Como é que as Talking Homes podem potenciar o seu imóvel

A tecnologia é uma parte tão fundamental da nossa vida que é expectável que os consumidores desejem que os seus imóveis tenham características inovadoras e eletrónicas.

Neste artigo explicamos no que se baseiam as Talking Homes, como podem melhorar a qualidade de vida e ajudar a reduzir os consumos de energia, tornando as casas comuns em casas inteligentes.

Afinal, o que é uma Talking home?

As Talking Homes (Casas Inteligentes) são habitações que detêm sistemas inovadores de automatização, monitorização e controlo de eletrodomésticos/ dispositivos elétricos domésticos, como por exemplo, o controlo da temperatura, de luz, ou de portas.

Como melhoram a nossa qualidade de vida?

A tecnologia das Casas Inteligentes permite aos seus utilizadores um reforço da sua segurança, de comodidade e da eficiência energética. Desta forma, possuem um controlo dos dispositivos eletrónicos inteligentes através de aplicações móveis ou softwares que possibilitam diminuir as tarefas rotineiras de quem vive nestas casas.

Como é o seu funcionamento?

Todos os dispositivos domésticos elétricos podem ser utilizados de forma otimizada e inteligente. O seu utilizador tem a possibilidade de comandá-los quer seja por comando de voz, controlo remoto, Tablet ou Smartphone. A generalidade deste tipo de aplicações são relacionadas à iluminação, sistema de segurança do imóvel, ao entretenimento, sistema de rega e regulação da temperatura.

Quais são as principais vantagens?

  • ·
  • Possibilita gerir todos os seus dispositivos domésticos num único dispositivo.
  • ·
  • O seu imóvel fica mais seguro. Incorpora sistemas de segurança inovadores com câmaras e sensores de movimento. Além disso, pode englobar o uso cartões magnéticos e impressões digitais em vez das chaves tradicionais.
  • ·
  • Acessibilidade para as pessoas idosas ou para pessoas incapacitadas. Provido de sistemas de comando de voz que permitem o controlo dos dispositivos os eletrodomésticos que tem na sua habitação, como telefonar, fechar portas, controlar a luz ou os estores.
  • ·
  • Estas casas garantem-lhe uma otimização da eficiência energética. Por exemplo, a gestão da iluminação, possibilitando o ajuste automático da luz nas divisões permitindo-lhe que nunca se esqueça de uma luz acesa.
  • ·
  • As talking homes têm um maior potencial de serem comercializadas a um preço superior quando comparadas a uma casa sem tecnologia incorporada. A automatização de um imóvel pode ser um investimento proveitoso pois aumenta o seu valor comercial.

As talking homes ajudam-no a economizar!

Na verdade, estas casas ajudam os consumidores a melhorar a eficiência do seu lar.

Quantas vezes já encontrou a sua casa a uma temperatura desadequada? As casas inteligentes podem ser dotadas de um sistema doméstico inteligente que aprende os seus hábitos e comportamentos e garante que a casa esteja na temperatura ideal quando chegar ao final do dia.

E quantas vezes os sistemas de rega domésticos são ativados mesmo quando não há necessidade de rega? Com um sistema de rega inteligente, as áreas verdes só serão regada quando houver necessidade e com a quantidade exata de água necessária.

Existem inúmeras funcionalidades inteligentes que o farão poupar ao final do mês. Com esta tecnologia a energia, a água e outros recursos são usados de forma mais eficiente e controlada, o que o ajuda a economizar recursos naturais e financeiros.

Atualmente, já existe no nosso país empreendimentos e apartamentos novos para venda que estão projetados com base neste tipo de técnologia.

Como pode começar a ‘construir’ a sua casa inteligente já hoje? Conheça alguns exemplos de tecnologias disponíveis no mercado:

  • ·
  • Lâmpadas inteligentes: Permite-lhe ligar ou desligar a iluminação do apartamento ou moradia em qualquer lugar do planeta! Para isso apenas necessita de ter o seu Smartphone conectado à Internet.
  • ·
  • Termostatos inteligentes: integrados com Wi-Fi, permite aos seus utilizadores planear, monitorizar as temperaturas do seu imóvel desde qualquer parte;
  • ·
  • Fechaduras e portões inteligentes: permite aos seus utilizadores controlar as entradas da sua casa à distância;
  • ·
  • Câmaras de segurança inteligentes: os utilizadores podem ter acesso às imagens das suas casas quando estão fora;
  • ·
  • Comedouros e bebedouros inteligentes para animais domésticos: Programação das refeições dos animais à distância;
  • ·
  • Eletrodomésticos inteligentes: como por exemplo, máquina de café que permite ao utilizador fazer o café ao mesmo tempo que o seu despertador toca; frigoríficos que fazem a lista das compras e máquinas de lavar que permitem controlar as lavagens remotamente;

Os novos empreendimentos em Portugal já são construídos com base na utilização deste conceito tecnológico, sendo a arquitetura e construção projetadas de modo a que as novas habitações reúnam componentes inteligentes que tornam a vida dos habitantes cmais eficiente. Paralelamente muitos portugueses adaptam as suas casas tornando-as em talking homes.

Actualizado el