7 dicas para você fazer a limpeza da sua casa

limpeza da sua casa

Talvez você não ame fazer limpeza, mas certamente faz questão de ter a casa sempre impecável, com aquele aroma especial e ar de tranquilidade, não é verdade?

É fácil encontrar alguém que goste da casa cheirosa e toda organizada. Mas é difícil conhecer quem gosta de fazer todo o processo para chegar nesse resultado.

Portanto, se você se enquadra nessa situação, veio ao lugar certo. 

Este artigo fornecerá dicas para uma faxina prática e eficiente, levando em consideração todos os cuidados que devem ser tomados para isso, principalmente a respeito dos produtos, assim como a importância da limpeza para sua casa - e para você mesmo.

Então, separe seu uniforme de limpeza e continue a leitura para conferir.

A importância de sua casa estar sempre limpa

A limpeza da casa é algo de importância incontestável, principalmente nos dias de hoje, quando tanto se ouve falar sobre álcool gel, lavar as mãos e os produtos que chegam em seu lar. Isso porque uma casa sempre limpa:

 

  • Evita a proliferação de microorganismos patológicos;
  • Traz mais organização para os ambientes;
  • Ajuda a manter a conservação da casa;
  • Cria melhor disposição nos moradores.

 

Ou seja, manter a limpeza do lar conserva sua saúde, pelo menos dentro dele, facilita o encontro dos itens que você precisa e ainda te dá mais disposição para fazer as tarefas diárias, como cozinhar, por exemplo.

 

Imagine chegar em casa e olhar para a pia toda cheia de louça? Desanimador.

 

Agora, pense em encontrar apenas o lustre para bancada aceso, iluminando uma cozinha totalmente limpa, pronta para ser usada. Você certamente vai querer testar uma receita nova.

Dicas para uma limpeza mais otimizada dos cômodos:

Antes de abordar as dicas, é interessante ressaltar alguns cuidados que devem ser tomados na limpeza do seu lar.

 

Primeiramente, é de extrema necessidade que os panos sejam trocados a cada uso, ou até mesmo durante o uso, de um cômodo a outro. Isso com certeza traz uma limpeza mais completa.

 

Além disso, tome muito cuidado com os produtos de limpeza e a mistura deles, principalmente os multiuso, eles podem acabar estragando alguns móveis. Sendo assim, sempre leia os rótulos e use luvas de borracha para proteger as mãos.

 

Por fim, mas não menos importante, procure manter uma manutenção diária da limpeza. Isso não apenas facilita o processo, como também o torna menos árduo.

 

Agora, confira algumas dicas especiais para otimizar a faxina de sua casa:

1. Antes de limpar, organize o cômodo

Antes de pegar a vassoura, o aspirador, os produtos e o rodo, organize o ambiente. A disposição correta dos objetos também faz parte da limpeza, assim como uma cama arrumada.

 

Pense que desagradável você sacudir o lençol depois de ter varrido ou aspirado o chão e toda a poeira voar para esse piso limpinho.

 

Mais do que isso, como conseguir limpar efetivamente uma estante com um monte de objetos jogados, papéis amassados e roupas desdobradas?

 

Concluindo, a pré-organização garante ao seu quarto planejado uma limpeza mais eficaz e também evita a perda de tempo. Aliás, isso não só no quarto, mas em todos os cômodos.

2. Comece a faxina pelo canto mais distante do ambiente

Imagine que você tenha começado a limpar o chão pelo ponto central de seu quarto. Então, você vai para o ponto inicial e, depois para o final. Nisso, você já sujou todo o centro que limpou primeiro.

 

Sendo assim, a fim de evitar um retrabalho, comece sempre pelo final, e vá seguindo em direção ao início.

3. Comece de cima para baixo

Aqui vai mais uma dica para evitar o retrabalho. Assim como você deve começar a faxina pelo final do cômodo, também deve começá-la pelo alto.

 

Inicie a limpeza pelo lustre, pelas estantes, arrumando a cama e tirando o pó de todos os móveis. Assim, toda a sujeira vai para o chão,que deve ser limpo por último.

 

Também não vá esquecer de, antes de começar a limpeza do alto, tirar os tapetes e carpetes de chão.

 

Imagine sujar o carpete para sala novo em folha, que você comprou cinco dias antes da limpeza, lavou e esperou dois dias, até que secasse e você pudesse dispô-lo na sala?

4. Mude sempre a água para limpeza do chão

Pode parecer óbvio, mas, quando você está passando pano úmido no piso do chão e continua se deparando com um monte de poeira e cabelos, é porque a água que o pano está sendo molhado já está ultrapassada, ou seja, muito suja.

