8 dicas para ativar sua criatividade

creative

A capacidade de criar o novo, novas soluções e formas, caminhos e jeitos de ver, a criatividade está presente em grandes trabalhos, seja em uma descoberta ou em pequenas mudanças.

A criatividade tem se tornado uma ótima qualidade, ela orienta a solucionar os desafios e os planos de ação, e para quem trabalha diretamente com o exercício da criatividade a busca para aumentá-la tem sido maior.

A busca em ser criativo tem sido maior, principalmente a quem trabalha com esse exercício.

A competência do ser criativo que nos move a pensar em soluções e criar alternativas, tem sido necessário para se destacar, e mais ainda, ela traz benefícios que agregam as qualidades do indivíduo.

Pessoas com essa característica são as que têm facilidade na comunicação, em enfrentar desafios e encontrar soluções inovadoras, e apesar de muitos se sentirem criativos, outros não se sentem assim.

Mas não é tão complicado como se pensa, é claro, não existe uma fórmula que torna a pessoa criativa sempre que deseja, ativar o processo criativo depende muito da inspiração de cada um e quanto mais se exercita a criatividade mais ela pode ser desenvolvida.

E para te ajudar a ativar a sua criatividade, acompanhe as dicas abaixo!

A criatividade

A habilidade criativa está entre o pensamento e a ação. Não basta ter as ideias e não colocá-las em prática, assim a pessoa se torna apenas um imaginativo e não criativo, afinal a criatividade se define em ver oportunidades onde a maioria vê desafios.

Na infância a capacidade de criatividade é maior, pois ela se faz presente no dia a dia da criança ao absorver as novidades, modelar e criar coisas novas.

Mas quando a criança cresce, isso se perde. Grande parte do motivo é devido às regras impostas pela sociedade e até mesmo o medo do fracasso, e com isso o pensamento vem se limitando cada vez mais.

Um exemplo são as ideias que temos no empreendedorismo, as vezes alguém percebe uma necessidade de um negócio específico e único como uma Empresa de poda de árvores, por exemplo.

O medo do erro e do fracasso podem não permitir que a pessoa encare o desafio, e a ideia que poderia se tornar uma criatividade vira apenas um pensamento e uma imaginação.

Outro fator da falta de criatividade vem do cérebro, o qual é programado para poupar energia, e a criatividade com o pensar constantemente demanda muito esforço, e por essa economia natural muitos se acomodam à rotina.

Por isso a criatividade se conquista com o hábito, em sair da zona de conforto e se permitir a novos estímulos que explorem seus pensamentos.

Uma pequena porcentagem da população tem a criatividade por meio da genética, mas entendemos que a criação é algo que pode ser desenvolvido, e para isso listamos algumas habilidades de pessoas que se destacam na criatividade, seja por genética ou desenvolvimento próprio.

Associar

A questão de associar uma coisa com a outra ocorre quando o cérebro encontra lógica e coerência em ambos.

Pessoas que têm e desenvolvem a capacidade de associação enxergam uma inovação onde as outras não enxergam nem mesmo uma relação, diante disso, é possível descobrir conexões entre questões que parecem isoladas.

Experimentar

Experimentar coisas novas, lugares e até mesmo sabores, ao explorar o mundo de forma sensorial e intelectual e se permitir aprender algo diferente todos os dias, ativa a criatividade.

Se aprofundar em experiências novas como experimentar um Cursos profissionalizante de pilates, por exemplo, te proporciona a ter novas ideias.

Observar

Um observador e detalhista tem combustível para explorar novas ideias, e tudo se torna alvo, produtos, tecnologia,negócios e serviços.

Questionar

Ao se questionar nenhuma dúvida fica no ar, então as pessoas que se destacam por sua criatividade são aquelas que perguntam sobre tudo, e que se questionam como as coisas seriam alteradas, com isso os criativos trazem à sociedade ideias que inovam.

Ao se questionar sobre o motivo de existir pessoas com problemas para dormir, a ideia de um remédio para ajudar a dormir, torna-se uma solução para a necessidade de alguns e uma inovação que partiu de uma criatividade.

Como vimos, pessoas que possuem essas habilidades estão sempre se questionando, observando e trazendo soluções criativas para o cotidiano. Mas como perceber que alguém é criativo?

Para isso há características e algumas rotinas que demonstram quando a pessoa é de fato, criativa.

Pessoas criativas

É possível identificá-las através de sua grande quantidade de energia, tendem a serem pessoas mais quietas e tranquilas e ao mesmo tempo alternam entre a imaginação e a realidade.

Mas além disso, pessoas criativas seguem uma rotina seguindo hábitos os quais estimulam seu cérebro a ter novas ideias e ajudam a ativar o processo de criação.

  • acordar cedo para aproveitar o dia por completo;
  • exercícios diários trazem a sensação de bem estar que melhora a concentração e a ser produtivo;
  • ter uma agenda e segui-la para que não deixe nenhum compromisso passar
  • despercebido e para estimular a organização;
  • ser ativo para buscar experiências novas;
  • trabalho a qualquer hora e lugar, pois uma boa ideia surge a qualquer momento, como uma uma Arara de ferro para loja, por exemplo, uma boa ideia seja grande ou pequena não tem hora para aparecer.

