7 dicas para tornar a seu imóvel mais seguro

imovel mais seguro

A cada dia que passa, as pessoas tendem a buscar por soluções alternativas para tornar o seu imóvel mais seguro. Afinal de contas, o sentimento de segurança tornou-se algo básico nos dias de hoje, em especial para quem vive nas grandes cidades.

Além disso, adotar cuidados com a proteção da sua propriedade é uma maneira de manter toda a sua família segura contra a ação de vândalos e pessoas mal intencionadas. 

Ou seja, mais do que proteger os bens materiais, é uma segurança para você e os entes queridos que vivem em sua residência, uma vez que o sentimento de estar seguro influencia diretamente no bem-estar de cada um.

Por esse motivo, tomar algumas precauções é fundamental para a proteção de nossas famílias - e isso pode ser feito com a mudança de alguns hábitos e instalação de equipamentos de segurança, seja para a sua casa ou apartamento.

No artigo de hoje, conheça algumas recomendações para tornar o seu imóvel mais seguro e tenha muito mais tranquilidade no seu dia a dia. Acompanhe a leitura!

1 - Dificulte o acesso ao seu imóvel

Por vezes, não damos a devida atenção aos elementos que estão perto da fachada de nossas casas, mas eles podem facilitar o acesso de criminosos. Por exemplo, a presença de árvores fáceis de escalar pode ser um “prato cheio” para a ação ilegal.

Sendo assim, é importante cortar alguns galhos que podem servir de acesso ou ajudar na invasão domiciliar. Guardar escadas e outros objetos também é essencial, já que eles facilitam a entrada dos assaltantes.

Vale a pena instalar tela de proteção janela, ainda mais quando a abertura das venezianas é fácil e sem reforço.

No telhado, tampe as entradas de ar-condicionado e sistemas de exaustão. Ao invés de instalar os equipamentos de climatização nas janelas, prefira as paredes, para evitar que esses itens sejam facilmente removidos e facilitem a invasão.

O mesmo vale para outras aberturas que podem facilitar o acesso no interior das casas. 

Por exemplo, caso o seu imóvel tenha uma abertura no exaustor de ar, opte pela instalação de telas de proteção ou outros artifícios que impeçam a entrada.

2 - Conheça a sua vizinhança

É importante fazer um reconhecimento da sua vizinhança, principalmente se você está buscando um novo imóvel para morar.

Avalie se as ruas são bem movimentadas e se há guardas noturnos, uma vez que isso inibe a ação dos criminosos. Além disso, vale a pena conversar com outros moradores, para saber mais sobre as questões de segurança.

Outra dica é dar uma olhada nas casas do bairro. Perceba se elas têm cercas, porta de aço reforçada, sistemas de segurança, entre outros equipamentos que indicam o quanto seus vizinhos investem na proteção dos imóveis.

Para quem vai morar em condomínios, a dica é observar as normas de segurança e de acesso. Dessa forma, é possível verificar se o local é realmente protegido, ou se é preciso investir em outros equipamentos para deixar o imóvel mais seguro.

3 - Dê preferência para portões automáticos

Os portões automáticos são fundamentais para manter o seu imóvel mais seguro. Por esse motivo, a instalação de portão eletrônico deve ser item prioritário da sua lista, quando a questão é garantir a proteção da casa.

Muitos atos criminosos ocorrem justamente no momento em que os moradores chegam em casa e precisam sair dos carros para abrir o portão. 

Se o equipamento for manual, o processo é muito mais demorado, o que amplia as possibilidades de abordagem dos criminosos.

Com o portão eletrônico, esse processo fica mais difícil, já que a abertura e fechamento são mais rápidos, fora que eles podem ser acionados a distância, evitando que os moradores tenham que sair dos carros para abrir o portão.

Hoje em dia, grande parte dos portões são automáticos, inclusive, há modelos que dispensam o uso de controles remotos, sendo acionados por tags instaladas diretamente nos automóveis.

O mesmo vale para as portas, que podem ser eletrônicas, como parte do sistema de segurança residencial. Em alguns condomínios, é comum que a entrada seja liberada somente por biometria.

Dessa maneira, somente os usuários previamente cadastrados são liberados para a entrada no perímetro. Com isso, é possível reduzir potencialmente as práticas de assalto, furto e roubo em residências.

