4 dicas para limpeza de tapetes

dicas limpeza

A higienização da casa, assim como a limpeza de tapetes são processos fundamentais para manter uma casa em ordem. O tapete é uma das peças mais versáteis da residência, e pode ser utilizado de várias formas para explorar a decoração de seus cômodos.

A tapeçaria é uma arte milenar. O conceito desse tipo de arte surgiu na Idade Média, quando havia abundância de lã e um excesso de mão de obra disponível.

Desde então, os tapetes têm feito parte da sociedade como peças importantes para qualquer decoração, ajudando a expressar diversas emoções e conceitos de design, transformando completamente os ambientes, como uma sala de tv planejada.

Estilos de tapetes

Antes de mais nada, o mercado hoje possui uma série de estilos interessantes e únicos de tapeçaria, e você deve pensar em qual deles mais se encaixa na decoração que está tentando criar.

É importante pensar que cada modelo possui suas próprias regras de higienização e limpeza também, e por isso é essencial ficar atento a esse tipo de detalhe quando fizer a escolha final para seu ambiente, seja uma sala reunião ou o quarto do casal.

Tapetes shaggy

Ideal para qualquer pessoa que busca conforto e estilo, o tapete shaggy é feito de fibra sintética ou natural, com uma pelagem mais alta. Este modelo proporciona mais maciez ao toque, sendo um dos modelos mais confortáveis no mercado.

Existem inúmeras variações de cor para este modelo no mercado, adicionando versatilidade às suas qualidades principais, especialmente se você gosta de variedade no design do cômodo. É possível utilizá-lo em vários ambientes distintos.

Esse modelo de tapete também vem ganhando muito espaço por ser produzido com um material bem acessível, o que acaba facilitando a compra e permitindo que seja possível explorar este tipo de objeto decorativo com um orçamento reduzido.

Entretanto, é importante testar o tapete shaggy para garantir a qualidade dos materiais e que o item fará a diferença no ambiente em que foi inserido.

Por conta de sua pelagem alta, ele não é recomendado para quem possui animais de estimação. Neste caso, um piso vinílico antiderrapante pode ser a melhor escolha.

Isso porque eles acumulam muita sujeira, e podem acabar se tornando mais difíceis de limpar, principalmente se os animais decidirem usar o espaço para fazer suas necessidades.

Tapetes aubusson

Este é um modelo bem clássico de tapeçaria, que começou a ser desenvolvido no século XVI pela nobreza da França. A ideia deste estilo de tapete é criá-lo com bastante cor, desenhos rebuscados com diversos temas, como:

  • Florais;
  • Geométricos;
  • Medalhões;
  • Brasões.

Esse estilo é bem característico do período histórico da Renascença, e não costuma ter pelos, o que facilita muito em sua utilização. Além disso, são muito mais fáceis de limpar, e possuem uma importante função estética.

O material para pintura utilizado neste tipo de tapete é todo natural, com pigmentos de materiais extraídos da natureza.

Além disso, esse tipo de peça clássica é uma marca de requinte e alto padrão de decoração, e acaba sendo muito requisitado em projetos de decoração que utilizam tapetes.

Tapetes persas

Outro modelo clássico, os tapetes persas são até hoje muito requisitados e compõem alguns dos locais mais requintados do mundo. Sua produção costuma ser artesanal, com materiais naturais como seda, algodão ou lã.

O tapete persa tem uma carga histórica impressionante, sendo um importante marco da cultura dos povos persas. Originalmente, eles eram fabricados por tribos nômades como uma forma de se proteger do frio.

Contudo, logo estas peças começaram a se tornar manifestações artísticas. Isso porque os modelos possuem cores impactantes, normalmente obtidas através da extração de pigmentos em plantas e minerais, além de padrões de desenho impressionantes.

Os detalhes fazem completamente a diferença no tapete persa, o que o torna um objeto altamente luxuoso e muito requisitado, que pode ser combinado com uma cortina para sala moderna

Ademais, é possível utilizar um tapete persa em qualquer ambiente, incluindo banheiros.

Tapetes de sisal

Um modelo mais moderno, os tapetes de sisal têm ganhado muito espaço por conta de sua estrutura natural e sustentável, que é toda criada utilizando materiais retirados diretamente da natureza, principalmente de plantas.

Ele costuma ser fabricado com a fibra de folhas de sisal, e por isso, recebe o mesmo nome. Estes modelos costumam ser confeccionados manualmente, aumentando assim seu valor de mercado.