O ambiente do criativo também deve ser levado em consideração, pois ele influencia de forma significativa na sua capacidade.

No trabalho, por exemplo, ter um ambiente em que dá a liberdade para que todos se expressem, é um estímulo à criação.

Tipos de criatividade

Para entender detalhadamente como a criatividade funciona, ela se classifica em diferentes tipos.

Deliberada

Aquela que parte de um estudo, portanto requer uma determinação e dedicação do indivíduo para que possa se manifestar.

Se deseja criar um novo produto de um segmento específico, o ideal é fazer pesquisas sobre o mercado de atuação.

Suponhamos que a sua inovação seja em vidros, e para ativar a sua criatividade pesquise pelo o que já existe como ferragens para vidro preço, por exemplo, esse tipo de estudo estimula os processos da criação.

Cognitiva

Consiste em reunir o máximo de informações possíveis para que, só então, tenha um processo de criatividade onde desenvolva novos conceitos, pois é a partir de uma contextualização que esse tipo de criatividade se desenvolve.

Emocional

É um processo despertado por fatos, memórias e reflexões.

Neste, a influência das características locais facilitam a criação de ideias, como o cheiro do café ou o som de uma música.

Espontânea e cognitiva

São as que surgem grandes ideias, quando há um trabalho intenso mas que no período de descanso é onde se cria a inovação.

Aconteceu muito com as grandes descobertas científicas.

Espontânea e emocional

Já neste, a criatividade é quando há um trabalho porém sem prazos e pressão para que seja criado algo.

Este tipo de criatividade é comum a compositores de música ou escritores, por exemplo.

Coletiva

A criatividade está em cada um, porém existem dinâmicas utilizadas para estimular a criatividade quando se está no coletivo.

Esta é mais comum em trabalhos desenvolvidos por equipes, como em uma agência de publicidade, por exemplo.

Agora que você já conhece todo o processo da criatividade, acompanhe algumas dicas para ativar a sua.

Dicas para ativar a sua criatividade

1.Leia mais

A leitura é considerada uma das ferramentas mais eficientes para ativar a mente.

É uma prática que se torna uma estratégia, por isso leia sempre que puder, busque por temas de seu interesse, além de outros temas que possam agregar ao seu conhecimento.

2.Analise seu comportamento criativo

O autoconhecimento é uma dica importante para ativar a sua criação.

Analise os cenários quando a sua criatividade é ativada, observe o lugar, os momentos e até as horas do dia em que se sinta mais criativo.

Talvez seu trabalho demande que seja criado um texto de um assunto específico sobre perícia de acidente, para ativar a sua criatividade, vá a algum lugar em que se sinta confortável, ou até mesmo escreva em um horário que você observou que se sinta mais ativo para as ideias virem à mente.

3.Organize seu ambiente

Um ambiente limpo e organizado torna tudo mais produtivo, e para ativar a sua criatividade não é diferente.

Em casa ou no trabalho, organize seus papéis, na mesa, limpe o lugar e se preciso até mude a decoração.Todo estímulo é válido para o processo de criação.

Por exemplo, se seu ambiente de criação é o trabalho home office, e você não está tendo bons retornos criativos no ambiente atual, você pode optar por alugar sala comercial.

Tudo que vá melhorar os processos da sua criação é válido.

4.Tenha um hobby

 

Experiências diferentes do dia a dia geram inspirações, e um hobby te ajuda nesse processo.

Eleja um hobby que seja fora de casa ou do trabalho para relaxar e esquecer dos problemas. Um hobby ajuda a sua mente ficar mais leve e com isso a criatividade aumenta.

5.Experimente novos cenários

A criatividade vem de cenários alternativos para variadas situações, por isso sempre procure enxergar o que poderia ser feito diferente.

Ao experimentar novos cenários você não se limita ao senso comum.

6.Crie desafios

Se proponha a novos desafios todos os dias, leia algo novo, converse com pessoas fora do seu círculo, etc.

Essas atitudes estimulam o conhecimento e com ele a ativação da criatividade.

7. Não se limite

Não se incomode em sair da sua zona de conforto, se permita ao novo para que novos pensamentos entre em ação e você consiga ter novas ideias e ser uma pessoa cada vez mais criativa.

Anote suas ideias

Procure anotar toda ideia que surgir ao realizar as dicas.

Sempre tenha um bloco de notas por perto para não perder a criatividade de quem vem, afinal, a criatividade em sua maioria vem sem avisar.

Conclusão

Nada adianta seguir as dicas, se tornar criativo, ter ótimas ideias e não colocá-las em prática.

Para isso tenha um planejamento para que saiba da ideia que teve e como torná-la uma realidade.

Conteúdo produzido pela empresa Business Connection

Actualizado el