Ter um interfone com acionamento do portão por código também é algo que aumenta muito a segurança. Assim, a sua família não é exposta a indivíduos estranhos, uma vez que para entrar no imóvel, é necessário fazer uma identificação.

Além disso, dá para conversar com quem está de fora da casa. Alguns sistemas contam com câmeras, que permitem a visualização das pessoas, aumentando ainda mais a segurança da sua residência.

4 - Instale câmeras de segurança

As câmeras de segurança são imprescindíveis para deixar seu imóvel mais seguro. Nos dias de hoje, é possível ter um sistema de monitoramento virtual completo, incluindo dispositivos acionados por movimento e visores noturnos.

Além do mais, as câmeras de segurança podem ser integradas a outros equipamentos, incluindo:

  • Sistemas de alarme;
  • Sensores de abertura de portas e janelas;
  • Discagem automática para a polícia;
  • Entre outros.

É importante que as câmeras sejam instaladas em locais estratégicos. Isso porque a simples presença desses aparelhos já é suficiente para intimidar a ação de criminosos, que ficam receosos de realizar seus crimes diante da possibilidade de identificação.

Por esse motivo, é essencial realizar a instalação kit cameras de segurança de modo estratégico, para assegurar a proteção e tranquilidade dos moradores.

Vale destacar que as imagens das câmeras de segurança são comumente usadas por autoridades competentes, a fim de identificar indivíduos e como provas de atos ilegais.

Em condomínios, além de garantir a segurança dos moradores, as câmeras também permitem avaliar se alguém está fazendo algo que vá contra as regras de boa convivência e, dessa forma, permite a aplicação de multas.

5 - Tenha recursos automáticos em casa

A tecnologia é uma grande aliada da segurança. Tanto que além dos sistemas de monitoramento, é possível instalar demais dispositivos para maior tranquilidade dos moradores e conforto.

Não é à toa que muitas pessoas buscam por automação residencial alexa, para deixar seu imóvei ainda mais seguro. As opções são diversas, incluindo sensores de fechamento automático de portas e janelas, além de alarmes inteligentes.

A automação residencial também avisa o morador quando algo está incorreto em casa. Assim, o usuário é capaz de visualizar imagens da câmera de segurança diretamente pelo seu smartphone, mesmo que esteja à distância.

O mesmo vale para o acionamento de alarmes, fechamento de portões, ou até mesmo controle de outros equipamentos eletrônicos.

Os recursos automáticos também evitam que você tenha que esconder sua chave do lado de fora da residência. Essa prática não é recomendada em nenhum caso, já que qualquer pessoa pode ter acesso ao imóvel.

No entanto, alguns moradores insistem em fazer isso, daí a importância de instalar um sistema de automação, afinal, com o código de acesso, é possível garantir a entrada somente de pessoas devidamente autorizadas.

6 - Conheça os prestadores de serviço

É importante ter referências de quem você contrata para prestar serviço dentro da sua casa. Isso porque muitas pessoas podem ter más intenções e se propõem a realizar alguma atividade, somente para obter informações para atos ilegais.

Sendo assim, dê preferência para prestadores de serviço que tenham referências, que sejam de confiança ou que sejam pessoas que você já conhece. 

7 - Coloque cercas ao redor do imóvel

As cercas são acessórios de segurança muito conhecidos e populares. A sua eficácia é comprovada, pois elas inibem a ação dos criminosos, além de dificultar o acesso ao imóvel.

Hoje em dia, é possível encontrar uma grande diversidade de cercas, incluindo concertinas, cercas elétricas, de arame farpado, entre outras. É interessante escolher o modelo que melhor atende às suas necessidades e, se preciso, instalar mais de um gradeamento.

Inclusive, alguns modelos de cerca já vêm integrados ao sistema de segurança, o que facilita o monitoramento dos moradores.

Conclusão

A questão da segurança é algo muito importante nos dias de hoje. Ela é prioritária, devido ao grande números de assaltos, furtos e outros atos criminosos que ocorrem especialmente nas grandes metrópoles, como as capitais.

Por essa razão, deve-se garantir a proteção e segurança de toda a sua família, tornando o eu imóvel mais seguro, quando necessário.

O artigo de hoje buscou trazer algumas dicas de como melhorar a proteção da sua casa, bem como os cuidados que fazem a diferença quando o assunto é segurança. Dessa forma, você terá muito mais tranquilidade no seu dia a dia.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Actualizado el