7 maneiras de organizar o seu guarda-roupa

guarda roupa

Organizar o guarda-roupa é uma tarefa que todos devemos fazer com frequência, e mesmo que não seja algo tão prazeroso de se fazer, chega um momento em que não dá mais para adiar. 

Muitas roupas ou pouco espaço podem ser os fatores que contribuem para que o indivíduo deixe essa organização para depois, isso porque pode ser exaustivo procurar por maneiras que se adequem às necessidades. 

Pensando nisso, neste artigo mostraremos diferentes modos para conseguir organizar todos os pertences no guarda-roupa, inclusive se você possui muitas peças de roupa ou um espaço reduzido para guardar. Acompanhe!

Por que é difícil organizar o guarda-roupa?

A correria do dia a dia às vezes impossibilita que as pessoas consigam organizar seu guarda-roupa de maneira adequada. Entre tantas peças que são utilizadas para compor o look da semana, é normal que elas acabem espalhadas pela casa quando não guardadas. 

 

Com isso em mente, podem existir alguns motivos que contribuem para que isso ocorra:

 

  • Falta de espaço;
  • Muitas peças de roupa;
  • Falta de tempo;
  • Preguiça.

 

Conforme um indivíduo sente necessidade, ele procura realizar novas aquisições, sendo que para as mulheres, isso é bastante comum. Em uma simples saída para resolver um problema, pode ser que ela volte com uma peça de kimono karatê infantil para os filhos. 

 

Assim, com cada nova peça que chega, o espaço que antes dava conta de tudo pode passar a ser insuficiente, além de que, outra possibilidade é que desde o início poderia já não haver local para guardar tudo. 

 

Ou seja, não importa o motivo, não ter um local apropriado para os pertences contribui para que não só o guarda-roupa, mas também a casa fiquem desarrumados. 

 

A falta de espaço para cada roupa desanima o dono, que sente que seus esforços são em vão. Além disso, ter muitos itens é outro motivo aliado com a falta de espaço. 

 

Possuir um alto número de peças leva ao ambiente ficar desorganizado, além de que, com tantas roupas, quando você precisa encontrar algo específico, se perde e bagunça tudo para achar. 

 

Assim, por mais que a pessoa tivesse o desejo de deixar tudo em ordem ao procurar pelo seu uniforme escolar para professor e não lembrar em que parte do móvel está, ela pode acabar desarrumando todo o guarda-roupa para encontrá-lo. 

 

Outra possível causa é a falta de tempo, afinal, uma rotina com muitas atividades não permite que as pessoas parem para organizar o guarda-roupa, principalmente por ele não ser prioridade perante outras tarefas. 

 

Assim, com a falta de agenda livre para fazer a tarefa a bagunça se acumula, e quando o dono percebe, tudo já está um caos se tornando quase impossível encontrar qualquer coisa que ele deseje.

 

Por fim, em alguns casos até que a pessoa tem tempo disponível, mas não tem coragem de lidar com a desordem. A preguiça e o adiamento da tarefa contribuem para que a atividade seja “empurrada com a barriga” o máximo de tempo possível. 

 

Só de pensar que para arrumar é preciso dobrar tudo, organizar cada gaveteiro de madeira, pendurar o que está jogado, dentre outras, o indivíduo já fica com certo desânimo e desiste da tarefa.  

Quais os benefícios de arrumar o guarda-roupa?

Pode não parecer, mas o ato de organizar ajuda não somente na rotina, uma vez que fica mais prático encontrar os pertences e se arrumar mais rápido, mas também traz vantagens para o bem-estar do indivíduo. 

 

Tudo começa pelo sentimento de que essa ordenação traz paz de espírito. Quando as coisas estão em desordem, uma pessoa não consegue relaxar na sua própria residência, isso porque a bagunça está ligada ao estresse. 

 

Então, ao estar em casa e observar os objetos jogados o indivíduo não descansa, pois sabe que precisa resolver esse problema. Por isso, arrumar o móvel ajuda no descanso e na sensação de tranquilidade. 

 

Além disso, com a tarefa de organizar as roupas, uma pessoa é capaz de desenvolver a habilidade de determinação. 

 

Logo, ela adquire a capacidade de conseguir colocar tudo em ordem, o que pode ajudá-la em outros ramos da vida, se tornando determinada em outras atividades. 

 

Imagine que uma pessoa tem um projeto de loja de roupa e nunca o concluiu por falta de determinação, Com a rotina de arrumar o guarda-roupa semanalmente ou mensalmente, por exemplo, você adquire a habilidade de determinação que faltava para finalizar o projeto. 

