5 dicas para limpeza de fachadas

fachada

Uma boa limpeza de fachadas é essencial para a manutenção da beleza externa dos imóveis e para prolongar sua vida útil. 

Entretanto, este é um dos cuidados mais trabalhosos e que demanda alguns conhecimentos.

Muitos detalhes devem ser avaliados para garantir a qualidade do serviço que está sendo executado. 

Mas, cuidar bem da fachada é essencial não apenas para a manutenção do imóvel, mas também para causar uma boa impressão.

Esse fator é importante não apenas para as residências, mas principalmente para as empresas. É desagradável para elas receber seus clientes, parceiros, fornecedores e colaboradores se a estética do estabelecimento não está em dia.

É primordial que a fachada esteja sempre limpa, organizada e apresentando boas condições de uso. O ideal é que o serviço seja executado por uma empresa especializada.

Isso porque esse cuidado exige mão de obra qualificada, além de equipamentos adequados, em edifícios e construções onde há muito tempo não é realizada uma limpeza.

Se você entende a importância da limpeza de fachadas, leia este artigo, aqui, vamos dar algumas dicas sobre o assunto e falar sobre a importância do serviço. 

Dicas de limpeza para fachadas

É muito bonito ter uma fachada organizada, com bom aspecto e conservada. 

Mesmo que o interior do móvel seja totalmente moderno e reformado, além de limpo, se a fachada não estiver em dia, pode causar uma má impressão.

Mas, manter esses cuidados exige conhecimento e profissionalismo, e eles também dependem de algumas estratégias, como:

1.    Planejamento

A limpeza e pintura de fachada precisa, primeiramente, de planejamento e organização. 

Esse trabalho é de responsabilidade do síndico, de acordo com o Código Civil Brasileiro, no artigo 1348.

Também cabe a ele definir se é necessário contratar uma empresa terceirizada ou se os cuidados serão realizados por meio de profissionais contratados pelo condomínio.

Outro ponto que deve ser considerado durante o planejamento é determinar em qual época do ano será realizado o serviço.

De acordo com as empresas especialistas no assunto, o ideal é que esse serviço seja realizado durante os meses de outono e primavera, quando as temperaturas são mais amenas e há menos indícios de chuvas.

Toda a área que será cuidada deve ser isolada, com o objetivo de evitar acidentes, provenientes de situações como quedas de ferramentas e produtos de limpeza.

2.    Avaliar a sujeira

Antes de começar a limpeza propriamente dita, é muito importante avaliar o grau de sujeira do espaço. 

Se o edifício está localizado em regiões mais poluídas, como os grandes centros, é necessário utilizar produto de limpeza pesada.

Isso acontece porque a sujeira tende a ser maior e mais difícil de ser removida. Além disso, o tempo em que o imóvel permaneceu sem ser limpo vai impactar nas suas condições.

Sendo assim, em linhas gerais, quanto mais tempo ele ficar sem limpeza, mais suja estará a fachada, portanto, é necessário levar essa informação em conta.

3.    Produtos utilizados

Ao saber qual é o tipo de sujeira e o seu grau, saberemos quais produtos de limpeza devem ser utilizados. 

Se a fachada acumulou resíduos difíceis de serem removidos, é necessário utilizar produtos mais abrasivos, pois possuem maior poder de limpeza.

Por outro lado, em um edifício onde a limpeza é realizada com frequência, a tendência é que a sujeira não esteja tão impregnada, o que permite que a limpeza seja realizada com produtos alcalinos, como no caso dos detergentes neutros.

É importante dizer que a escolha dos produtos tem como base, também, o tipo de material utilizado na fachada, visto que alguns componentes químicos podem danificar ou corroer o material.

Por exemplo, no caso de concreto e alvenaria, presentes em fachadas com acabamentos simples, finalizados apenas com pintura, a fachada é limpa com escova ou lavagem.

Dentre os produtos mais indicados, nesse caso, estão os alcalinos, visto que a sujeira costuma estar mais impregnada.

Quanto ao vidro, este é um material nobre e que valoriza muito a fachada dos prédios, mas ele também exige uma limpeza mais frequente, pois percebemos o acúmulo de sujeira com mais facilidade.

Assim como cloro concentrado para limpeza é utilizado em algumas situações, no caso dos vidros, o mais recomendado é o detergente neutro, pois é um produto que não apresenta riscos de manchas.

Em componentes como o aço, a limpeza é mais específica e demanda conhecimento, para eles é mais recomendável a utilização de produtos alcalinos.

