4 ferramentas de vendas

vendas

A crise provocada pelo coronavírus nos tirou, todos nós, da zona de conforto. A procura por novas ferramentas de vendas online B2B aumentou muito.

Isso porque a cada dia a busca por novos clientes é mais do que urgente, é necessária. E as equipes comerciais, por conta da situação, foram reduzidas, então quem ficou está tendo que aprender a automatizar processos, e para não ficar só apagando incêndios do dia-a-dia, a prospecção pode ser automatizada.

Pensando nisso, e também para o nosso próprio benefício e utilização, fomos pesquisar todas as ferramentas de vendas b2b disponíveis na internet.

Nosso portal, Empilhando, dá um foco maior para conteúdos relevantes para Gestores da Logística, mas sempre tivemos conteúdos para auxiliar compradores e vendedores do segmento, facilitando o seu dia-a-dia.

Pensando nos nossos colegas vendedores, investimos centenas de reais em planos pagos de várias ferramentas, e testamos também dezenas de ferramentas grátis. Selecionamos as melhores pra você nesse artigo, nos acompanhe!

O que as ferramentas de vendas são capazes de fazer?

As principais atividades que essas ferramentas fazem, para ajudar os vendedores são:

1. Encontram e-mails corporativos de pessoas que influenciam no processo de compra

2. Oferecem listas de empresas através de filtros diversos

3. Automatizam o envio de uma sequência de e-mails na prospecção ativa

  • capturam e-mails através do LinkedIn ou dos sites das empresas
  • por estado, cidade ou ao redor de um CEP
  • de acordo com a quantidade de funcionários
  • segmentação por código CNAE
  • com segmentação de contatos definida pelo usuário
  • com regras que mudam a sequência de e-mails a ser enviada
  • se a pessoa clicou ou não no último e-mail
  • se a pessoa respondeu ou não o último e-mail
  • se a pessoa não abriu nenhum e-mail

4. Enviam uma sequência de e-mails ao receber um formulário de contato.

Até o dia 07/09/2020 o curso sobre as ferramentas de vendas está grátis, aproveite para conhecer cada uma das ferramentas e suas funcionalidades: ver curso.

As 4 melhores ferramentas de vendas online

4 - Leadlovers

Ferramenta utilizada no inbound marketing, para criação de formulários de contatos e automação no tratamento desses contatos enviados. Capaz de criar formulários incríveis, páginas de captura, com pontuação para cada lead de acordo com a quantidade de interações que ele faz com seus e-mails; aberturas, cliques, ignorou.

Uma infinidade de possibilidades para capturar e tratar leads pela internet, precisaríamos de um post só para apresentar essas funções. Conheça mais sobre o que a leadlovers oferece.

3 - Getprospect

Ferramenta para capturar e-mails profissionais no LinkedIn. Você realiza uma pesquisa, por empresa, cargo, usando os filtros normais do LinkedIn e com dois cliques você importa os e-mails dessas pessoas para a plataforma. Com um clique você pode exportar em uma planilha todos os dados coletados, e-mails, nomes, empresas, url do perfil no LinkedIn.

É grátis para capturar até 100 contatos por mês. Para importar um número maior de leads é preciso assinar um plano dentro da ferramenta.

Para realizar a captura é preciso instalar um plugin no navegador Google Chrome. Conhecer getprospect.

2- Hunter

Ferramenta capaz de capturar e-mails de pessoas através de um plugin que você instala no seu navegador Google Chrome. Com 25 capturas grátis por mês e envio de campanhas de e-mails dentro da plataforma.

Você pode configurar várias contas @gmail.com e a ferramenta dispara 100 e-mails de cada conta todo dia. Conhecer Hunter.

1 - Azleads

Essa é a ferramenta mais completa que encontramos, ela faz tudo o que as outras ferramentas anteriores fazem, e além disso, tem um pequeno CRM integrado na plataforma.

Você recebe e envia e-mails por dentro da plataforma, adiciona e muda o status de atividades na sua agenda Google, sincronizada com o seu celular.

Ao criar uma sequência de prospecção para uma empresa, com e-mail automático enviado pela Azleads, contato via LinkedIn e ligação telefônica, a ferramenta transforma essa sequência em atividades que você deve ir marcando como concluídas, e gera automaticamente estatísticas e gráficos de tudo o que você fez no dia, e no mês.

Ótima para ser uma ferramenta de prospecção ativa para empresas, pois dá visibilidade ao gerente de vendas sobre o desempenho individual de cada vendedor e sobre o status das negociações.

Isso mesmo, ela tem um funil de vendas integrado, que se molda automaticamente às etapas criadas pelo usuário. Teste Azleads gratuitamente por 14 dias.

Quem faz o nosso CURSO DE FERRAMENTAS DE VENDAS ganha 20% de desconto nos três primeiros meses além dos 14 dias de teste grátis. Aproveite que o curso está grátis até o dia 07/9/2020!

Estatísticas do marketing digital

Quando falamos de marketing digital, estamos falando do matemática, mais especificamente de estatística.

