10 dicas de como usar biombo na decoração

usar biombo

O biombo é um recurso de decoração muito interessante e que tem sido usado há vários anos para dividir ambientes, ou mesmo para dar um toque diferenciado aos cômodos.

 

Criado no século 8, no Japão, o biombo (byõbo) tinha como objetivo central barrar o vento. Com o passar dos anos, no século XVIII, ele já era usado na divisão de ambientes e na decoração.

 

Mas, foi na era de ouro do cinema americano, por volta dos anos de 1950, é que os biombos se tornaram uma verdadeira atração, pois eles eram os ícones relacionados às divas, que se despiam por trás das estruturas.

 

Hoje em dia, os biombos têm diversas funcionalidades, principalmente na decoração. Eles podem ser usados em conjunto com uma divisória de ambiente de gesso, ou mesmo para separar ambientes integrados.

 

Então, como usar o biombo na decoração? O artigo de hoje vai mostrar algumas dicas para você, com exemplos que irão deixar a sua casa com uma estética sofisticada e diferenciada. Acompanhe a leitura!

1 - Use biombos de madeira na decoração rústica

O biombo de madeira é um clássico na decoração. Normalmente, eles combinam mais com estilos rústicos, porém, dependendo da disposição no ambiente, o recurso também pode ser usado em decorações mais delicadas.

 

Engana-se quem pensa que o marrom da madeira não combina com o resto da sua casa. Ao contrário, é possível encontrar diversas tonalidades de madeira, como a nogueira, jatobá e eucalipto, que dão um toque a mais na decoração.

 

Os biombos ainda podem ser postos em tom sobre tom. Por exemplo, se você tem um piso taco de madeira, ao aplicar o recurso, terá um ambiente rústico e extremamente elegante, tanto para as áreas internas quanto externas.

 

Mas, caso você coloque o biombo em um local aberto, como nos jardins, é interessante verificar se a madeira irá aguentar as intempéries, principalmente em relação às chuvas.

 

O melhor é ter um biombo com madeira resinada, pois a película impede que a água entre nas fibras, causando estufamento e apodrecimento da madeira.

2 - Aplique biombos de tecido em ambientes modernos

Para quem deseja dar um toque de modernidade ao ambiente, a dica é investir em um biombo de tecido, que pode ser estampado ou liso.

 

Esses tipos de biombos são altamente resistentes e alguns também possuem tratamento repelente, com tecido impermeável, para instalação em áreas externas.

 

O biombo de tecido cai muito bem em um projeto de sala planejada, uma vez que ele confere um toque de conforto e aconchego ao local.

 

No caso do biombo estampado, é preciso ter um pouco de cuidado. Em geral, eles são usados para a divisão de ambientes, podendo reproduzir algumas pinturas famosas ou desenhos infantis, para o quarto das crianças.

 

O biombo estampado é recomendado para casas com pinturas mais neutras. Sendo assim, se você tem um ambiente com papel de parede para escritório, talvez seja melhor optar por um biombo liso, para evitar o excesso de informação visual.

3 - Utilize biombos vazados para ambientes integrados

Os biombos vazados são usados para a divisão de ambientes integrados, isto é, para espaços onde se deseja ter uma sensação de amplitude, mas, ao mesmo tempo, é necessário dividir algumas áreas.

 

A grande vantagem dos biombos vazados é que eles estão disponíveis em vários modelos, com acabamentos de metal, madeira, colorido ou neutros.

 

Além disso, eles são muito bem trabalhados, o que dá um charme no ambiente. Sendo assim, os biombos vazados podem ser colocados em vários locais, como:

 

  • No hall da entrada;
  • Perto de uma poltrona ou sofá;
  • Na separação de closets;
  • Entre a lavanderia e a cozinha.

 

Há alguns modelos de biombos vazados que imitam uma espécie de cortina persiana para sala. Dessa forma, eles também podem ser alocados em pontos estratégicos, para contribuir com uma iluminação decorada do ambiente.

4 - Contraste a iluminação com biombos

Os biombos claros são capazes de trazer um ponto de luz para a decoração, os biombos escuros, em um ambiente todo branco, também trazem um contraste, promovendo uma sensação de mais alegria e vivacidade.

 

É uma excelente alternativa para quem não quer modificar toda a decoração do espaço, refazendo a pintura ou instalando papéis de parede no ambiente.