No caso da cerâmica, um material bastante popular no acabamento de fachadas, o mais recomendável é a utilização de escovão ou lavagem, por meio de produtos alcalinos como os detergentes.

4.    Planejar a execução

Para executar a limpeza de fachada de vidro para sacada, o síndico tem duas opções, que pode ser contratar os profissionais diretamente ou entrar em contato com uma empresa terceirizada.

As empresas terceirizadas realizam todo o serviço de limpeza, e dentre os benefícios de optar por elas estão:

  • Sem vínculo empregatício;
  • Garantias;
  • Uso de produtos e equipamentos adequados;
  • Rapidez;
  • Segurança.

Cabe ao condomínio, apenas, realizar o pagamento pelo serviço, mas se o síndico preferir fazer uma contratação direta.

Portanto, deve se responsabilizar por toda a execução do serviço e pela segurança dos profissionais.

5.    Ferramentas necessárias

A limpeza de fachada com LED ou feita com outros materiais também pode precisar de ferramentas manuais. 

Elas são recomendadas para edifícios mais baixos, mas é necessário atenção, visto que podem expor o profissional a alguns riscos.

Por exemplo, se ele for realizar a limpeza da fachada de uma casa de dois andares, terá como ponto de apoio a janela, utilizando rodo ou escova de mão para a limpeza.

Outra ferramenta importante são os andaimes, que permitem que os profissionais tenham acesso a todos os pontos da fachada. 

Apesar de ser uma ferramenta segura, não deve ser utilizada em edifícios com mais de 40 metros.

Ademais, o andaime exige espaço para que possa ser instalado, inclusive na calçada, o que pode ocupar o espaço dos transeuntes.

Agora que você já sabe quais são as principais dicas para limpeza de fachada, no próximo tópico, vamos falar sobre a sua importância. Continue a leitura.

Importância de manter a fachada limpa

Não importa se o revestimento fachada externa é de vidro ou alvenaria, mantê-la sempre limpa é importante por diversas razões, como:

Valoriza o imóvel

A valorização do imóvel é um dos principais motivos para realizar a limpeza de fachada com frequência. 

Por meio dela, realçamos e valorizamos os elementos utilizados, e reparamos os danos que atrapalham o potencial estético da construção.

Consequentemente, se o proprietário tiver interesse em vender ou alugar o imóvel, o valor acordado será maior.

Reduz prejuízos

Se a limpeza e a manutenção da fachada são feitas frequentemente e com as técnicas adequadas, ela será conservada por muito mais tempo, o que reduz prejuízos que acarretam reformas e manutenções.

Também é uma forma de evitar prejuízos à imagem do negócio ou ao próprio dono do imóvel, que gera sensação de bem-estar e facilita os negócios.

Previne acidentes

Uma boa limpeza fachada de vidro previne acidentes com peças soltas para as pessoas que circulam embaixo do edifício.

É uma maneira, inclusive, de demonstrar para as pessoas que a empresa se preocupa com o bem-estar de todos, independentemente de estarem ou não envolvidos com suas atividades.

Para os prédios comerciais, é o caminho para agregar ainda mais valor positivo às marcas presentes neles.

Causa uma boa impressão

O ditado que diz “a primeira impressão é a que fica” não se refere apenas à aparência física das pessoas, mas também dos estabelecimentos.

Para fazer bons negócios é essencial que a sua empresa tenha um bom aspecto, tanto por fora quanto por dentro. 

Ao receber seus clientes, eles terão, logo de cara, uma boa impressão da sua companhia.

Sendo assim, ao fazer um bom serviço de limpeza de fachada para comércio, você aumenta consideravelmente as chances de conquistar novos negócios por causar uma boa impressão aos seus clientes.

Melhora o clima organizacional

Não são só os clientes que precisam de um ambiente agradável, mas principalmente os seus colaboradores. 

As pessoas precisam se sentir bem em seu ambiente de trabalho e se elas se deparam com uma fachada mal cuidada, se sentem desmotivadas.

Conclusão

Assim sendo, cuidar da fachada da sua casa ou negócio não é apenas uma questão de estética, mas também uma questão de bem-estar.

Além disso, alguns municípios exigem esses cuidados para melhorar o aspecto visual de toda a cidade. É assim que garantimos um ambiente mais saudável e um clima mais agradável para todos.

Neste artigo, você conheceu um pouco mais sobre a limpeza de fachada, como ela pode ser feita e qual é a importância desse trabalho.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Actualizado el