¡Únete!

¡Inscríbete gratis y recibe las mejores ofertas a través de "Territorio Ahorro"!

¡Suscríbete!

6 dicas para a limpeza perfeita

limpieza

Manter a limpeza da casa em dia, ainda mais com a correria do cotidiano, é um problema para muitas pessoas. O cansaço da rotina normalmente acaba sendo um obstáculo para conseguir manter o ambiente em ordem.

Seja o seu lar uma grande casa antiga ou um apartamento novo com uma cozinha planejada pequena, é essencial mantê-lo organizado para elevar o bem-estar de todos.

A criação de um cronograma de limpeza, aliado ao uso de itens que facilitam a arrumação da casa, podem garantir um lar sempre brilhando. Mas, afinal, como se faz um cronograma de organização?

É importante ressaltar, em primeiro momento, que a limpeza do lar depende essencialmente da disponibilidade de seus moradores para efetuar a tarefa. O cronograma de limpeza deve, portanto, se adequar à rotina da família e de seus afazeres, e não o contrário.

Assim, é necessário que as pessoas envolvidas com as atividades domésticas se reúnam e determinem os dias e horários que oferecem maior disponibilidade para a faxina. Afinal de contas, a limpeza não pode ser um evento isolado, e sim um hábito constante.

Transformando a limpeza em rotina

Os dias de faxina são sempre cansativos, principalmente quando a limpeza pesada é feita com pouca frequência, o que gera um trabalho ainda maior para os donos da casa.

Se a higienização dos ambientes fosse um hábito, o processo de manutenção aconteceria de forma bem mais rápida e simples, por isso, a dica mais importante do cronograma de limpeza é evitar a poeira.

Assim como a louça tem que ser lavada diariamente, também é importante espanar os móveis todas as semanas. Isso não só facilitará a futura faxina, como também deixará a casa com um aspecto melhor para se conviver.

Também é fundamental lembrar da regra popular: “usou, guardou”. Se cada morador tiver essa ação, isso ajudará não só a manter o ambiente em ordem, mas também vai economizar um tempo precioso que é perdido procurando algum objeto.

Em vista disso, é essencial dividir a faxina em alguns espaços de tempo no cronograma, que pode ser feito com base no tipo de limpeza que deve ser feita em cada dia.

Os tipos de limpeza e quando devem ser realizadas

Ser estratégico na arrumação da casa garante um lar sempre higiênico e diminuirá a sensação de estresse que você provavelmente teria se ele estivesse caoticamente sujo quando decidisse organizá-lo.

Para que isso ocorra, é preciso que sejam divididas pequenas tarefas para momentos específicos do mês e do ano, e isso pode ocorrer com a ajuda de um calendário. 

Existem quatro tipos diferentes de asseio e eles possuem suas respectivas características. O primeiro tipo, um dos mais importantes, é o diário. Nele estão incluídas ações como:

  • Arrumar a cama;
  • Lavar a louça;
  • Varrer a casa;
  • Retirar o lixo.

A limpeza diária é uma atividade importante assim como a de evitar poeira, pois é uma ação que leva poucos minutos e auxilia a evitar as faxinas pesadas e exaustivas.

É essencial que os moradores da casa se envolvam, dividam responsabilidades e se unam para que este primeiro ato de higiene nunca seja deixado de lado.

O segundo tipo de limpeza é o semanal. Tal tipo de organização costuma ser uma das mais adiadas, uma vez que as pessoas geralmente acham que dá para deixar para depois. Ele inclui atividades como trocar as roupas de cama, limpar fogões, geladeiras, móveis e lavar o banheiro.

Por exemplo, se o lar possui piso epóxi, a limpeza necessária para esse tipo de piso deve ser encaixada no cronograma da arrumação semanal, de forma que os produtos corretos sejam utilizados para, assim, aumentar a durabilidade dele.

Se feita com cuidado e periodicidade correta, a faxina da semana será rápida e não levará mais do que, em média, duas horas do dia.

Para essa modalidade de arrumação, é mais indicado selecionar um dia livre para organizar as coisas com calma e poder começar a próxima semana com o ambiente renovado.

O terceiro tipo de limpeza é o mensal e ele exige atividades mais complexas, podendo levar até mais de um dia inteiro para ser feito. Contudo, ela pode ser simplificada se as arrumações anteriores tiverem sido feitas com a frequência necessária.

Neste momento, estão incluídas atividades como limpeza de poltrona, lavagem de almofadas e travesseiros, limpeza de filtros de aparelhos de ar condicionado e organização de roupas do armário ou cômoda.

A faxina mensal é importante porque ela permite que os móveis e equipamentos da casa, sejam eletrônicos ou não, durem mais tempo, uma vez que estão sendo cuidadosamente checados e limpos regularmente.

