escolhidas para ambientes onde há uma maior circulação de pessoas, como ocorre na sala de estar, de jantar ou na cozinha. 

 

Para os dormitórios, a sugestão é sempre apostar em tons que deixem o ambiente menos carregado, por ser um local de descanso e aconchego. 

 

Por isso, ao selecionar uma cor para uma sala de estar com fechamento de vidro, por exemplo, a indicação é apostar em cores com maior personalidade, que vão oferecer um visual atrativo e diferenciado para o ambiente.

Como usar a decoração monocromática dentro de casa

Se você já está convencido de que a decoração monocromática é a melhor escolha para aplicar no seu imóvel, conhecer algumas dicas que vão contribuir nesse processo é essencial para não errar. Saiba quais são elas a seguir. 

1. Comece em ambientes menores

Em vez de aplicar a decoração monocromática na sua sala de estar ou em um ambiente maior da casa, a sugestão é começar pelos ambientes de menores dimensões. 

 

Isso porque esses locais menores ajudam na aplicação da técnica, além de exigir menos artigos decorativos. 

 

Com isso, ganha-se mais experiência ao verificar se a decoração vai atender aos gostos do proprietário. 

2. Aposte nas texturas e nos padrões diferenciados

A decoração monocromática não exige que cada elemento utilizado na ornamentação de uma sala de TV planejada moderna seja feito sempre na mesma textura ou no mesmo padrão em cada cantinho do ambiente. 

 

Nesse caso, a dica é justamente apostar em um artigo mais brilhante de um lado e em um opaco do outro. Em uma textura mais ousada na parede e em outra mais leve no tecido do sofá. 

 

Essas escolhas em padrões diferentes ajudam a deixar a decoração monocromática mais agradável, garantindo que ela seja aplicada de maneira interessante, independentemente do ambiente escolhido. 

3. Invista nas cores neutras

Como mencionado, as cores neutras possuem uma função importante dentro da decoração monocromática. 

 

Por isso, saber usá-las em diferentes pontos pode fazer mudar positivamente o processo de ornamentação do cômodo. 

 

Em geral, ao adquirir um material para pintura das paredes ou de investir na instalação do piso, os proprietários que desejam esse estilo decorativo dão preferência para aplicar as cores neutras nessas superfícies, que servem como base no projeto.

 

A partir delas, a decoração monocromática se torna muito mais simples, pois já recebeu um ponto de equilíbrio interessante para formar a sua apresentação geral. 

 

Sendo assim, não deixe de levar em conta a aplicação dos tons neutros para facilitar o uso do monocromático na sua casa. 

4. Use objetos decorativos de maiores proporções

Levando em consideração que uma decoração monocromática segue alguns princípios minimalistas, nada mais apropriado do que evitar a poluição visual dentro da sua casa. 

 

Nesse sentido, uma dica que pode ajudar na escolha de cada objeto decorativo nos ambientes é optar por aqueles que possuem maiores proporções, e que são inseridos de forma estratégica dentro da ornamentação do espaço. 

 

Isso porque escolher artigos pequenos pode deixar o ambiente bastante carregado, além de que é possível que exista uma grande variedade de tons ali, o que acaba por deixar a casa muito carregada.

 

Essas são apenas algumas das principais dicas que podem ser analisadas por quem deseja ter uma decoração monocromática em seu lar, mas tinha receio de criar espaços pesados e fechados. 

 

Dessa forma, ao investir em texturas, assim como em padrões diferentes, na cor neutra e nos objetos de tamanhos maiores, o ambiente fica muito mais apresentável e harmonizado, garantindo a beleza com maior tranquilidade. 

 

Por isso, se você ainda tinha dúvidas sobre apostar nesse estilo decorativo, não deixe de seguir as dicas abordadas neste artigo e tenha maior sucesso na nova ornamentação do seu lar. 

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Actualizado el