As taxas de conversão se repetem em segmentos semelhantes. Funciona mais ou menos assim:

 

Estatísticas de uma empresa que vende serviços:

  • 30% das oportunidades se convertem em vendas
  • 20% dos leads se convertem em oportunidades
  • 4% dos visitantes do site se convertem em leads

Ou seja, a cada 10.000 visitantes de um site de uma empresa de serviços que tenha uma isca digital para captura dos dados desses potenciais clientes temos que apenas 400 vão preencher o formulário.

Dentre as 400 pessoas que preencheram o formulário, apenas 80 são oportunidades verdadeiras.

Das 80 pessoas identificadas como oportunidades, apenas 24 vão comprar efetivamente o produto oferecido pela empresa de serviços.

Portanto de uma empresa precisa fechar 48 negócios por mês vindos da internet, já sabemos que ela precisa de 20.000 visitantes em seu site, fazendo a conta ao inverso.

Se você quiser saber sobre as estatísticas do seu segmento e quantos visitantes você precisa ter no seu site para atingir a sua meta de vendas nós podemos te enviar mais informações.

Diferença entre inbound marketing e outbound marketing

Existem ferramentas de vendas mais focadas no outbound e outras mais focadas no inbound. O vendedor precisa saber qual o tipo de processo que ele quer disparar para definir qual vai ser a ferramenta utilizada.

Deve avaliar se possui lista antigas de e-mail que valem a pena uma limpeza e disparo de uma sequência de e-mails.

Se não possui listas de e-mails e de repente também não tem certeza se conhece todos os clientes da região onde atua, deve focar em outras ferramentas.

Ou se de repente já possui um site forte e uma procura orgânica para o produto, entrante e quer automatizar uma resposta aos novos pedidos de cotações, ou então se quer oferecer uma isca digital para coletar os dados do visitante do seu site.

Vamos explicar a diferença entre os dois tipos e quais casos citados acima se enquadram, mas antes disso vamos falar sobre números.

O que é outbound marketing?

Essa é uma expressão em inglês que quer dizer “de dentro para fora”, é quando a marca, a empresa, sai da casinha e vai fazer contato com o cliente.

Em outras palavras, traduzindo para o nosso linguajar de vendedor, é o porta-a-porta, o vendedor de Barsa que ia batendo de casa em casa perguntando se alguém tinha interesse naquela linda enciclopédia. Quem é vendedor aqui e nunca fez o porta-a-porta que atire a primeira pedra!

Do mesmo modo que as estatísticas apresentadas acima, com relação ao número de visitantes de um site e o número de negócios fechados, 10.000 visitas para 24 negócios fechados. O outbound marketing funciona da mesma maneira, não exatamente com os mesmos números.

Depois de usar ferramentas de outbound marketing por 6 meses a empresa vai saber exatamente quantas pessoas ela deve contactar por mês para gerar o número de negócios que ela quer.

Essa é a graça do marketing digital, as vendas passam a ter uma previsibilidade. Os vendedores passam a saber quantos disparos de emails, quantas abordagens no LinkedIn ele precisa fazer pra bater a meta.

Outra vantagem do outbound marketing, ou para dar outro nome, a prospecção ativa de clientes pela internet, é que você não precisa de uma marca consolidada, um site com um grande fluxo de visitas, investir em feiras e eventos ou anúncios em revistas.

Você pode continuar fazendo tudo isso, revistas, feiras e tráfego pago em sites, mas você não precisa fazer isso pra atingir o número de vendas que você procura.

Automatizando os contatos com potenciais clientes, depois de 6 meses de uso da ferramenta, você consegue ter uma previsão de vendas com base no número de contatos que você faz, e que não possui relação direta com a força da sua marca, ou seu site. Esses fatores ajudam, se a sua marca é conhecida, gera familiaridade, claro.

Inbound marketing

Nós faremos um artigo específico sobre inbound marketing, como receber e tratar os seus leads, e sobretudo como fortalecer o seu site e as suas ferramentas de captura.

Então ative as notificações do seu navegador aqui no site e acompanhe nossos conteúdos para não perder.

Mas já adiantamos que a ferramenta mais usada hoje no inbound marketing é a Leadlovers se quiser conhecer um pouco antes do artigo, fica a dica.

Conclusão

São muitas ferramentas com muitas opções diferentes e não conseguimos explicar todas as funções num único artigo. Cada ferramenta de vendas oferece a sua contribuição para a prospecção ativa B2B.

Cada vendedor precisa analisar as ferramentas de vendas disponíveis e escolher a que melhor se adapta às suas necessidades. Apenas para citar algumas dessas ferramentas de outbound marketing, a prospecção ativa:

Por isso criamos um curso online, que está grátis até o dia 07/09/2020, para mostrar todas essas funções, como configurar e como usar cada uma delas.

Aproveite que o curso é grátis até o dia 07/09/2020 e conheça as ferramentas disponíveis:

VER CURSO DAS FERRAMENTAS DE VENDAS

Actualizado el