Por se tratar de um produto artesanal, ele acaba ganhando um sentido mais rústico, ideal para ambientes com este estilo de decoração. Os tapetes de sisal também são ótimos para áreas externas, como varandas e quintais.

Neste caso, você pode alinhar as cores para combinar com sua tela de proteção para janela, criando um ambiente mais agradável.

Entretanto, também é possível utilizar a peça em ambientes internos, como salas de jantar e cozinhas, embora seja interessante verificar se o tapete combina com o estilo de decoração que você está tentando manter.

Tapetes de couro

Estes tapetes costumam ter um formato irregular, muitas vezes seguindo as formas do animal do qual o couro foi retirado. Por isso, eles são ótimos para contrastar com ambientes geográficos e com ângulos bem definidos.

Além disso, ambientes rústicos, principalmente aqueles com ligação com interior e fazendas, costumam usar este tipo de tapete para compor um cômodo. Trata-se de um material muito durável e de fácil limpeza.

Alguns modelos acabam pegando vários retalhos de couro e criando um tapete regular, que pode ficar muito bem em diversos tipos de ambiente. Para quem não deseja utilizar o material natural, o couro sintético acaba sendo uma excelente opção.

Como limpar seu tapete?

Agora que você conhece diversos modelos e formas de aplicar os tapetes em sua residência para dar um up nos cômodos, é o momento ideal para que se crie uma rotina de limpeza para eles. 

Cada tipo de tapete possui suas próprias especificidades, mas você pode contar com algumas dicas úteis.

Quanto mais você conseguir manter os tapetes limpos e em ordem, mais tempo eles terão de durabilidade, garantindo uma decoração elegante e bonita.

1. Limpeza a seco

Embora muitas pessoas acreditem que é necessário levar a peça a um profissional para realizar uma limpeza a seco, você pode fazer o serviço de sua própria casa com uma receita caseira.

É importante lembrar que alguns tapetes possuem materiais especiais, então evite colocá-los em máquinas de lavar.

Você pode misturar um pouco de bicarbonato de sódio com amido de milho, em proporções iguais, e depois aplicar sobre todo o tapete. É fundamental que você deixe o produto agir por alguns minutos.

Isso porque a receita vai absorver toda a sujeira que estiver presa nas fibras. Depois do tempo de ação, basta utilizar um aspirador de pó para recolher os produtos e o tapete estará limpo e novo.

Dessa forma, você acaba economizando muito na hora de limpar o material.

2. O poder do bicarbonato

Falando em bicarbonato, um produto comum do dia a dia que tem um forte impacto na limpeza, é ótimo para eliminar odores, sujeira e bactérias. Você pode utilizá-lo para limpeza a seco e para misturar com outros produtos.

Ele também é muito útil para tirar manchas pesadas, como as causadas por vinho seco tinto, por exemplo.

Vale lembrar que o bicarbonato não possui aroma, portanto, se você quiser perfume no ambiente em que está utilizando, deve pensar em outras formas de utilização, como misturando com outros itens.

3. Amaciante de roupas

Se você possui um tapete felpudo ou com pelos altos, o amaciante de roupas é uma excelente opção para manter o ambiente com um bom cheiro e limpo. Basta misturar com água e detergente para poder escovar os pelos do tapete.

Se quiser uma forma mais fácil de aplicar, basta utilizar um spray para espalhar bem a mistura antes de iniciar o processo de limpeza.

4. Utilização de vinagre

O vinagre é um potente aliado na maioria dos processos de limpeza, e isso não é diferente com tapetes ou carpetes. É um produto barato, fácil de encontrar e tem diversas utilidades, principalmente na limpeza, uma vez que ela acaba com germes.

O vinagre também é um ótimo meio de acabar com manchas e mau cheiro, sendo ideal para fazer a higienização de tapetes de cozinha. 

Para conseguir fazer uma boa limpeza, é necessário diluir o vinagre em água morna e detergente para lava louças, criando uma mistura ideal.

É importante lembrar que, caso a limpeza seja superficial, existem outros métodos menos invasivos. Entretanto, se o objeto estiver encardido, esta mistura é eficiente para eliminar qualquer sujeira.

Basta aplicar no tapete com um pano úmido e deixar secar naturalmente, que a combinação de itens fará todo o processo.

Considerações finais

Um tapete pode fazer a diferença em sua decoração e no seu bem-estar, mas é preciso ter cuidado em mantê-lo sempre limpo e higienizado.

Dessa forma, é possível aumentar a durabilidade do objeto, além de deixar o ambiente muito mais agradável para você e qualquer visitante.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Actualizado el