 

Depois de tudo organizado, o clima do ambiente fica melhor e essa pode ser a principal vantagem da atividade. Ter um espaço calmo e arrumado é essencial para que a pessoa chegue em sua residência e descanse. 

 

Por fim, organizar esse móvel pode ajudar a desapegar de coisas que não utiliza mais e doar para quem precisa, assim, com uma simples arrumação do guarda-roupa, tem-se a possibilidade de ajudar um necessitado. 

Como posso organizar meu guarda-roupa?

Arrumar esse móvel ajuda para que muitos tenham um ambiente melhor e consigam encontrar todos os seus pertences. Nesse sentido, existem diversos modos de fazer isso, e na sequência, apresentamos algumas dicas.

1 - Estabeleça o lugar de cada peça

Observe o espaço disponível e defina onde fica melhor cada peça. Por exemplo, separe por calças, blusas, roupas que ficam penduradas, etc. Se preferir, pode separar os locais por roupas que usa com mais frequência ou não. 

 

Isso ajuda a manter a organização e evita que o indivíduo coloque os pertences em qualquer lugar. Para se ter mais espaço, pode ser usado gaveteiro para arquivo, para guardar peças ou sapatos pouco usados. 

2 - Deixe os cabides ordenados e use organizadores

Se você tem vários modelos de cabides, organize-os, uma vez que isso ajuda visualmente, como por exemplo: os de madeira com madeira, os de plástico com plástico, e assim por diante. Da mesma forma, coloque os ganchos virados para o mesmo lado. 

 

Deixar a aparência do local bem arrumada ajuda no momento de achar algo. Além disso, se possível tente ter todos os cabides iguais, isso também contribui. Para uma loja de confecção de uniformes, por exemplo, isso facilita no trabalho.

 

Além do mais, caixas, colmeias e tantas outras coisas que existem podem ajudar a deixar tudo separado e com um local adequado. Por isso, use à vontade organizadores para deixar tanto suas roupas, como seus acessórios em ordem. 

3 - Separe por modelos 

A arrumação não vai ficar boa se as peças ficarem misturadas, por isso, o ideal é que os pertences sejam separados conforme os modelos. Coloque tudo o que você usa no inverno junto, assim como as que você usa em tempos mais quentes.

 

Um outro modo é separar de acordo com tecidos, assim, ao lembrar de uma peça que você não usa muito, vai se recordar como é o tecido e procurar no espaço onde ficou reservado para essa categoria. 

 

Além do mais, para quem tem pouco espaço, uma sugestão é separar os modelos que menos usa ou que são utilizados somente em viagens, por exemplo, e guardá-los em outros cômodos da casa como o armário suspenso escritório. 

4 - Desapegue de roupas que não usa

Aproveite que você está fazendo essa arrumação e tire aquilo que não tem mais serventia. Essas peças só ocupam espaço e ficam sem utilidade, sendo que poderiam ser muito melhor aproveitadas por outra pessoa. 

 

Por isso, antes de iniciar a organização, veja o que não serve ou que você não utiliza mais, retire e doe. Se você preferir, pode fazer isso durante a arrumação, assim, a cada peça que pegar para guardar, você faz uma avaliação prévia. 

 

Para quem tem muita roupa, uma boa sugestão é pegar tudo e colocar em um pergolado simples, desse modo, abre mais espaço para observar e fazer a seleção do que vai ficar ou não. 

5 - Cuidado com as peças delicadas

No meio de tanta coisa, as peças delicadas podem ficar mal-guardadas. Por esse motivo, pense em maneiras de protegê-las. Use sacos ou caixas para colocá-las e evitar que fiquem misturadas junto com as outras. 

 

Isso porque se forem mal guardadas, elas correm o risco de serem danificadas ou até mesmo rasgar. É o caso das roupas de festas, por exemplo.

6 - Roupas de cama juntas

Não misture as roupas de cama com o restante das suas peças. Separe um espaço para elas e coloque todas juntas, para que não se percam. Deixe os lençóis, fronhas e colchas tudo no mesmo espaço. 

 

Isso ajuda no momento de procurar por um modelo específico e também no momento de arrumar a cama, assim, não é preciso desorganizar outra parte do guarda-roupa quando for fazer a troca do lençol. 

Conclusão

Pode ser difícil, mas manter esse móvel organizado auxilia as pessoas a conseguirem encontrar o que procuram, bem como a ter uma casa sem bagunças. Afinal, isso irá proporcionar a você mais bem-estar e tranquilidade, que são essenciais para o descanso.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Actualizado el