 

Considere também a cor do piso. Por exemplo, um piso tátil de concreto claro deixa o ambiente ainda mais aceso. Por esse motivo, o uso de um biombo em madeira escura pode ser bastante interessante.

5 - Crie uma divisão extra no banheiro

Os biombos são capazes de criar mais de uma divisão nos banheiros, de forma simples e barata. Com isso, é possível imprimir uma sensação maior de privacidade, especialmente para pessoas que precisam dividir o banheiro, porque só tem um na casa.

 

Essa mesma lógica pode ser usada em banheiros integrados com quartos. Assim, é possível separar o ambiente, de maneira muito mais simples, sem a necessidade de investir em grandes reformas ou modificações estruturais.

6 - Revista a parede e o teto

Um tipo de decoração bastante inusitada para o biombo é usá-lo como modelo cobogó, que reveste a parede e o teto do ambiente. Para as crianças, esse tipo de referência é ótimo, pois proporciona um estilo mais divertido e propício para brincar.

 

Além disso, é uma forma de cobrir a instalação elétrica industrial da sua casa que pode ficar aparente, sem ter que fazer uma grande reforma.

7 - Use como divisória da varanda

O biombo do tipo cobogó também pode ser usado para dividir a varanda do espaço interno da residência, especialmente com a opção de porta de correr.

 

Dessa maneira, os moradores podem ter o controle do ambiente, decidindo quando abrir totalmente o espaço ou deixá-lo mais privativo.

 

Esse tipo de decoração funciona como uma espécie de tela para janela, tanto que pode controlar até mesmo a entrada de luz no ambiente.

 

Fora que dá para esconder aquela “baguncinha” que pode ficar na varanda. Assim, basta fechar o biombo e pronto!

8 - Aplicado no revestimento da parede

Os biombos ainda podem ser aplicados diretamente na parede. Aqui, o intuito é decorativo, pois não dá para usar o recurso para se esconder ou tampar um espaço.

 

Para esse tipo de decoração, o ideal é explorar o pé direito alto do cômodo, trazendo uma textura para um ponto de destaque. Dependendo do biombo, dá para imprimir um ar mais descontraído, feminino ou sofisticado na decoração.

9 - Use como divisória em espaços profissionais

Os espaços profissionais prezam cada vez mais por ambientes integrados. Afinal de contas, é uma boa maneira de melhorar a comunicação entre os colaboradores, diminuir o espaço entre gestores e funcionários, além de melhorar o clima organizacional.

 

No entanto, por vezes, é preciso dividir algumas salas, principalmente dos diretores e ambientes próprios para reuniões.

 

Os biombos podem ser de grande ajuda nesse sentido, afinal, eles permitem a divisão dos espaços de forma simples e altamente sofisticada. Dessa forma, é possível manter as vantagens dos ambientes integrados e, ao mesmo tempo, ter locais mais privativos.

 

Mesmo nos escritórios, não há uma regra clara a respeito do uso dos biombos. É possível optar por cobogós mais complexos, com recortes vazados e revestimento em madeira, ou elementos mais despojados e coloridos.

 

Tudo irá depender do estilo do seu escritório. Para espaços mais formais, as cores sóbrias são mais recomendadas, enquanto para ambientes criativos, dá para abusar das tonalidades vivas e alegres.

10 - Coloque como fundo de uma estante

Os biombos também podem ser colocados no fundo de uma estante, para dar um toque diferente à decoração. Aqui, a intenção é melhorar a estética, sem precisar mexer em paredes ou demais estruturas.

 

Só tome cuidado para que o biombo se sobressaia diante de toda a decoração, fazendo com que a aparência do cômodo fique pesada.

 

Ou seja, com um pouco de equilíbrio, é possível conquistar uma decoração moderna, elegante e criativa para o seu ambiente.

Conclusão

Os biombos são elementos muito antigos, tendo origem na cultura oriental, mas que ao longo dos séculos foram incorporados como recursos decorativos em residências ou ambientes corporativos.

 

Tanto que eles são ícones da moda, presentes em filmes, desenhos animados e outros bens culturais, que mostram os biombos como locais onde as mulheres se trocavam.

 

O artigo de hoje buscou mostrar algumas dicas de como usar o biombo na decoração de interiores, visto que o elemento é bastante atrativo, além de ser fácil e simples de instalar.

 

Por isso, ao fazer o seu planejamento de decoração, vale a pena visualizar se esse elemento não cabe no cômodo, contribuindo para a beleza do espaço.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Actualizado el