É nesta fase que também devem ser verificados os estofados e os tapetes da casa que, com o tempo, acumulam poeira e podem desencadear alergias. Talvez seja o momento ideal para agendar uma limpeza de carpete a seco e evitar ácaros e bactérias.

Na limpeza trimestral, alguns aspectos estéticos também podem ser reavaliados. Nela, será feita a troca de móveis, revisão do couro e do estofado deles, e até remendos para esconder arranhões ou manchas que podem ter acontecido nos tecidos.

Por exemplo, se a pia da cozinha está começando a ficar com muitos riscos, talvez seja a hora de procurar um profissional especializado que possua equipamento para polir inox.

Por fim, o quarto tipo de limpeza é o semestral. Nesta fase estão presentes alguns passos de organização relevantes, mas que podem ser realizados de forma mais espaçada, justamente porque são menos essenciais para a rotina de organização.

A renovação da área externa ou do jardim, que pode ser feita através da poda de árvore e da mudança de plantas para outros vasos, pode ocorrer a cada seis meses. Além disso, também é indicada a troca de filtros de ar-condicionado e a higienização de caixas d’água.

Essas pequenas ações espaçadas colaboram com a manutenção e, principalmente, no visual do lar, por isso, não devem ser esquecidas.

É imprescindível que todas essas etapas sejam planejadas no decorrer do ano para que não haja sobrecarga de tarefas durante a faxina. Anote tudo numa lista, marque as datas e os horários no calendário, cumpra as tarefas e tenha sua casa arrumada o tempo inteiro.

3 dicas para começar o trabalho

Depois que foi feito o planejamento, chega a hora de colocar tudo em prática. Essa parte é sempre a mais difícil, pois exige esforço e dedicação para concluir os afazeres do melhor jeito. Mas, para isso, existem algumas dicas que podem auxiliar.

1. Separe o tempo necessário para a limpeza

Colocar uma música ou um podcast e focar totalmente na organização garante que você terá o resultado que busca e tudo ficará dentro dos conformes. Evite distrações ou encerrar a atividade no meio para fazer outras coisas. Se deixar para depois, o trabalho vai ficar acumulado e a faxina se tornará uma bola de neve antes que você perceba.

2. Utilize organizadores

Outra dica é utilizar os queridinhos de quem ama arrumação: os organizadores. Sejam eles para geladeira, gavetas ou escritório, os organizadores ajudam a manter a regra “usou, guardou”, além de deixarem a casa mais charmosa.

3. Veja se o seu condomínio tem uma equipe de limpeza

A terceira dica é voltada para quem mora em apartamento. É essencial verificar se o condomínio onde você mora tem uma boa equipe de manutenção predial.

Essa manutenção é importante porque ela verifica o estado de limpeza da tubulação de água e dos filtros de piscina, além de cuidar, por exemplo, dos extintores de incêndio do prédio. Ela não só mantém a casa limpa, mas também evita problemas como vazamentos.

Tendo em vista que já foram detalhadas formas de realizar a higienização do lar com praticidade e funcionalidade, este artigo também vai destacar algumas maneiras de fazer os móveis durarem mais tempo.

Como conservar a mobília

A mobília é uma parte crucial de praticamente todos os ambientes internos. Sejam eles grandes ou pequenos, novos ou velhos, os móveis definem não só a estética do lugar, mas também sua organização.

A primeira dica para limpar os móveis de forma que eles não se danifiquem, é não utilizar ceras ou produtos que possuam cores diferentes da mobília em questão, considerando que eles podem manchar permanentemente a superfície do objeto.

Se possível, é recomendado usar produtos à base de silicone, que geralmente são incolores, para garantir a preservação do material.

A segunda dica ainda é especificamente sobre os movimentos que são feitos na hora de realizar a limpeza. Passar o pano na mesma direção que a textura da peça possui, vai evitar que o acabamento fique manchado e que ocorra uma abrasão do material do móvel.

O último passo é simples e fácil: garanta que a luz do sol entre no ambiente. Uma boa iluminação evita a proliferação de mofo, que costuma destruir a superfície de móveis. No entanto, não deixe que os móveis recebam luz direta, para que não haja mudanças na cor.

Uma boa opção para ter a casa iluminada é realizar o envidraçamento de sacada. Isso vai fazer com que a mobília dure mais tempo e também ajuda a economizar energia elétrica.

Considerações finais

Construindo um cronograma de limpeza e dividindo a faxina em pequenas tarefas diárias, fica muito mais fácil conseguir manter a casa sempre organizada.

É importante ressaltar a importância da divisão de tarefas, caso mais de uma pessoa habite a casa, para evitar a sobrecarga de funções. Também é essencial garantir que os afazeres sejam sempre realizados nas datas definidas.

Assim, o ambiente vai ficar sempre agradável e os donos não terão que sofrer com as exaustivas faxinas gerais, que costumam ser muito pesadas quando não há manutenção de limpeza frequentemente.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Actualizado el