 

Neste caso, a preguiça pode ser seu grande inimigo. Dois minutos “perdidos” para renovar a água do balde servirão de grande ganho depois, quando você não tiver que limpar o chão de novo tão cedo.

5. Separe a louça antes de começar a lavá-la

Estabeleça uma ordem do que vai ser vai ser lavado primeiro e deixe os utensílios de molho. Seguir um plano mais organizado deixa a tarefa mais rápida e simples.

 

Uma pia cheia de louças, que mais parece uma confusão, vai parecer muito mais amigável depois que você fizer a separação do que está nela.

6. Atenção à limpeza dos vidros internos das janelas

Aqui vai uma dica mais específica, em relação aos “pelinhos” de pano que ficam no vidro, ou até mesmo nos espelhos após sua limpeza.

 

Para evitar isso, utilize panos de microfibra, camisetas antigas e usadas, ou filtro de café.

 

Não vai ser como se você tivesse contratado uma empresa de limpeza de fachada de vidro, mas, pelo menos, vai ser mais eficiente do que usar um pano de fiapo, por exemplo.

7. Cuidado com os pisos de taco

Depois de varrer esse tipo de piso, você deve se ater a buscar um balde com água morna, detergente neutro e um desinfetante específico para madeira.

 

Umedeça o pano levemente, para que a água não acarrete no estufamento da madeira e estrague seu piso, e passe no chão com um pouco do detergente.

 

Após esperar secar um pouco, troque o pano umedecido, e agora passe pelo chão com um pouco de desinfetante, apenas uma vez.

 

Por último, retire tudo que restou de água com um pano completamente seco. Isso é muito importante para garantir a conservação desse tipo de piso, evitando não só o estufamento, mas também o surgimento de manchas amareladas e proliferação de fungos.

 

Fora o fato de conservar a própria limpeza também, diminuindo as chances de pisar no molhado e manchá-lo.

 

Um piso de taco de madeira nem é complicado de se manter limpo, no final das contas. Basta seguir essa dica para conservar o tipo e o ar mais sofisticado ou vintage que ele proporciona ao seu lar.

A influência da limpeza da casa na vida dos moradores

Conforme mencionado mais no início do artigo, a limpeza da casa evita o desenvolvimento de bactérias e fungos causadores de doenças.

 

Isso porque a formação de poeira está intimamente ligada à proliferação de bactérias e, a umidade do banheiro e, em alguns casos da cozinha, colabora para a formação de fungos, igualmente prejudiciais à saúde de sua casa e dos moradores.

 

Por isso, a manutenção constante da limpeza faz-se tão necessária, e a organização dos objetos e aparatos também.

 

Mas, então, é preciso fazer faxina todos os dias? Não. Manutenção não significa fazer limpeza todos os dias, pelo menos não de toda a casa.

 

Ou seja, é claro que a louça, a pia da cozinha e o fogão precisam ser limpos diariamente, porque acarretam em microorganismos mais prejudiciais à saúde.

 

Mas o chão e os azulejos não têm essa necessidade. Eles podem ter sua atenção uma ou duas vezes por semana, a fim de conservar a casa também. 

 

Se você ficar um mês sem lavar seu azulejo, da cozinha ou do banheiro, ele vai criar manchas que serão difíceis de serem removidas, isso se puderem ser removidas, de fato.

 

Quer dizer, a manutenção da casa está mais relacionada à procurar uma empresa de lavagem de cortinas para cuidar de sua persiana sala e manter superfícies sempre “usáveis”, por exemplo, do que ficar fazendo limpeza todos os dias.

 

Assim, a realização da limpeza de sua casa não se torna um mártir para você e, consequentemente, seu bem-estar, saúde e alegria em estar em uma casa limpa estarão mais garantidos. 

 

Parando para pensar, isso é mesmo verdade. Uma casa em ordem nos faz respirar melhor, à título de alívio e aconchego.

Conclusão

Foram tantas dicas que deu até vontade não apenas de limpar a casa para testá-las, mas também de fazer algo diferente, como uma pequena mudança na cor da parede, não é verdade?

 

Talvez você queira inovar seu banheiro agora, então, aí vai uma dica final: não precisa trocar o azulejo, basta pintá-lo. Escolha uma tinta para azulejo de banheiro de sua preferência e vá em frente.

 

Por fim, não se esqueça de manter a limpeza de sua casa para que, no dia da faxina, as tarefas não fiquem tão difíceis e maçantes.

 

Lembre-se também de saber discernir o que pode ser feito por você mesmo e o que não pode. Não vá colocar a vida em risco para deixar a parte de fora do vidro da janela de seu apartamento no 10º andar um trinco de tão limpa. Chame uma empresa especializada.

 

Agora que chegou até aqui, não perca a oportunidade de colocar essas dicas em prática e compartilhar com seus amigos!

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Actualizado el